LALATA -II Festival Internacional de Percussão em setembro


Massamba Diop, artista do Senegal. Divulgação

Salvador vai receber o segundo festival internacional de percussão, nos dias 23, 24 e 25 de setembro,.O palco do evento será o Candyall Guetho Square, no bairro do Candeal, e terá Carlinhos Brown como anfitrião.

Grandes nomes da percussão nacional e internacional vão se reunir durante o LALATA – II Festival Internacional de Percussão, apresentando a diversidade e a originalidade da música instrumental percussiva, fortalecendo o posicionamento de Salvador como centro de produção, difusão e intercâmbio dessa arte.

Vivenciando uma composição de conceitos musicais, tecnológicos e culturais, o festival contemplará três estilos da percussão contemporânea: de Rua, de Efeito e Eletrônica, além de exposição de instrumentos e workshops musicais. Vendas abertas no Sympla.

A música instrumental percussiva se tornou um traço cultural intrínseco da Bahia e pode ser ouvida em diversas situações, como eventos religiosos, festivos e de entretenimento.

É nesta seara que se propõe a realização do LALATA – II Festival Internacional de Percussão, que acontece no bairro do Candeal, antiga comunidade de Salvador da Bahia habitada por uma população visceralmente ligada às suas matrizes africanas e que tem no tambor seu ícone de libertação.

Nos anos 1980, nascia no bairro o Vai Quem Vem, movimento cultural percussivo de grande impacto para a música produzida na Bahia. O movimento, liderado pelo artista e multi-instrumentista Carlinhos Brown, desencadeou um processo de invenção rítmica na qual se destacam inovações performáticas e instrumentais.

Bira Lourenço _ crédito Paulo Araújo

Esse laboratório de rua vai desembocar na formação da banda Timbalada, no início dos anos 1990, e consolida o timbau como uma marca da estética musical do bairro, tornando o Candeal conhecido nacional e internacionalmente como espaço criativo e produtor expressivo de música percussiva, tendo solo fértil para o surgimento de diversos ritmos musicais autóctones.

Artistas do cenário mundial já estão confirmados na grade do LALATA, entre eles: Massamba Diop (Senegal), Bira Lourenço e Catatau (Rondônia), Trietá (Salvador), Lobo Nuñes (Uruguai), Pandeiro Repique Duo (Rio de janeiro), Marcos Suzano (Rio de Janeiro), Orlando Costa (Salvador), Aguidavi do Jêje (Salvador), SKALU – Manifesto ao Tambor, com Mestre Mario Pam (Salvador), Japa System (Salvador), Buginganga (Salvador), e Michele Abu (São Paulo). Além destes, grupos locais como Território Sonoro e Roda de Timbau do Candeal também estão na programação.

O Festival é uma realização da Pracatum Escola de Música e Tecnologia, com patrocínio do Instituto Cultural Vale, por meio da Lei de Incentivo à Cultura, com concepção e direcionamento artístico Selma Calabrich, empreendedora Cultural e diretora executiva da Pracatum. De acordo com ela, um importante diferencial desse evento é a divisão das atrações por estilos percussivos.

Histórico – A primeira edição do Festival Internacional de Percussão aconteceu em 2016, levando para o palco do Candyall Guetho Square nomes como Changuito, considerado um dos maiores percussionistas do mundo, o maestro senegalês Doudou Rose Thiooune, além de Orlando Costa, Peu Meurray, Patubatê, Opanijé, Japa System, entre outras atrações. A primeira edição também foi marcada pela última apresentação feita em vida pelo músico Naná Vasconcelos, que veio a óbito dez dias após a realização do Festival.

Trietá. Foto Eder Mota/Divulgação

“Nesta segunda edição do Festival Internacional de Percussão estaremos homenageando, também, os maiores mestres de todos os tempos da história rítmica no mundo, como o nosso querido Naná Vasconcelos. São mestres que transformaram a história percussiva mundial, e nossos eternos guias inspiracionais”, pontua Carlinhos Brown.

Acompanhe as novidades do LALATA 2022: https://www.instagram.com/lalatafestival/

Acesse redes e canais da Pracatum: https://linktr.ee/apracatum

LALATA- Festival Internacional de Percussão

Quando: 23, 24 e 25 de setembro

Onde: Candyall Guetho Square

Abertura dos portões: 16h

Show: 17 às 22h

Classificação: 12 anos

Info.: (71) 99992-9186 / 3276-4255

Vendas: Sympla (https://www.sympla.com.br/produtor/lalatafestival)

Valor: Meia 25,00 / Inteira R$ 50,00

Camarote: Meia 50,00 / Inteira R$ 100,00


Mostra gratuita de Prêmio do Cinema Brasileiro na Walter da Silveira


Fotos/Divulgação

A Sala de Cinema Walter da Silveira, localizada na Biblioteca Pública dos Barris, recebe até 5 de agosto mostra do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro, realizado anualmente pela Academia Brasileira de Cinema com a finalidade de premiar os melhores filmes produzidos no país.

Neste ano, a mostra acontece em cinco estados: Bahia, Rio de Janeiro, Ceará, Paraíba e Rio Grande do Sul. A entrada na Sala de Cinema Walter da Silveira é gratuita, mediante comprovação vacinal com no mínimo duas doses da vacina contra covid-19. Confira abaixo a programação:

Grande Mostra do Cinema Brasileiro


Onde: Sala Walter da Silveira (Gen. Labatut, 27 – Barris)

Entrada: Gratuita mediante comprovação vacinal

 

21/07 (Quinta)

16h30 – 8 PRESIDENTES 1 JURAMENTO – A HISTÓRIA DE UM TEMPO PRESENTE

22/07 (Sexta)

16h30 – MARIGHELLA

23/07 (Sábado)

14h – ALVORADA

24/07 (Domingo)

14h – CHACRINHA, EU VIM PARA CONFUNDIR E NÃO PARA EXPLICAR

27/07 (Quarta)

14h – DEPOIS A LOUCA SOU EU

16h30 – CINE MARROCOS

28/07 (Quinta)

16h30 – 7 PRISIONEIROS

29/07 (Sexta)

16h30 – DESERTO PARTICULAR

30/07 (Sábado)

16h30 – A ÚLTIMA FLORESTA

31/07 (Domingo)

14h – A SOGRA PERFEITA

02/08 (Terça)

16h30 – QUEM VAI FICAR COM MÁRIO?

03/08 (Quarta)

16h30 – UM CASAL INSEPARÁVEL

04/08 (Quinta)

16h30 – HOMEM ONÇA

05/08 (Sexta)

16h30 – MARIGHELLA

 

 


“5 segundos” é atração do Domingo no TCA


Fotos/Divulgação

Depois de ultrapassar a marca de 4 mil espectadores no primeiro semestre deste ano, o espetáculo teatral “5 segundos”, escrito pelo professor e historiador Ricardo Carvalho, é atração do Domingo no TCA no dia 31 de julho, às 11h, na Sala Principal do Teatro Castro Alves.

No elenco, estão Felipe Velozo, Igor Epifânio e Marília Carvalho, que também assina a produção da montagem, que conta o caso real de um soteropolitano que entrou para a história compondo a Força Expedicionária Brasileira (FEB) e conheceu o drama da morte violenta sob o frio, a fome e a insegurança, nos anos finais da Grande Guerra. Ingressos custam R$ 1 (inteira) e R$ 0,50 (meia) e são vendidos apenas no dia do evento, no local, a partir das 9h, com acesso imediato à plateia do teatro.

Em território italiano, o baiano Rui se depara com um soldado alemão em pleno “teatro da guerra”. Esgotados, nem ele nem mesmo o oponente nazista dispõem de armas de fogo ou munição, mas carregam consigo o compromisso com ideais que, aos poucos, foram derramados com o sangue inimigo.

Era o fim para um dos dois, ou para os dois, mas aqueles “5 segundos”, entre o olhar de fúria e o corpo tombado sob o golpe inimigo, se transformariam em uma retomada de uma vida inteira que aproxima os personagens e coloca em xeque os valores humanos, as expectativas sobre a vida, a morte, os amores, a política, as verdades e mentiras sobre a guerra.

“5 segundos” discute o choque de princípios frente os desafios da vida e do viver ou morrer; do cumprimento de uma ordem à necessidade de sobrevivência; do real sentido de se utilizar da força física para fazer valer o argumento; do infindável debate sobre a dignidade da vida humana. São apenas “5 segundos” e uma sentença de morte! Quem sucumbe? Rui, Albert ou ambos?

O desafio de dilatar o tempo, transformar uma cena de “5 segundos” em um espetáculo de 50 minutos, que pôde ir além da representação de quase seis anos de batalhas e mais de 70 milhões de mortos na Segunda Guerra Mundial, reuniu, mais uma vez, os diretores Ricardo Carvalho e Alan Miranda, agora também ao lado de Daniel Arcades.

DOMINGO NO TCA – O Domingo no TCA é uma iniciativa do Teatro Castro Alves, Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), que se compromete em ampliar e diversificar o seu público frequentador, oferecendo-lhe acesso a espetáculos qualificados, das mais diversas linguagens artísticas. Desde 2007, com mais de 150 edições e cerca de 200 mil espectadores, o projeto engloba apresentações de música, teatro, dança, circo, cinema, de variados estilos e proposições estéticas, da Bahia, do Brasil e do mundo.

DOMINGO NO TCA

5 segundos

Texto: Ricardo Carvalho

Direção: Alan Miranda, Daniel Arcades e Ricardo Carvalho

Elenco: Felipe Velozo, Igor Epifânio e Marília Carvalho

Onde: Sala Principal do Teatro Castro Alves

Quando: 31 de julho de 2022 (domingo), 11h

Quanto: R$ 1,00 (inteira) e R$ 0,50 (meia)

Vendas somente no dia, a partir de 9h, com pagamento apenas em dinheiro e acesso imediato do público

Classificação indicativa: 12 anos

MEIA-ENTRADA
A concessão da meia-entrada é assegurada em 40% do total dos ingressos disponíveis para o evento. Estejam atentos! O Teatro Castro Alves cumpre a Lei Federal 12.933 de 29/12/2013, que determina que a comprovação do benefício de meia-entrada é obrigatória para aqueles que gozam deste direito.


“Osba em Família”, um concerto para todas as idades


Osba/Divulgação

A Orquestra Sinfônica da Bahia apresenta mais um concerto da série “Osba em Família”, no dia 24 de julho (domingo), às 17 horas, na Sala Principal do Teatro Castro Alves.

Surgida em 2018, a série “OSBA em Família” busca proporcionar ao público um concerto para todas as
idades, em um horário e dia mais acessível. O objetivo é proporcionar uma experiência mais leve aos
concertos e dar às apresentações da OSBA um tom mais descontraído e propício aos encontros.

Em sua primeira edição em 2022, o “OSBA em Família” terá solo do pianista argentino Miguel Ángel Scebba e
regência do maestro Carlos Prazeres. O programa contará com composições do russo Tchaikovsky
(1840-1893), com a sinfonia Concerto para Piano Nº 1 em Si Bemol Menor, Op. 23, e do checo Dvořák
(1841-1904), com a canção Sinfonia Nº 9 em Mi Menor, Op.95, B.178.

“Osba em Família”

Onde: Sala Principal do Teatro Castro Alves

Quando: dia 24 de julho

Horário: 17 horas

Quanto: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia), filas A a P; R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia), filas Q a V; R$ 20
(inteira) e R$ 10 (meia), filas W a Z5; R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia), filas Z5 a Z11
Classificação indicativa: Livre

 


Estreia da Ópera “A Flauta Mágica”


Núcleo de Ópera da Bahia, Laboratório de Ópera da UFBA e Coro Juvenil do NEOJIBA se unem para encenar o espetáculo

Estreia nesta quinta, 14 de julho, a ópera “A Flauta Mágica”, que abre a temporada 2022/2023 do Núcleo de Ópera da Bahia – NOP, e dá início ofcialmente à parceria com o Teatro do Colégio Mercês como a nova casa da música lírica na Bahia. O espetáculo fica em cartaz nos dias 14, 15, 16, 18 e 19 de julho, às 19h, e terá a participação de cantores do Laboratório de Ópera da UFBA, coordenado pela professora Flávia Albano, e do Coro Juvenil do NEOJIBA, dirigido por Lucie Barluet.

A versão apresentada pelo NOP será realizada em português, com direção cênica, regência e concepção de figurino, cenário e conceito de iluminação de Aldo Brizzi, e contará com um elenco local de cantores líricos profissionais pertencentes ao coletivo Núcleo de Ópera da Bahia, sendo que 80% são afro-descendentes. Os ingressos para a “Flauta Mágica” já estão à venda pelo Sympla com valores de R$ 40,00 (inteira) / R$ 20,00 (meia).

Fotos: Diney Araújo/Divulgação

Ópera A Flauta Mágica

Dias e horário: 14, 15, 16, 18 , 19 de julho, às 19h

Local: Teatro do Colégio das Mercês – Av. Sete de Setembro, 1105 – Campo Grande

Ingressos: R$40 / R$20 reais (inteira e meia) / à venda pelo Sympla

Para mais informações entrar em contato pelo: Fone (71) 99128-0207/ (11) 94541-7766 ou pelo e-mail [email protected].