Pelô Sustentável apresenta Encontro de Cantadores, 80 anos de Nelson Rufino e muito mais


Nelson Rufino/ Divulgação

O evento Pelô Sustentável abre a programação dos Largos do Pelourinho esta semana, com apresentações da Banda Roma Negra e do Dj André Bahia, nesta quinta-feira (22), às 19h, no Largo Tereza Batista, com ingressos a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

A programação continua na sexta-feira (23), com o VI Encontro de Cantadores no Pelô, que terá a participação de Aiace, Joana Terra, Maviael Melo, Gilton Della Cella e Wilson Aragão, a partir das 18h, no Largo Pedro Archanjo, com acesso gratuito. Já no Largo Tereza Batista acontece apresentação da Escola de Música Irmãos Macedo, às 20h, e o ingresso é trocado por um quilo de alimento. Ainda na sexta-feira, o Largo Quincas Berro D’Água recebe show de Dai, às 20h, com entrada gratuita.

O segundo dia de apresentações do VI Encontro de Cantadores no Pelô acontece no sábado (24), no Largo Pedro Archanjo, com shows de Alisson Menezes, Jessica Caitano, Ana Barroso, Maria Struduth e Daniel, e Gean Ramos. O evento começa às 18h, e o acesso é gratuito.

Ainda no sábado (24), tem evento do Bloco Alvorada, que lança o seu carnê de Carnaval 2023, às 16h, no Largo Tereza Batista. Quem anima o evento são os grupos Bambeia e Representa, e os ingressos custam R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia). Já no Largo Quincas Berro D’Água, tem Cláudia Assis com seu show ‘Retomando a Folia’, às 20h, com entrada gratuita.

Fechando a agenda do final de semana no Pelô, no domingo (25), a partir das 13h, no Largo Tereza Batista, acontece a tradicional Feijhoada da NegraJhô, que este ano recebe o Olodum, Banda Didá, Samba do Pretinho, Aloísio Menezes, Portela Açúcar e convidados. No Largo Pedro Archanjo acontece o show “Nelson Rufino convida O Samba da Bahia”, às 15h.

Um dos maiores nomes do gênero e que neste ano celebra 80 anos de idade, Rufino recebe Rogério Bambeia, Eduardinho, Fora da Mídia, Paulo César, Jota Zo e Elienai. O evento é aberto ao público. Enquanto isso, no Largo Quincas Berro D’Água, tem show do cantor Edu Casanova, com entrada gratuita.

Protocolos – Ocupação de acordo com os limites de cada largo. Para acessar aos shows, é preciso comprovar a regularidade da vacinação contra a Covid-19, mediante apresentação do documento de vacinação fornecido no momento da vacinação ou do Certificado COVID, de preferência impresso, obtido através do aplicativo “ConectSUS”, do Ministério da Saúde, ou dos links https://conectesus.saude.gov.br/ e https://cvd.saude.salvador.ba.gov.br/ (para residentes/vacinados no município de Salvador), e o documento de identificação com foto.

Programação

Banda Roma Negra e Dj. André Bahia – ‘Pelô Sustentável’

Quando: Quinta-feira (22), 19h

Onde: Largo Tereza Batista

Quanto: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)

VI Encontro de Cantadores no Pelô

Com Aiace (BA), Joana Terra (BA), Maviael Melo (PE), Gilton Della Cella (BA) e Wilson Aragão (BA)

Quando: Sexta-feira (23), 18h

Onde: Largo Pedro Archanjo

Quanto: Gratuito

Escola de Música Irmãos Macedo

Quando: Sexta-feira (23), 20h

Onde: Largo Tereza Batista

Quanto: Doação de Alimentos

Dai

Quando: Sexta-feira (23), 20h

Onde: Largo Quincas Berro D’Água

Quanto: Gratuito

VI Encontro de Cantadores no Pelô

Com Alisson Menezes (BA), Jessica Caitano (PE), Ana Barroso (BA), Maria Struduth e Daniel, e Gean Ramos (PE)

Quando: Sábado (24), 18h

Onde: Largo Pedro Archanjo

Quanto: Gratuito

Bloco Alvorada Carnaval 2023 – Lançamento do carnê

Atrações: Grupo Bambeia e Grupo Representa

Quando: Sábado (24), 16h

Onde: Largo Tereza Batista

Quanto: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia)

Cláudia Assis – ‘Retomando a Folia’

Quando: Sábado (24), 20h

Onde: Largo Quincas Berro D’Água

Quanto: Gratuito

Nelson Rufino Convida ‘O Samba da Bahia’

Quando: Domingo (25), 15h

Onde: Largo Pedro Archanjo

Quanto: Gratuito

Feijhoada da NegraJhô

Com Olodum, Banda Dida, Samba do Pretinho, Aloísio Menezes, Portela Açúcar e Convidados

Quando: Domingo (25), 13h

Onde: Largo Tereza Batista

Quanto: R$ 100

Edu Casanova

Quando: Domingo (25), 15h

Onde: Largo Quincas Berro D’Água

Quanto: Gratuito

 


Grupo Somos 5 com samba e pagode no Festival da Primavera


O Grupo Somos 5 sobe ao palco do Cruzeiro do São Francisco, pelo Festival da Primavera no Centro Histórico no próximo domingo, dia 25, às 13h. O Somos Cinco foi fundado em cinco do cinco de 2002 por cinco grandes amigos que moravam no Conjunto Marback.

No bar de Dona Neusa, ou em Tia Raí, no Bar Cantinho da Raí, ou no Empório Arvoredo, no Imbuí, os meninos eram sucesso desde o começo. Tocando samba e pagode, hits mais antigos ou de agora, eles ganharam o mundo e dividiram o palco com grandes estrelas da música, como Araketu, Pagodão na Ilha com Xandy (Harmonia do Samba), Beto Jamaica, Guig Guetho, Adelmário Coelho, Batifun, Márcia Freire, Cátia Guima e Renatinho do É o Tchan. O compromisso deles é com a descontração e a qualidade da apresentação, que tem na linha de frente o cantor Fabrício Nascimento.

Festival da Primavera 2022 – Uma rica programação cultural e gastronômica tomou conta do Centro Histórico de Salvador durante o Festival da Primavera, que será realizado até 25 de setembro pela Prefeitura de Salvador e pela Saltur – Empresa Salvador Turismo, com apoio da ACHE – Associação Centro Histórico Empreendedor. Shows e apresentações de orquestras no Largo do Pelourinho e no Largo do Cruzeiro do São Francisco, Festival Primavera Gourmet, tendo como fonte de inspiração a cachaça baiana, com a participação de 22 bares e restaurantes e exposição de cachaças da Bahia.

Acompanhe pelo instagram @pelourinho_salvador

Ou pelo site www.festivaldaprimavera.salvador.ba.gov.br.

Assessora de imprensa da ACHE – Doris Pinheiro – 71 98896-5016

Área de anexos

 

 


Targino Gondim e Quinteto Sanfônico na Estação Rubi


Divulgação

Liderado pelo sanfoneiro Targino Gondim, grupo formado por Sebastian Silva, Gel Barbosa, Marquinhos Café e Renan Mendes toca forró, MPB, tango e jazz na Estação Rubi

Já na segunda semana do projeto alavancado pelo Café Rubi, a Estação Rubi – Wish Hotel da Bahia recebe o cantor, compositor e sanfoneiro pernambucano Targino Gondim e o Quinteto Sanfônico do Brasil, nos dias 23 e 24 de setembro, às 20h30.

Ao lado dos músicos Sebastian Silva, Gel Barbosa, Marquinhos Café e Renan Mendes, Targino garante que a ideia do show é manter viva a arte nordestina através do som tradicional da sanfona e, com isso, contribuir para a disseminação da rica tradição cultural que há no País.

Os cinco integrantes e amigos que participam do projeto começaram os encontros em rodadas de sanfonas. “Destes encontros foram surgindo ideias e repertórios, daí fomos selecionando as músicas mais queridas para tocar juntos”, revela Gondim.

No repertório, não só o tradicional forró, mas também jazz, tango e chamamé, com canções como “Adios Nonino” (Astor Piazolla), “João e Maria” (Chico Buarque e Sivuca) e “Wave” (Tom Jobim), dentre tantas outras. Tendo como base cinco sanfonas, os músicos criaram novos arranjos para diversos sucessos da música mundial.

Targino diz ainda que vão tocar também muita coisa do universo das festas nordestinas, como os grandes clássicos do forró. “Estamos aguardando todos vocês para esse encontro maravilhoso”, convida. E garante que a proposta é apresentar a união das sanfonas tocando em harmonia e em uma só forma.

Mais informações: estacaorubi.com.br ou em nossas redes sociais – Instagram e Facebook.

O quê: Targino Gondim e Quinteto Sanfônico do Brasil, com Sebastian Silva, Gel Barbosa, Marquinhos Café e Renan Mendes

Quando: 23 e 24 de setembro

Horário: 20h30

Onde: Estação Rubi, Wish Hotel da Bahia

Quanto: couvert artístico: R$ 120

Vendas: WhatsApp: 71 9922.4545 e 9692.4546 ou na bilheteria: terça a quinta, das 13h às 19h, sexta e sábado, das 13h às 20h30


Shows de Negra Cor e Olodum na Maratona Salvador


Adelmo Casé. Foto reprodução do facebook do cantor.

Salvador vai contar com dois super shows em comemoração à Maratona Salvador, nos dias 24 e 25 de setembro, na Arena montada para a maior competição de corrida de rua do Nordeste, localizada na região da orla, atrás do Parque dos Ventos, na Boca do Rio. O grupo Negra Cor comandará o primeiro dia de apresentação, fazendo um show especial durante o pôr do sol, por volta das 17h.

Liderado pelo cantor, instrumentista e compositor Adelmo Casé, criador do grupo, a banda Negra Cor une hip hop, bases eletrônicas, o melhor da musicalidade da percussão baiana com a riqueza melódica e cultural da música negra, representada pelo reggae, samba-reggae, ijexá, funk, dentre outras. Um mix que vai encantar os soteropolitanos e também os turistas que já estarão na cidade para participar da Maratona Salvador.

Além do abre alas, outro espetáculo vai marcar o encerramento da Maratona. No domingo (25), por volta das 11h, o Olodum faz a festa dos atletas e do público que estará no local para prestigiar a competição. Depois de dois anos fazendo música em meio virtual, o grupo apresenta uma nova performance nos shows da turnê “Olodum Bahia Viva”.

Olodum.Divulgação

No repertório estarão grandes sucessos que consagraram a carreira, a exemplo de “Faraó”, “Avisa lá”, “Rosa”, “Deusa do Amor”, “Protesto Olodum”, “Vem Meu Amor’, e até mesmo uma releitura de “A Ver Navios”. Canções que carregam, mais uma vez, as marcas do Olodum ao cantar sobre as profundas mudanças sociais, ambientais e civilizatórias do país.

“A Maratona da primeira capital do Brasil, também conhecida como a Cidade da Música – título concedido pela Unesco -, não poderia começar e nem terminar de outra forma a não ser com muita musicalidade”, reitera o presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), Isaac Edington. Além dos shows da Negra Cor e do Olodum, outras apresentações culturais estão previstas ao longo do percurso da competição e serão anunciadas em breve.

Inscrições – A Maratona Salvador continua com inscrições abertas através do site www. maratonasalvador. com . Podem participar competidores nas categorias 5K, 10K, 21K e 42K, com partida realizada no Parque dos Ventos e seguindo pela orla da cidade. Serão premiados os cinco primeiros colocados em cada categoria, somando R$190 mil no total aos vencedores.


“Mamãe Sacode – A Festa” com Bailinho de Quinta e Carnavalis


Bailinho de Quinta. Foto Caroline Paternostro /Divulgação

Bailinho de Quinta e Carnavalis vão balançar o chão da Nossa Vila e levar a essência do carnaval para o Clube Espanhol

Entre confetes e serpentinas, os foliões vão matar a saudade da maior festa popular do planeta ao som do Bailinho de Quinta, com seu repertório contagiante de Marchinhas Carnavalescas que povoaram as rádios e as ruas entre as décadas de 20 e 70, e da banda Carnavalis – que relembra os maiores sucessos que agitaram micaretas e carnavais pelo Brasil. Batizado de “Mamãe Sacode – A Festa”, o evento acontece no dia 11 de setembro, domingo, a partir das 15h, no Clube Espanhol. Os ingressos podem ser adquiridos através da plataforma Sympla.

Carnavalis /Divulgação

SOBRE O BAILINHO DE QUINTA – O projeto do Bailinho de Quinta surgiu nos bailinhos de carnaval do Pelô, para preservar a tradição carnavalesca. O grupo participa e estimula o desenvolvimento desse movimento, na Bahia, desde 2009, produzindo Bailes Carnavalescos pós-modernos, com confetes, glitter, fantasias e muita alegria, para que o público possa reviver a essência dos eternos carnavais. A banda é composta por músicos atuantes no cenário musical baiano, como o guitarrista Graco, o baterista Thiago Trad e a cantora Juliana Leite. Em 2014 o grupo lançou o disco autoral “Bora Bora Bora”, mostrando que o ritmo das marchinhas não ficou no passado e pode dar conta de comportar letras e atmosferas do presente, injetando doses de atualidade no gênero musical. Mais informações: www.bailinhodequinta.com.br

 

SOBRE A BANDA CARNAVALIS – Carnavalis (@oficialcarnavalis) foi fundada em 2003, com a proposta de levar a Música Baiana para as micaretas e carnavais pelo Brasil. Desde a sua fundação já esteve em diversas cidades, participando de grandes eventos e contagiando o público com o ritmo alegre e consagrado, que é o Axé Music. Com Peu Carvallho (@peucarvallhooficial) no vocal e repertório cuidadosamente elaborado, a Carnavalis traz os hits antigos e também algumas das chamadas “músicas de lado B” dos grandes artistas e bandas de Axé Music, que animaram as micaretas e carnavais pelo Brasil, desde a década de 80, mas principalmente nos anos 90 e 2000, aliados às músicas autorais da Banda.

SERVIÇO

MAMÃE SACODE – A FESTA

– Com Bailinho de Quinta e banda Carnavalis

Data: Domingo, 11/09

Hora: a partir das 15h

Local: Nossa Vila, Clube Espanhol, Ondina

Ingressos à venda no Sympla

Link: Mamãe Sacode – A Festa em Salvador – 2022 – Sympla