Porto Seguro segue com o Carnaporto

Para quem quer curtir muito dias de Carnaval, além Quarta-feira de Cinzas, Porto Seguro é um dos melhores destinos porque tem o carnaval oficial da …



Carnawê, o carnaval com lazer, arte e cultura indígenas


Em Porto Seguro acontece um carnaval diferente à beira mar com tranquilidade e muita cultura milenar, o Carnawê 2018– Integração de Arte, Cultura e Tradições Ancestrais, na Prainha, no Território Indígena Pataxó de Barra Velha do Extremo Sul da Bahia, Aldeia do Xandó, em Caraíva, no período de 9 a 11 de fevereiro.

Durante o Carnaval de 2018, uma comunidade ancestral está viva na região de Caraíva, Porto Seguro, Brasil. Ali outros valores são apresentados ao buscador dos conhecimentos que valorizam o fortalecimento da simplicidade, humildade e alegria de viver em família, com os amigos e em total harmonia com os elementais.

A Caraíva é Nativa e seus valores são apresentados por um receptivo que agrega valores e co-criações e quem contempla contribui com a geração de renda nos moldes da Economia Criativa e Solidária.

Danças Rituais, Medicinas da Floresta, Culinária Tradicional, Bioconstruções, Alimentação Viva, Grafismos Indígenas, Artesanato Tradicional, Ciclos de Palestras, Intervenções, Roteiros e Vivências Ancestrais, muita música de boa qualidade.

Buscando a interação de visitantes com a cultura tradicional Pataxó, do Extremo Sul da Bahia, a Família Prainha, no dia 10 de fevereiro de 2018 (sábado de carnaval) convida a todos no sagrado sentimento de proporcionar um espaço de interação étnica com programação elaborada em torno dos Saberes Tradicionais da Etnia Pataxó, promovendo, desta forma uma grande Integração de Arte, Cultura e Tradições Ancestrais.

 

Programação
Extensa programação de vivências tradicionais da Etnia Pataxó, Variedade de sons, oficinas, rituais, rodas de ações colaborativas.

#Awê Ritual
Ritual com cantos e danças tradicionais em Fogueira Sagrada.

#Artesanato Tradicional Pataxó
Exposição e venda de colares, brincos, maracás, apitos e artefatos típicos da Etnia.

#Pintura Corporal
Acesso a Pintura Corporal com grafismos e significados indígenas;

#Banhos no rio Caraíva e interação com os saberes ancestrais

Durante todo o dia famílias pataxós ocupam este território para prática de etnoturismo através dos seus conhecimentos tradicionais e a interação com todos os participantes desta proposta.
#Jogos e brincadeiras
Demonstrações da educação tradicional indígena com seus cantos, vivências de arco e flecha, corridas de maracás, zarabatana, patxmiukay, cabo de força entre outros.

#Terapias Naturais , Defumação de amesca, cachimbo sagrado, rapé, limpezas energéticas, práticas xamanicas e argila medicinal.

#Degustação de alimentos tradicionais pataxó.
Degustação de diversos alimentos oriundos da tradição Pataxó, também será possível interagir com as cozinheiras sagradas durante o servir.

#Som ambiente
Condução sonora com Dj’s tocando sons tradicionais, samba, regionais e propostas rítmicas experimentais.

#Oficinas criativas Exposições
Atividades co-criativas e abertas durante todo o dia com educadores parceiros, rodas

Carnawê 2018
9  a 11 de fevereiro – 9 h
Prainha, Território Indígena de Barra Velha
Aldeia Pataxó do Xandó

Realização: Família Prainha/Caraíva Nativa

Mais informações no site: carnawepataxo.eco.br
Venda de ingressos: https://www.sympla.com.br/carnawe-2018—integracao-de-arte-cultura-e-tradicoes-ancestrais-pataxo

 

 


O 1º Festival do Coco encerra domingo em Conde


Alto do Farol da Barra do Itariri em Conde

Este evento aquece o turismo na cidade com uma extensa programação que conta com visitas em campo, cursos e seminários, Festival Gastronômico, apresentações culturais e atrações musicais como Saulo, Harmonia do Samba e Daniel Vieira.

Desde segunda (22) e até domingo (28), a Prefeitura Municipal de Conde realiza a primeira edição do Festival do Coco. Com o objetivo de difundir tecnologias, inovações, capacitação e qualificação técnica fortalecendo o agronegócio do coco, o evento destaca o município como o maior produtor de coco da Bahia, do Nordeste e do Brasil, assumindo posição importante como atividade geradora de emprego e renda.

Localizado no Litoral Norte Agreste Baiano, Costa doas Coqueiros, a 180 km de Salvador (pela Linha Verde) e 208 km pela BA 235| BR 101, as principais atividades econômicas do município são o cultivo do coco, mandioca, banana e laranja através da agricultura familiar, a pesca e a pecuária extensiva, além do turismo que surgiu como mais uma vertente na economia plural diversificada local.

Conde sedia quatro indústrias de beneficiamento de coco que são Frysk, Saturno, Biogrou e Finococo, entre elas se destaca a Frysk que tem como objetivo beneficiar 100% do coco verde e seco. A cidade também possui uma das principais empresas de produção de Mudas de Coco, a Tecnococo, além do primeiro Sindicato Nacional do país, o Sindicoco que representa a categoria econômica dos produtores de coco, sementes e mudas e seus subprodutos não industrializados.

Evento – Com estimativa de atrair cerca de 50 mil pessoa durante os sete dias de Festival, entre população local, turistas, empresários, pesquisadores, técnicos e estudantes nas áreas afins, o evento tem a premissa de despertar no Poder Público Estadual e nos produtores rurais uma série de medidas para firmar a cultura do coco como uma atividade ainda mais lucrativa. Adotando medidas que consistem, principalmente na difusão de tecnologias através de Pesquisas conceituadas da EMBRAPA Tabuleiros Costeiros, tendo no seu corpo técnico de pesquisadores os melhores do país na cultura do coco, com a difusão da prática da irrigação, consorciação com outras culturas, controle de pragas, melhoramento genético, aprimoramento de equipamentos da indústria de extração de água de coco; aprimoramento das técnicas de conservação da água de coco, capacitação, entre outras.

 

Programação Cultural: A quarta-feira (24) e a quinta-feira (25) a Percussão Siribeira se apresentar no Teatro Fênix, além da Puxada de Rede, Maculelê e Marujada que se apresentam na Associação Siribeira. Nos dias 26 e 27 a programação ganha um plus a mais, shows completos do cantor Saulo, Daniel Vieira e do grupo Harmonia do Samba.

Atrações musicais: Em sua primeira edição o Festival do Coco une as belezas naturais com o sabor da gastronomia local, com um ingrediente especial que é o Coco. Com uma programação cultural diferenciada, o Festival também dá oportunidade aos artistas da terra e artistas como Saulo, Harmonia do Samba e Daniel Vieira. A programação segue com eventos gratuitos.

No dia 26.01 (sexta-feira), a turma do Harmonia do Samba se apresenta a partir das 21h, na Praça Severiano Vieira, no sábado (27), Daniel Vieira leva sua essência baiana do ritmo sertanejo para animar o público do Conde, no mesmo dia o cantor Saulo mostra seu som raiz no último dia de festa.

Continua a seguinte programação

Quarta-feira 24/01/18: Curso Sobre a Cultura do Coqueiro
Local: Auditório 2 (Câmara de Vereadores)
08h00 às 15h00 – Seminário de Gestão Empresarial na Área de Turismo / SEBRAE
Local: Auditório 1
08h00 às 09h50 – “Manejo da Irrigação em Áreas de Produção de Coco”
Ronaldo Souza Resende (Pesquisador da EMBRAPA – Tabuleiros Costeiros)
09h50 às 10h10 – Café
10h10 às 12h00 – “Estratégias de Controle de Pragas na Cultura do Coqueiro”
Dulce Regina (Pesquisadora da EMBRAPA – Tabuleiros Costeiros)
12h00 às 13h30 – Almoço
13h30 às 15h15 – “Cultivo Consorciado do Coqueiro com Gliricídia Sepium Utilizada como Fonte Permanente de Nitrogênio”
Humberto Rollemberg Fontes (Pesquisador da EMBRAPA – Tabuleiros Costeiros)
15h15 às 15h30 – Café
15h30 às 17h15 – “Manejo Sustentável para a Cultura do Coqueiro – Cobertura Morta com Folhas Secas do Coqueiro em Sistema de Produção Irrigado”
Fernando Luiz Dultra Cintra (Pesquisador da EMBRAPA – Tabuleiros Costeiros)
19h00: 2ª Noite do Festival Gastronômico/Cultural
Local: Praça Severino Vieira
Quinta-feira 25/01/18: Dia de Campo
08h00 às 12h00 – Dia de Campo / Visita Técnica na Fazenda da Empresa Aurantiaca (Pesquisadores da EMBRAPA – Tabuleiros Costeiros)
Local: Auditório 1
14h00 às 14h30 – “Desenvolvimento Regional Sustentável com o Aproveitamento do Coco” (SEBRAE)
14h30 às 15h00 – “Seguro e crédito” (Banco do Nordeste do Brasil)
15h00 às 15h30 – Café
15h30 às 16h00 – “Produção de mudas” (Wilson Aragão – TECNOCOCO)
16h00 às 16h30 – Palestras “Tecnologia de Pulverização para Coqueiros” – Fabrício Teixeira (Consultor Técnico)
19h00: 3ª Noite do Festival Gastronômico/Cultural
Local: Praça Severino Vieira
Sexta-feira 26/01/18: Palestra e reunião técnica sobre a cultura do Coqueiro
Local: Auditório 1
08h00 às 08h30 – Palestra “Desafio ao Produtor Rural de Coco do Litoral Norte da Bahia” – Reinaldo R. do Nascimento (Presidente da ASBACOCO)
08h30 às 09h30 – Panorama atual do agronegócio coco (SINDICOCO)
Local: Auditório 2 (Câmara de Vereadores)
09h30 às 09h45 – Café
09h45 às 11h00 – Reunião da subcâmara do Coco (redação do documento – carta em defesa da revitalização da cultura do coqueiro para autoridades estaduais)
11h00 às 12h00 horas – Reunião técnica (redação do documento – carta em defesa da revitalização da cultura do coqueiro para autoridades estaduais)
19h00: 4ª Noite do Festival Gastronômico/Cultural
Local: Praça Severino Vieira
21h00 – Atrações Musicais (Harmonia do Samba)
Local: Praça Severino Vieira
Sábado 27/01/18: Programação Cultural
19h00: 5ª Noite do Festival Gastronômico/Cultural
Local: Praça Severino Vieira
21h00 – Atrações Musicais (Saulo e Daniel Vieira)
Local: Praça Severino Vieira
Domingo 28/01/18: Programação Cultural
– Encerramento do 1º Festival do Coco em Conde-Bahia-Brasil


Primeiro Camarote gratuito do Carnaval de Salvador


A principal novidade da cerveja patrocinadora do Carnaval da Bahia é a Casa Skol, o primeiro camarote aberto ao público no circuito Dodô (Barra-Ondina) que para maior comodidade deverá se inscrever com antecedência na Sympla ou enfrentar fila nos dias da folia (veja mais no final da matéria). A empresa vai promover atrações democráticas e populares no Carnaval de Salvador, com uma programação que começa no próximo sábado (20), e vai até o carnaval. Será o maior investimento da Skol na Bahia.

Presente nos principais carnavais de rua do Brasil, a cerveja  Skol  neste ano se une a alegria do folião pipoca para tornar o Carnaval de Salvador uma das festas mais democráticas do país. Durante a folia de Momo a Skol  promove uma festa redonda com atrações que vão unir as pessoas em torno da alegria e da descontração. É o segundo ano consecutivo que a marca é a patrocinadora oficial do Carnaval, mas a relação com a maior festa de rua do mundo já soma mais 20 anos.

Maior Investimento – Antes e durante os dias da folia a conexão com o soteropolitano será com a Skol. Além de patrocinar a maior festa de rua de Salvador,  assina os principais ensaios de verão, que agitam a capital no período pré-Carnaval, entre eles os ensaios da banda Duas Medidas, o Ensaio do Psi, o Baile da Santinha e as Quartas do Parango.

Para tornar a folia baiana ainda mais redonda a cerveja Skol estará presente em 7 blocos [Camaleão, Vumbora, Nana, Banana Coral, Inter, Arrastão do Psirico e Burburinho] 4 camarotes [Casa Skol, Camarote Skol Beats, Camarote Nana, Camarote Planeta Band] além de mais de 80 trios sem corda, contratados pela Prefeitura.

Primeiro Camarote Aberto – Seguindo a tendência dos blocos que a cada ano baixam as cordas, a cerveja Skol trouxe para o Carnaval de Salvador a Casa Skol – o primeiro camarote aberto do carnaval. Localizada no coração do Circuito Dodô (Barra/Ondina) o espaço pretende tornar a folia baiana ainda mais democrática e acessível.
Com capacidade diária para 600 pessoas, promete agitar o circuito no período pré-carnaval e durante os seis dias de festa com atrações para todos os públicos e uma programação musical diversificada para agradar a todos os gostos.
Neste camarote, os foliões serão recebidos com um brinde de boas vindas da cerveja Skol, poderão renovar a make-up, além de outras surpresas.

Programação Diversificada  – A programação da Casa Skol tem início no próximo sábado, dia 20, com show de Alinne Rosa na Varanda Redonda. O espaço servirá de palco tanto para a parte interna, quanto para a parte da rua, tornando o espaço ainda mais democrático. No dia 27 de janeiro quem assume o palco é o cantor Dan Valente. Nestes dois sábados os shows estarão voltados exclusivamente para a rua.

A partir do dia 4 de fevereiro, o camarote funcionará totalmente aberta ao público, com o show da banda ÀTTOOXXÁ, tornando a folia do Furdunço ainda mais redonda e inclusiva, com a participação do folião pipoca.
Nos dias de carnaval, a Casa funcionará normalmente. Na quinta-feira, dia 8, o espaço recebe o som afro baiano de Margareth Menezes. O sábado de carnaval, dia 10, ficará com a animação das cantoras Larissa Luz, Karina Buhr e Pitty, à frente do projeto “Respeita as Mina”.
O rapper paulista Rael vai levantar o folião pipoca no domingo, dia 11. A segunda de carnaval contará com o funk do carioca Nego do Borel. E para encerrar com chave de ouro a programação do espaço, a terça-feira de carnaval será com Felguk.

Acesso – Durante os seis dias de folia a casa funcionará aberta ao público em dois momentos, das 16h às 21h com uma tour rotativo pela Casa SKOL, e das 22h às 2h – horário dos shows.
Para ter o acesso preferencial à Casa Skol, sem pegar fila, o folião deve realizar o cadastro através do site Sympla (www.sympla.com.br/casaskol). A inscrição é gratuita. O cadastro no site começa hoje (16) e dura até o último dia de Carnaval, 13 de fevereiro, ou enquanto durarem os ingressos.

Após a inscrição, o folião receberá a confirmação do cadastro por SMS e um e-mail com o voucher referente ao dia escolhido. O ingresso deve ser apresentado impreterivelmente no ato da entrada, impresso ou digitalizado através de algum aparelho eletrônico (smartphone/tablet) com o devido QR Code. Em caso de perda do voucher basta informar o nome completo ou CPF do responsável para acesso as demais informações no sistema.

Democrática e acessível, os foliões que não fizerem cadastro no Sympla também poderão ter acesso à Casa, porém será necessário pegar uma fila convencional, e respeitar o limite de capacidade do espaço.

Para garantir a segurança dos foliões, não será permitida a entrada de: garrafas plásticas e de vidro, potes com tampas, latas, capacetes, cadeiras, guarda-chuvas, objetos pontiagudos, fogos de artifício, comidas, bastão de selfie, isopor, animais e armas de fogo ou armas branca.


Homenagens a Iemanjá no Dois de Fevereiro


 

Dois de Fevereiro, dia dedicado a orixá Rainha do Mar, Protetora dos Pescadores cuja as cores são azul cor do mar com branco e a saudação é Odoyá, que significa Mãe das Águas! É uma festa estritamente do sincretismo religioso e há uma magia tão grande que leva todos ao Rio Vermelho para prestar homenagens a Iemanjá, unindo momentos de devoção e de diversão na festa profana! Em algumas cidades do país, como Porto Alegre (RS), este dia é de Nossa Senhora dos Navegantes. Mas em Salvador é diferente, o dia se dedica a orixá e não há nenhuma manifestação católica. (Noemi Flores)

Considerada um orixá feminino cheio de vaidade, geralmente as oferendas  se restringem a flores, perfumes e bijuterias que são colocadas em vários balaios, durante o dia todo, na casa construída pelos Pescadores da Colônia de Pesca do Rio Vermelho, para serem lançados em alto mar. São estes pescadores que a homenageiam com esta festa! Porém advertem para que os devotos atentem para a ecologia e ofertem presentes que levem em conta a preservação da natureza marítima.

É uma das festas mais belas e tradicionais do Rio Vermelho, uma das remanescentes  das famosas Festas de Largo de Salvador, que atraíam a juventude de décadas passadas para estes eventos famosos do calendário da Bahia, por apresentarem boa música, comidas e bebidas tradicionais em barracas montadas nos locais.

Atualmente estas festas  também estão sendo realizadas em ambientes fechados que cobram por pessoa um valor específico, como bares, restaurantes, casas, noturnas, pousadas e hotéis, localizados no bairro, que oferecem feijoada ou um cardápio especial para o dia, com música ao vivo e muita diversão. Outros abrem suas portas para todos e só cobram o consumo da bebida e comida.

Já para quem quer ficar de pipoca pode acompanhar o desfile de bandinhas e blocos ( não são permitidos trios elétricos) pelas ruas do bairro que animam a todos. E se for o caso de sentir muito calor, porque geralmente o sol é forte neste dia, pode se banhar nas águas das praias próximas à festa. Mas sem esquecer de pedir licença à dona das homenagens!


Carnaval em Salvador terá atração também no mar


Muitas novidades para quem vai curtir a folia na capital baiana em 2018, que tem como tema “Salvador Meu Carnaval”. As principais novidades são o palco flutuante no mar tendo como atração o cantor Denny Denan (ex-Timbalada); dois dias de pré-carnaval na Barra, nos dias 3 e 4 de fevereiro e também a abertura oficial da folia, que neste ano acontecerá no Circuito Dodô (Barra/Ondina), na quinta-feira (8). O período oficial do Carnaval será de 8 a 14 de fevereiro.

A entrega das chaves ao Rei Momo contará com show da cantora Cláudia Leitte, acompanhada pelo DJ internacional PitBull e participação do grupo Fitness Zumba. Nesse mesmo dia acontece o Furdunço: com 25 atrações, deixa a tradição do Circuito Osmar (Campo Grande/Castro Alves) e será realizado no Circuito Dodô, fortalecendo o início oficial da folia.

No Campo Grande, a Vila Infantil foi transformada em Baile Infantil e contará com shows para a criançada de sábado a terça-feira, das 10h às 12h. A dançarina Lorena Improta e as bandas As Unicornias, Canela Fina e Cadeira de Brin são as atrações confirmadas até o momento.

A abertura do Carnaval no Circuito Batatinha (Centro Histórico), na sexta-feira (9), vai ganhar um palco inteiro onde orquestras de cinco maestros – Zeca Freitas, Fred Dantas, Paulo Primo, Sérgio Benutti e Hugo Sambone – vão agitar os foliões com um grande baile, com direito a máscaras, fantasias, confetes, serpentinas e muita alegria.

A iniciativa é criar um ambiente que incentive as pessoas a se reunirem em família, juntarem os amigos e caírem na folia embalada pelos grandes sucessos dos carnavais de todos os tempos: marchinhas, frevos, galopes, axé, pagode e muito mais. As apresentações acontecem a partir das 16h.

Como parte integrante de uma série de ações promovidas pela Prefeitura para impulsionar o turismo náutico na Baía de Todos-os-Santos, será realizado este ano, como projeto-piloto, o Carnaval Náutico. Um palco flutuante será montado nas proximidades do Solar do Unhão, na Avenida Contorno, tendo como atração principal o cantor Denny Denan (ex-Timbalada) no domingo (11), das 12h às 18h. A depender do resultado, a iniciativa poderá ser adotada para os próximos anos.

Pré-Carnaval nos dias 3 e 4 de fevereiro

Armandinho, Dodô e Osmar no Furdunço

Mais de um milhão de pessoas devem participar do pré-Carnaval de Salvador, entre baianos e turistas, nos dias 3 e 4 de fevereiro, na orla entre Ondina e Barra, no circuito chamado de Orlando Tapajós. No dia 3, um sábado, acontece o Fuzuê, com 30 atrações percussivas e de sopro. E no dia 4, um domingo, é a vez do Furdunço, com 41 atrações , já com microtrios e os chamados “pranchões”.

Fuzuê – Participam do Fuzuê os grupos culturais: Mamulengo da Bahia, Oficina de Frevos e Dobrados, Grupo Cultural Mandu, Tio Paulinho, Grupo Folclórico Zambiapunga, Burrinhas de Taperoá, Careta Tradicional de Acupe, Caretas de Cairú, Grupo Folclórico Gongos Congos de Cairú, Ed Bala & Fanfarra Mágica, Commanche do Pelô, Pierrot Tradição de Plataforma, Mascarados de Maragogipe, Malê Debalê, Terno Rosa Menina, Samba de Nicinha Raízes de Santo Amaro, Maracatu Santo Antônio, Afoxé Korin Nagô, Aldeia Coletivo Cênico “Gudiar”, Arraiá das Marias, Escola de Samba Unidos de Itapuã, Chegança dos Marujos Fragata Brasileira, Barquinha de Bom Jesus dos Pobres, Amigos de Babá, Ókánbí, Lidroamor Axé, Mundo Negro, Coral [email protected] Performático e Percussivo do BBG, Vamos Nessa e As Kuviteiras.

Furdunço – O Furdunço, que desde 2014 vem com a proposta de valorizar as apresentações e manifestações culturais, orquestras, grupos percussivos, minitrios e pranchões, acontece no dia 4 no pré-Carnaval. As atrações são: Canela Fina, US π, Mamah Soares e Coletivo de Tambor, Rixô Elétrico, Peu Meurray, Maira Lins, Garampiola, Marana, Flor Serena – Rural Elétrica, Micro Trio Ivan Huol, Faustão e Os Mongas, Wilson Café, Alex da Costa e Coreto Elétrico, Dan Miranda Jonathan Raphae, Banda Release, Orquestra de Pandeiros de Lauro de Freitas, Grupo Confusão, Júnior Figueredo, Luciano Calazans, Armandinho, Dodô & Osmar, Bailinho de Quinta, Alavontê, Viola de Doze, Os Informais, Quabales, Paulo Raio, Os MyFriends, Samba de Farofa, Banda Tallowah, Vitrola Baiana, CDR Style, Duas Medidas, Márcia Castro, Banda Cativeiro, Furdence Coletivo DJs da Bahia, Batifun, Lucas Di Fiori, Dan Hius, Àttooxxá e BaianaSystem.

Novidade – O circuito Dodô, já durante o Carnaval, recebe este ano mais uma novidade, o Furdunço, que sairá na quinta, 8 de fevereiro. A magia da festa de rua contará com a brisa do mar e a grande participação popular. O cortejo seguirá até Ondina. As atrações do Furdunço no dia 8 são: Santo 7, Jau, Afoxé Kambalagwanze, Duas Medidas, KuqueMalino, Banda Milsinho Veloso, Baianafolia, Peu Baiano e Banda, Pimenta Elétrica, Os Marchistas, Armandinho, Dodô & Osmar, Thomé Viana & Banda Ragga, Ara Ketu, Juan e Ravena, Virgílio, Banda Nave Louca, Alavontê, Mulheres no Poder, Banda AiyéBaiyé, Welington Pacheco, Julio Caldas, Maglore, Bonneco, Banda Outros Baianos e Marquinhos Café.

Confira toda a programação oficial do Carnaval de Salvador: http://www.salvadormeucarnaval.com.br/programacao-interna/.