Carnaval sem cordas da Bahia

Bell Marques, Anitta, Luiz Caldas,  Armandinho Dodô e Osmar, Margareth Menezes, Baiana System, Léo Santana, Harmonia do Samba, Baby do Brasil, Paulinho Boca, Parangolé, Sarajane, e …


Samba carioca é destaque no Sábado de Carnaval


Para quem curte samba uma boa pedida é o bloco Vem Sambar que terá como destaque o grupo carioca Vou Pro Sereno no sábado de Carnaval, a partir das 19h no tradicional Circuito Osmar (Campo Grande) em Salvador. No bloco, que já teve como atração nomes como Xande De Pilares, Exaltasamba, Fundo de Quintal, entre muitos outros bambas, vai se apresentar também o grupo soteropolitano Swing Do Fora Da Mídia.

O quarteto carioca é formado por Alex Sereno (Tantã e Voz), Júlio César (Pandeiro e Voz), Paulinho (reco-reco e Voz) e Rodrigo Sereno (Violão e Voz) e tem a Roda de Samba mais celebrada da Cidade Maravilhosa, “Nada Pra Fazer”. Com um louvor todo especial ao samba de raiz, aos mestres e sua verdade musical, Vou Pro Sereno, tem 20 anos de formação e sucessos tocados por todo Brasil: “Mulher Não Manda em Homem”, “Sem Moderação”, “Logo De Um Jeito” e  “Nosso Amor É Perfeito”.

Para Salvador, o grupo preparou repertório que é uma verdadeira celebração ao samba. “Nosso repertório é de samba, de canções nossas, mas também de músicas que viraram clássicas do ritmo. No show celebramos os mestres e o público, com a alegria. Sendo carnaval? Vamos misturar o jeito baiano e o carioca de ser. Aí dá sambão!” afirma Alex Sereno.

Bloco Vem Sambar

Data: – 10 de fevereiro (sábado)

Local: – Circuito Osmar – Campo Grande / Salvador

Horário: – 18h30min

Censura: – 14 anos

Informações: http://www.ticketmix.com.br/bloco-vem-sambar-

 

 


Roteiro de Carnaval para turistas e soteropolitanos


Foto divulgação Valter Pontes/Secom

Turistas e soteropolitanos que estiverem no Carnaval de Salvador sentirão de perto o que é a maior festa de participação popular do planeta. A folia momesca da cidade terá mais de mil horas de música, mais de 700 apresentações e chama a atenção pelos espaços ainda mais diversificados, com ritmos para todos os gostos.

Tudo começa oficialmente nesta quinta-feira (08), após a entrega das chaves da cidade ao Rei Momo, seguido do trio da cantora Cláudia Leitte, saindo do Farol da Barra e com a presença especial do rapper internacional Pit Bull. No circuito do Centro, a noite é das bandas e blocos de samba.

Circuito e atrações – São sete circuitos oficiais: Dodô (Barra/Ondina), Osmar (Campo Grande), Batatinha (Centro Histórico), Riachão (Garcia/Campo Grande), Sérgio Bezerra (Barra), Orlando Tapajós (Ondina/Barra) e Mestre Bimba (Nordeste de Amaralina). Os trajetos terão desfile de mais de 190 atrações sem cordas, blocos tradicionais, movimentos como o Furdunço, afros e afoxés, além de shows gratuitos em palcos temáticos e aqueles montados em dez bairros.

Artistas sem cordas – A programação contará com apresentações das cantoras Daniela Mercury, Cláudia Leitte, Alinne Rosa, Larissa Luz, Ju Moraes e Margareth Menezes. Estarão presentes também os cantores Saulo, Carlinhos Brown, Emicida, Tuca Fernandes, Denny Denan, Léo Santanna, Danniel Vieira, Igor Kannário e Jau. Entre as bandas que se apresentarão sem cordas estão Cheiro, Psirico, Baco Exu do Blues, Eva, Alavontê, Duas Medidas, Harmonia do Samba, É o Tchan, La Furia, Duas Medidas e Parangolé.

Baile Infantil – No Campo Grande, a Vila Infantil foi transformada em Baile Infantil e receberá shows para a criançada, de sábado (10) a terça-feira (13), das 10h às 12h. A dançarina Lorena Improta e as bandas As Unicornias, Canela Fina e Cadeira de Brin são algumas das atrações confirmadas.

 

Sexta Orquestrada – A abertura do Carnaval no Circuito Batatinha, na sexta-feira (9), vai ganhar um palco inteiro onde orquestras de cinco maestros – Zeca Freitas, Fred Dantas, Paulo Primo, Sérgio Benutti e Hugo Sambone – vão agitar os foliões com um grande baile, com direito a máscaras, fantasias, confetes, serpentinas e muita alegria. A iniciativa é criar um ambiente que incentive as pessoas a se reunirem em família, juntarem os amigos e caírem na folia embalada pelos grandes sucessos dos carnavais de todos os tempos: marchinhas, frevos, galopes, axé, pagode e muito mais. As apresentações acontecem a partir das 16h.

Denny Denan em foto de Tiago Quirino (Youtube)

Folia náutica – Como parte integrante de uma série de ações promovidas pela Prefeitura para impulsionar o turismo náutico na Baía de Todos-os-Santos, será realizado este ano, como projeto-piloto, o Carnaval Náutico. Um palco flutuante será montado nas proximidades do Solar do Unhão, na Avenida Contorno, tendo como atração principal o cantor Denny Denan (ex-Timbalada) no domingo (11), das 12h às 18h. A depender do resultado, a iniciativa poderá ser adotada para os próximos anos.

Festa nos bairros – O Carnaval de Salvador 2018 permanece como uma folia descentralizada e voltada para todos os públicos. Os palcos temáticos e os carnavais de bairros contarão com mais de 200 atrações em sete localidades e três ilhas. Os festejos acontecerão no Campo da Pronaica, em Cajazeiras X; em Periperi, na Praça da Revolução; em Itapuã, no Centro de Atividade do Parque Metropolitano Lagoas e Dunas do Abaeté; na Liberdade, na Praça Nelson Mandela (em frente ao Plano Inclinado); na Boca do Rio, no Parque Poliesportivo; em Plataforma, na Praça 15 de Abril; e em Pau da Lima, na Praça Nossa Senhora Auxiliadora, além das ilhas dos Frades, de Maré e de Bom Jesus dos Passos. As apresentações acontecem a partir das 19h.

Palco do Rock – Com 24 anos de existência, o Palco do Rock será montado em Piatã para os fãs do ritmo. Com o intuito de difundir, fomentar e formar a cadeia produtiva da identidade e cultura desse ritmo, a atração reúne artistas e bandas locais e nacionais do gênero musical e acontecerá de sábado a terça-feira (10 a 13), a partir das 19h.

Foto divulgação de Valter Pontes/Secom

Centro Histórico – Já o Centro Histórico receberá palcos em três pontos. De sábado (10) à terça-feira (13), a Praça da Cruz Caída receberá o Terreiro do Samba. o Terreiro de Jesus vai abrigar o Palco Multicultural com bandas de hip hop, reggae, arrocha e demais estilos. A Praça Municipal terá, na segunda-feira (12), a partir das 18h, o Desfile de Fantasia de Luxo e Originalidade, além de shows de transformistas.

Beco das Cores – Como tradição de espaço de celebração da diversidade, o Beco das Cores permanecerá na Rua Dias D’Ávila (Barra). São apresentações de música eletrônica que acontecerão no intervalo da passagem dos blocos, de sábado (10) a terça-feira (13), das 19h a 0h. No Farol da Barra, a partir da quinta-feira (8), a Torre Eletrônica reunirá grandes nomes do gênero que vão animar o público logo após o desfile do último bloco.

Pôr do Sol – A grade de atrações gratuitas inclui também o Pôr do Sol na Castro Alves (Centro), que já possui confirmadas as bandas Àttooxxá, na segunda-feira (12), e Armandinho, na terça-feira (13).

Confira aqui toda a programação do Carnaval 2018http://www.salvadormeucarnaval.com.br/programacao-interna/

Maragojipe: Carnaval tradicional de marchinhas e máscaras


Fotos divulgação de ​ Francisco ​​Gomes

Para quem quer viver um clima de Veneza (Itália), mas com a alegria e diversão característica baiana pode visitar Maragojipe, pertinho de Salvador, a 133 km de distância, e vivenciar uma tradição da Europa do século XIX com origem nos entrudos ( uma série de jogos e brincadeiras populares nos três dias antes da Quaresma).

Nas ruas principais da cidade blocos de mascarados desfilam ao som de machinhas e foliões se divertem usando as fantasias mais variadas.O Carnaval na sua essência. Assim é a folia em Maragojipe, com o tema Super-herói da Folia, a festa em 2018, que acontece do dia 10 ao dia 13, mantém a tradição dos antigos bailes, ao som de “Mamãe eu quero”, “O teu cabelo não nega”, “Allah-lá-ô” e “Cabeleira do Zezé”.

folia em Maragojipe começa na sexta-feira, dia 9, quando o Bloco das Almas sai do cemitério convocando os espíritos bons para brincar o Carnaval. Depois de sábado, dia 10, a terça-feira, dia 13, a festa conserva sua tradição e traz nomes como Pagodart, Ricardo Chaves, Filho de Jorge, Jau, Seu Maxixe, Diamba e Guig Guetho, além de mais de 12 atrações locais, como orquestras carnavalescas e sambas de rodas. O ponto alto da festa será o concurso de mascarados e fantasias.

Reconhecido e registrado pelo Instituto do Patrimônio Artístico Cultural do Estado (IPAC), em 2009, como “Patrimônio Imaterial da Bahia”, na festa, as machinhas têm também o som das centenárias orquestras e charangas maragojipanas. Uma diversidade de cores, gestos e práticas ímpares na manifestação transformam o evento, em um festejo diferenciado, remontando ao verdadeiro carnaval de cunho popular.

“O Carnaval de Maragojipe traz a essência das festas carnavalescas, tendo inspiraçãoem festas similares que ocorriam na Europa no século XIX. É uma das referências culturais mais expressivas e populares do Estado da Bahia, com forte predominância de fantasias de figuras folclóricas, como os antigos carnavais, com fortes influências das culturas africana e indígena, retrato do caldeirão cultural que é a cidade de Maragogipe”, disse Francisco Gomes, secretário de turismo do local.

A brincadeira de máscaras e fantasias são o símbolo principal do Carnaval de Maragojipe, que tem sua raiz nos entrudos europeus, muito comparados ao Carnaval de Veneza, mas com a animação e alegria característicos do povo baiano. Através dessas fantasias, diversos turistas participam ativamente do festejo, interagindo com a população local, pintados ou não, muitas vezes até desfilando na tradicional passarela dos mascarados, disputando o concurso de máscaras que acontece durante todo o carnaval.

Maragojipe – Inicialmente habitada pelos índios da tribo Maragós, foi palco importante na independência brasileira. Inicialmente, muitos se estabeleceram no local para a extração de madeiras, plantação de mandioca e de cana-de-açúcar, construção de engenhos e casas de farinha. Tornou-se independente em 8 de maio de 1850. Possui seis distritos que são Maragojipe, Coqueiros, Guaí, Guapira, Nagé e São Roque do Paraguaçu.


Carnaval terá a Quinta do pagode


Leo Santana em foto divulgação

A festa do povo mais criativo do Brasil terá Léo Santana, Harmonia do Samba e É O Tchan na quinta-feira, dia 8, as santinhas vão ser hipnotizadas pelo som de três grandes nomes do pagode baiano. São as atrações confirmadas pelo Governo do Estado da Bahia por meio da Superintendência de Fomento ao Turismo (Bahiatursa) que vão sair, à noite, no circuito Osmar (Campo Grande) no primeiro dia do Carnaval da Bahia,que tem o tema “O povo mais criativo do Brasil”.

Com um repertório recheado de sucessos, Léo Santana começou a carreira solo em 2014. Dono de hits como Negro Lindo, Fenômeno, Abana, Santinha, Várias e Quebradinha, o artista foi vencedor do Troféu Dodô e Osmar cinco vezes e ganhou o Band Folia como cantor revelação em 2010.

O Harmonia do Samba, com mais de 20 anos de carreira, chegou com duas apostas no verão de 2018: as canções Hipnotizou, em parceria com Léo Santana, e Tic Nervoso, com Anitta (que também tocará sem cordas com patrocínio do Governo do Estado).

Com cerca de 30 anos de carreira, o É o Tchan apresenta a canção Novinha vs Coroa. A banda é dona de sucessos como Segura o Tchan, Dança do Bumbum e Cordinha, que embalaram festas e carnavais de várias gerações. Liderada por Beto Jamaica e Compadre Washington, a banda se apresentam no bloco Pagode Total.

 


Carnaval do Pelourinho tem rap com o Nova Era


Foto divulgação de Icaro Luan

Dentre todas as novidades anunciadas para a programação do Carnaval no Pelourinho 2018, chamado também de Carnaval no Pelô ou Circuito Batatinha, a confirmação do show do grupo local de Rap, Nova Era. Muita ideia de rua e instrumentais pesados são a essência da música dos rappers baianos que se apresentam na Praça Tereza Batista, terça-feira, dia 13/02, às 15h.

Formado pelos MCs Moreno e Ravi, junto ao Dj Kbça, o grupo rouba a cena quando sobe aos palcos, com postura, atitude e um rap gangueiro feito por quem conhece a vida do subúrbio e cidade de Salvador. Com eles no palco, os parceiros DaGanja, Galf, Saca Só e Dark Mc. A classificação é livre e a entrada é gratuita. O Carnaval do Pelô é uma realização do Governo do Estado através da Secretaria de Cultura.

O Rap verdadeiro é a cara do Nova Era. Sem rótulos ou maquiagem, o grupo faz música de rua, direta e coerente, buscando propagar a mensagem do Hip Hop para todo tipo de pessoa. Gangstar é o estilo e Rua é o lema do Rap Nova Era com muitas ideias verdadeiras do nosso cotidiano violento.

Nova Era no carnaval de São Paulo

No próximo sábado, dia 10, a convite do DJ Cia (integrante do grupo RZO), o Nova Era desembarca em São Paulo para se apresentar na 2ª edição do Bloco BeatLoko – o 1º bloco de rap da capital paulista, que terá sua concentração realizada na Praça da República. Nessa mesma data, sobem ao trio fortes nomes do rap nacional: RZO, Costa Gold, 1Kilo, Rincon Sapiência, Nocivo Shomon, Ylsão Negredo, Maurício DTS, DBS, Big da Godoy, Correria, dentre outros.

Show do Rap Nova Era no Carnaval do Pelô
Participações: DaGanja, Galf, Saca Só e Dark Mc
Data: Terça, 13/02
Horário: às 15h
Local: Praça Tereza Batista, Pelourinho
Classificação: Livre
Entrada Franca

– Uma realização do Governo do Estado através da Secretaria de Cultura