FLIU: primeira Festa Literária em Uauá

“Era entrar num mundo de quase fantasia. Era literatura pura”. Com estas palavras, o escritor peruano Mário Vargas Llosa, vencedor do Prêmio Nobel de Literatura, …






Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica) acontece de 24 a 27 de outubro


Divulgação

A 9ª edição da Festa Literária Internacional de Cachoeira (Flica) será de 24 a 27 de outubro na histórica cidade do Recôncavo baiano, a 116 km de Salvador. O evento tem como coordenador Emmanuel Mirdad, curadora da festa, Kátia Borges, e a grande homenageada deste ano, será a escritora soteropolitana Gláucia Lemos, que comemora 40 anos de lançamento do seu primeiro livro publicado. O evento tem patrocínio do Governo do Estado com realização da iContent e Cali. Além destes, recebe apoio institucional da Rede Bahia e da Prefeitura de Cachoeira.

Para o governador Rui Costa “a Flica é uma ‘semente do bem’, que fez com que nascessem várias festas literárias na Bahia. E é um sucesso, que vem desta vez inovando, com uma linguagem que dialoga com a juventude. Eu espero que esta edição possa, mais uma vez, incentivar a participação dos nossos jovens da rede estadual”.

Durante os dias de Festa Literária, o governo do estado realiza diversas atividades que estarão concentradas na Fundação Hansen Bahia. No espaço acontecem ações vinculadas às áreas de educação e cultura, cidadania e turismo. Serão 10 mesas de debates na programação e a expectativa é receber mais de 35 mil pessoas nessa nona edição.

“Nesta edição o público vai encontrar, mais uma vez, diversidade de opções nas mesas de debates, todas inteiramente gratuitas. Pela primeira vez a gente vai ter a programação juvenil, graças também ao apoio do Governo da Bahia, que está com a gente desde a primeira edição. A gente fica muito feliz porque investir em cultura é investir no povo. Não só na geração de emprego e renda, como na valorização das pessoas, da cidade, do local”, comenta o coordenador geral da Flica, Emmanuel Mirdad.

Fliquinha

A Flica oferece uma programação totalmente gratuita e aberta ao público de todas as idades e deve reunir expoentes da literatura nacional e internacional em mesas de debates, sessões de bate papo, entre outros. Em mais uma edição será realizada a Fliquinha, voltada ao público infantil. A novidade deste ano fica por conta da atração ‘Geração Flica’, na qual irão se apresentar autores que se destacam junto ao público jovem.

A homenageada

A escritora Gláucia Maria de Lemos, nascida em Salvador, Bahia, é autora de vários títulos de literatura infanto-juvenil, como a coleção ‘Marujo Verde’, além de contos, ensaios, resenhas e romances, alguns dos quais premiados ‘O Riso da Raposa’, pela Academia de Letras da Bahia, em 1985, ‘A Metade da Maçã’, pela Secretaria de Cultura do Recife, em 1988, ‘As Chamas da Memória’ pela União Brasileira de Escritores – Rio de Janeiro, em 1990 e ‘Bichos de Conchas’, vencedor do II Prêmio de Literatura da UBE/Scortecci, em 2007. A maior parte da sua obra é publicada no estilo prosa, com exceção do livro de poesia infantil ‘O Cão Azul’.

Mais informações e programação completa clique aqui: https://www.flica.com.br/

 


Réveillon de Porto Seguro é o mais procurado


Fotos Marcio Filho (MTur)

O município de Porto Seguro, a 570 km de Salvador, é a primeira cidade do Nordeste na preferência dos brasileiros para passar o Réveillon de 2020, segundo pesquisa da agência de viagens on-line Hotel Urbano. No ranking nacional, a cidade da zona turística da Costa do Descobrimento ficou atrás apenas do Rio de Janeiro.

A pesquisa levou em conta os pacotes de passagens aéreas e de hospedagem mais vendidos para o período de 28 de dezembro de 2019 a 2 de janeiro de 2020.

Um dos destinos turísticos mais badalados do Brasil, Porto Seguro possui também uma das festas de Ano Novo mais concorridas do país. Há festas em hotéis e quiosques, shows com estrelas da axé music, celebrações na Passarela do Descobrimento e um espetáculo pirotécnico realizado no cais.

Cenário de episódios que remontam ao Descobrimento do Brasil, a cidade é conhecida ainda pelas belezas naturais, as praias, o patrimônio histórico e a gastronomia.  Turistas do Brasil e do mundo todo circulam pela região, principalmente de estados como São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro e de países como a Argentina.


Festival da Primavera terá lazer, esporte, gastronomia, música e literatura


Uma programação cultural especial para entrar no clima do Festival da Primavera acontece do dia 14 a 29 deste mês, promovida pela Fundação Gregório de Mattos (FGM). Atividades de teatro, música, poesia, ações de educação patrimonial, literatura, oficinas e muito mais serão montadas para receber a estação das flores.

Atrações como Lore Improta, Orquestra Afrosinfônica, Baco Exu do Blues, Larissa Luz, Mudei de Nome, Adão Negro, Diamba e Jammil  ocorrerão em diversos espaços do centro da cidade e do Boca de Brasa. A opções esportivas estão entre a Maratona Salvador, o Hero Salvador, o Barra Padlle Sup Race e o Passeio Ciclístico da Primavera.

Arte, Literatura e Teatro

O Espaço Cultural da Barroquinha recebe, no dia 17, mais uma edição de “Patrimônio É…”, roda de conversa mensal sobre patrimônio cultural. O evento acontecerá às 18h, com o tema “Subúrbio Ferroviário: memória e cultura”. Já no dia 18, a partir das 14h, acontece o “Seminário Pedra de Xangô: centro de convergência religiosa, cultural e política da cidade de Salvador”, e no mesmo dia, às 17h, será feito o lançamento do livro “Pedra de Xangô”, da autora Maria Alice Pereira da Silva.

Nos dias 19 a 22, o Espaço Cultural da Barroquinha será palco do espetáculo “Pele negra e máscaras brancas”, às 19h. A entrada custa R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia).

De 21 a 29, o Festival Internacional Latino Americano de Teatro da Bahia (Filte) será integrado à programação, com performances locais, nacionais e internacionais – a programação pode ser acessada no site do próprio festival internacional.

No dia 24, a partir das 18h, acontecerão os espetáculos “Aceso do arraial” e “Aterro”. Nos dias 24 e 25, às 19h, o público poderá prestigiar “Quando o coração transborda”. Já nos dias 26 e 27, será apresentada a peça “Travessia do grão profundo”, também às 19h. Duas sessões do espetáculo”Das coisas boas da vida” ocorrerão nos dias 28 e 29, às 17h.

Espetáculo “Em Família”. Divulgação

Teatro Gregório – O Teatro Gregório de Mattos (TGM) recebe nos dias 20, 21 e 22, sempre às 18h, a peça “Em família”, um dos mais aplaudidos e elogiados espetáculos do teatro baiano. A apresentação mostra de forma emocionante e divertida os problemas de uma família típica brasileira que tem os pais despejados da casa onde moram por não terem condições financeiras para mantê-la. Os ingressos custam R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia).

O Filte no TGM promove diversos espetáculos, como “Pupik-Fuga em 2 e LUME”, dias 23 e 24, às 19h; “O Trago e risco” (24), às 18h; além do “Desmontando Cassandra” (25 e 26), às 19h; e do “Teatro la independência” (28 e 29), no mesmo horário.

Benin – Dia 26, das 10h às 12h, a Casa do Benin receberá o espetáculo “Poeseu – quando a poesia invade o museu”. A proposta é que o público adentre ao espaço e conheça seus cantos e encantos cobertos de palavras e poesia, num percurso poético e musical, cheio de humor, guiado pela trupe de atores que há dois anos tem residência dentro do museu. Neste projeto, a poesia toma corpo de diferentes formas, abrindo espaço para que a plateia também crie, recite e cante reconhecendo o museu como um espaço de memória, mas também de criação.

Boca de Brasa – O Espaço Cultural Boca de Brasa do Subúrbio 360 receberá, no dia 20, às 19h, a Batalha de Standup. Dias 23, 24 e 25, sempre das 8h às 12h e das 13h às 17h, acontecerão os Jogos de Primavera; e no dia 24, das 8h às 21h, o público poderá participar do Encontro de Artes Marciais.

O Boca de Brasa do Centro de Artes e Esportes Unificados (CEU) de Valéria entra na programação com as oficinas gratuitas, no dia 17, das 9h às 21h. No dia 15, às 17h, acontecerá no local mais uma edição do Palco Aberto, enquanto que no dia 21 o público poderá se divertir com a Batalha de Stand Up, às 19h.

Para apresentar a história de Salvador a partir dos monumentos aos estudantes de escolas municipais, o Circuito #Reconectar promove um passeio histórico cultural no Centro da cidade e na Barra. O Palco Toca Raul recebe, nos dias 14 e 28, o Rock na Rua, das 17h às 21h. Já nos dias 20, 21 e 22, das 15h às 22h, acontece a Feira Rio com música, artesanato e gastronomia.

 

Shows

Larissa Luz em foto reprodução do vídeo Território Conquistado

15/09 – Barra
– 11h: Projeto FitDance
– 12h30: Banda Jammil
– Juan e Ravena, projeto Malezinho e Fred Menendez (durante percurso da maratona, que vai da Barra até Itapuã)
21/09 – Comércio (Praça da Inglaterra)
– 15h: Mostra Casulo de Artes Inclusivas
– 16h: Projeto Tribass por Luciano Calazans
– 17h: Projeto “Serafim e o Nordeste Experimental”
– 19h: Orquestra Popular Brasileira (OPB) com participações de Tuca Fernandes, Alex Góes e Serginho (Adão Negro)
– Diamba
22/09 – Comércio (Avenida França – Porto Salvador Eventos)
– 16h: Show da Lore
– Letieres Leite & Orkestra Rumpilezz
– 20h30: Baco Exu do Blues
28/09 – Comércio (Avenida França – Porto Salvador Eventos)
– 19h: Forró do Tico
– 20h20: Danniel Vieira
28/09 – Rio Vermelho
– 18h30 : Orquestra Afrosinfonica com “Vozes Negras”
– Larissa Luz
– 21h: Adão Negro
29/09 – Comércio (Praça da Inglaterra)
– 17h: Restgate Blues
– 18h30: Zuhri
– 20h: Banda Skanibais
29/09 – Dique do Tororó
– Projeto Mudei de Nome com Ricardo Chaves, Ramon Cruz, Magary Lord, Jonga Cunha e Andrezão Simões

Lazer

 

Feira Criativa, na Praça da Inglaterra, nos finais de semana de 21 e 22 e de 28 e 29 de setembro. Stands gastronômicos, de cultura pop, artesanato, sustentabilidade e bem-estar e um dos palcos do Festival da Primavera ao lado da feira. Além desse espaço, os domingos 22 e 28 receberão ações na Avenida da França, que terá parte interditada para receber eventos de lazer.

Dia 22, Encontro de Automodelismo. Das 10h às 15h,  aberto a pessoas de todas as idades com demonstrações de seus automodelos na pista permanente que vai ser inaugurada na Avenida da França, para eventos de automodelismo na região. No mesmo local terá apresentações e exibições de kart; Exposição de carros; Arrancada de Empurra; o Skates Festival, de 9h às 15, com aulas de skate;

Dias 22 e 29 tem Jogos de Salão ao ar livre na Avenida da França,das 9h às 15h haverá, com jogos de dama, xadrez e futebol de botão. E as crianças presentes poderão participar do Circuito de Minibikes, das 9h às 16h. Dia 22, no Centro Histórico, o Turibike que visa promover o cicloturismo na cidade com pedal educativo com saídas às 9h, 11h, 14h e 16h. Dia 29, um cinema a céu aberto  às 17h30 na Avenida da França.

Esporte

3° edição da Maratona de Salvador, às 5h30 com apresentações musicais às 11h, no Farol da Barra. O Barra Paddle Sup Race – campeonato de Stand Up Paddle e Paddle Board, dia 28, às 7h, na praia do Porto da Barra.O projeto Hero Salvador no estacionamento do Shopping da Bahia, dia 28 e dia 29, com competição no Jardim dos Namorados, com acesso gratuito para o público expectador.

Feiras

Sábado (14), das 10h às 22h, na rua Professora Almerinda Dutra, Rio Vermelho,  a segunda edição da Festa de San Gennaro. Além do Pasta em Casa, organizador do evento, conta com a participação dos restaurantes Alessandro Narduzzi, Bella Napoli, Bottino, Buoni Amici, Di Liana, Isola dei Sapori, Manga, Massimo Cremonini, Mondo Gelateria, Sagaz, entre outros.

A Feira de Artes na Primavera acontece na Praça do Campo Grande, entre os dias 17 e 22 de setembro. Contará com muitos stands de plantas e flores, artesanatos reciclados e de diferentes tipologias, praça de alimentação com várias iguarias e também da culinária vegana. Oficinas de artes abertas ao público, através do Projeto Adaba Jovem Aprendiz, último dia da feira haverá Desfile de Modas, produzido pelas expositoras artesãs.

Ciclismo

Dia 29 de setembro: Encontro Cicloturístico da Primavera, em  25km de pedal. Inscrições gratuitas, através do link do Encontro.

Mais informações sobre o Festival da Primavera: http://www.festivaldaprimavera.salvador.ba.gov.br/

 


10 atrações inéditas na Vaquejada de Serrinha


Foto do Ibahia

Todos os anos a região sisaleira recebe a maior vaquejada do Brasil e este ano não será diferente. Para este ano, o evento preparou uma grade de atrações fantástica para o público incluindo nomes que irão se apresentar pela primeira vez na festa como Zé Neto e Cristiano, Kevi Jonny, Luanzinho Moraes, Lambassaia, Ney Alves, João Lucas e Marcelo, Zezo, Enzo Rabelo, Ferrugem, Parangolé.

Dentre as atrações inéditas no evento se destacam Ney Alves, irmão do jogador Daniel Alves, e Enzo Rabelo, filho de Bruno da dupla Bruno e Marrone. O cantor Ney Alves, fará estreia na vaquejada com sua banda de forró apresentando sua atual música de trabalho “Patrícia”. Já Enzo Rabelo, terá a responsabilidade de realizar o primeiro show da sua carreira na Vaquejada de Serrinha.

O evento que acontece de 04 a 08 de setembro, no Parque Maria do Carmo, em Serrinha, conta ainda com apresentações de Tayrone, Unha Pintada, Devinho Novaes, Mano Walter, Arreio de Ouro, Wesley Safadão, Harmonia do Samba,Chicabana e Léo Santana. Os interessados podem adquirir os ingressos nos principais balcões de ingressos com setores que custam a partir de R$ 40 a R$125.

Vaquejada de Serrinha 2019

Data: 6 a 8 de setembro

Local: Parque Maria do Carmo – Serrinha

Quarta-feira (4) – abertura oficial, com competições esportivas. Entrada gratuita.

Quinta-feira (5) – Missa do vaqueiro, às 13h. Em seguida, cavalgada na cidade e abertura das competições esportivas. Entrada gratuita.

Sexta-Feira (6) – Festa do Bezerro Manhoso

Ingressos: Pista Meia – R$ 40; Pista Inteira – R$ 80; Camarote VIP – R$ 85;

Sábado (7) – Festa da Vaca Atolada

Ingressos: Pista Meia – R$ 65; Pista Inteira – R$ 130; Camarote VIP – R$ 135;

Domingo (8) – Festa do Boi Malandro

Ingressos: Pista Meia – R$ 60; Pista Inteira – R$ 120; Camarote VIP – R$ 125;

Atrações: Tayrone, Unha Pintada, Devinho Novaes, Mano Walter, Arreio de Ouro, Parangolé, Wesley Safadão, Harmonia do Samba, Ferrugem, Chicabana, Léo Santana, Zé Neto e Cristiano, Kevi Jonny, Luanzinho Moraes, Lambassaia, Ney Alves, Joao Lucas e Marcelo, Zezo e Enzo Rabelo.

 

Vendas: vaquejadadeserrinha.com.br e principais balcões de ingressos

Classificação: Livre


5º Festival Radioca será em novembro


Festival de 2017. Foto Rafael Passos (blog Scream & Yell)

Em 5ª edição, o Festival Radioca inova em formato e anuncia sua primeira data na Sala Principal do Teatro Castro Alves, reunindo três shows no mais importante palco da Bahia: Tim Bernardes (SP), Tiganá Santana (BA) e Amaro Freitas Trio (PE). No dia 6 de novembro (quarta-feira), as apresentações sequenciadas começam às 19h30 e colocam em cena três dos mais inventivos nomes da música contemporânea brasileira, numa noite de fina categoria. Ingressos do 1º lote custam R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia), à venda pelos canais da Ingresso Rápido. O Radioca segue até o dia 10 de novembro, compondo cinco dias de programação e ocupando diferentes espaços da cidade de Salvador.

Tim Bernardes em foto divulgação de Rafael Rocha

Tim Bernardes, músico, compositor, produtor musical e multi-instrumentista, membro da banda O Terno, lançou em 2017 seu primeiro trabalho solo, “Recomeçar”, agora no Radioca apresentado pela primeira vez em Salvador, logo após retorno de turnê por Portugal. Neste disco, Tim gravou todos os instrumentos, pensou os arranjos orquestrais de cordas, sopros e harpa e, ainda, assinou a produção e a mixagem – uma multifuncionalidade que marca sua trajetória enquanto artista e como um dos grandes compositores de sua geração. Com consagrado reconhecimento nacional, foi ainda indicado ao Grammy Latino de 2018 como Melhor Álbum de Música Alternativa em Língua Portuguesa.

Tiganá Santana. Foto divulgação José de Holanda

Lançando seu quarto álbum no Radioca, do selo sueco ajabu!, o compositor, cantor, instrumentista, produtor musical e pesquisador baiano Tiganá Santana apresenta um trabalho focado em canções, configurando um caminho estético que não percorria há algum tempo. A textura sonora se diferencia bastante dos discos anteriores, com presença mais significativa de instrumentos eletrônicos ao lado dos acústicos. O show também traz temas que marcam a carreira do artista, primeiro na história fonográfica do Brasil a gravar, como autor, canções em línguas africanas. Ao seu lado no palco, estão Sebastian Notini (percussão), Jeferson Cauê (percussão), Aline Falcão (teclados, acordeom e voz), Ldson Galter (baixo) e Leonardo Mendes (guitarra e violão de aço), para introduzir o público num universo poético-sonoro a evocar nuanças e possibilidades incomuns.

Amaro Freitas Trio. Foto divulgação Helder Tavares

A cultura de Pernambuco transborda naturalmente no estilo de Amaro Freitas, pianista e compositor que é uma das grandes revelações do jazz brasileiro recente e que vem pela primeira vez à Bahia. Influenciado pelo mestre do frevo Capiba, por Moacir Santos, Hermeto e Gismonti, mas também pelas grandes referências do piano jazz, como Monk, Jarrett ou Corea, lançou o seu disco de estreia, “Sangue Negro”, em 2016. Para além do sempre predominante samba jazz, Amaro volta-se para a cultura nordestina e traduz frevo, baião, maracatu, ciranda e maxixe para a linguagem do jazz. Acompanhado de Jean Elton (baixo acústico) e Hugo Medeiros (bateria), o trio convida a desbravar novas rotas e experimentar a capacidade percussiva do piano, em complexos padrões matemáticos, ritmos imprevisíveis e hipnóticos.

O Radioca

Realizado anualmente desde 2015, e já figurado entre os principais eventos musicais do país, o Radioca mapeia a música brasileira e apresenta artistas relevantes, entre consagrados em reinvenção na carreira e apostas certeiras, assumindo o lema de “A música que você ainda vai ouvir”. Com produção da Tropicasa Produções, o 5º Festival Radioca é patrocinado e apresentado pela Puro Malte Tropical Devassa. Tem patrocínio de Natura Musical e Governo do Estado, através do Fazcultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia. Conta com apoio do Sympla, plataforma oficial de vendas, e o Spotify é o Player Oficial.

“Acreditamos que existe um fio condutor que rege as transformações que estamos vendo na música brasileira, e isso está ligado à criatividade transformadora do brasileiro, que nós enxergamos como nossa identidade tropical”, afirma Gabriel D’Angelo Braz, gerente de Marketing da marca Devassa, do Grupo HEINEKEN no Brasil. “Desenvolvemos uma rede de parceiros com os principais produtores culturais de todo o Brasil e juntos cocriamos uma plataforma que enaltece o movimento da nova música brasileira”, completa Gabriel.

Pelo quarto ano, Natura Musical aposta no Radioca. “O Natura Musical busca alavancar o desenvolvimento da cena independente da música brasileira. Por isso, entendemos que apoiar festivais regionais é decisivo para essa finalidade. Os festivais estimulam todo o ecossistema da música, graças ao seu potencial de formar público e criar novas pontes entre artistas e audiência”, afirma Fernanda Paiva, gerente de Marketing Institucional da Natura.

“O Radioca traça, anualmente, um panorama de tendências da música brasileira, com a participação de artistas consagrados e nomes em ascensão. É um evento que favorece o intercâmbio entre músicos baianos e de outros estados e, além disso, tem o compromisso com a reflexão sobre a cadeia produtiva da música”, avalia Alexandre Simões, superintendente de Promoção Cultural da SecultBA.

Sobre Devassa – Tropical Transforma

A marca lança uma plataforma musical com o objetivo de dar voz, e palco, ao que chama de nova música tropical brasileira, além de ser um canal aberto de conteúdo e reflexões sobre todas essas transformações culturais. Em fevereiro, Devassa apresentou seu novo posicionamento, “Tropical Transforma”, que enaltece a criatividade transformadora brasileira como representação do que quer dizer “tropical”, deixando para trás clichês que automaticamente remetem à palavra: praia, sol, coqueiros. Com isso, busca mostrar que a música é uma das principais manifestações por onde esses signos culturais brasileiros vêm se ressignificando. Devassa é hoje patrocinadora dos principais festivais de música brasileira do país, entre eles Radioca, Bananada, Sarará, Do Sol, Serasgum, GTR, Wehoo, entre outras iniciativas.

Sobre Natura Musical

Natura Musical é a principal plataforma de patrocínio da marca Natura. Desde seu lançamento, em 2005, o programa investiu R$ 132 milhões no patrocínio de 418 projetos – entre CDs, DVDs, shows, livros, acervos digitais e filmes. Os trabalhos artísticos renovam o repertório musical do país e são reconhecidos em listas e premiações nacionais e internacionais. Em 2018, o edital do programa selecionou 50 projetos em todo o Brasil, entre artistas, bandas e coletivos, e estabeleceu parcerias com 10 festivais independentes de Norte a Sul do país. A plataforma digital do programa leva conteúdo inédito sobre música e comportamento para mais de meio milhão de seguidores nas redes sociais. Em São Paulo, a Casa Natura Musical se tornou uma vitrine permanente da música brasileira, com cerca de 100 shows para adultos e crianças ao longo de 2018.

Sobre Fazcultura

Parceria entre a Secretaria de Cultura (SecultBA) e a Secretaria da Fazenda (Sefaz), o mecanismo integra o Sistema Estadual de Fomento à Cultura, composto também pelo Fundo de Cultura da Bahia (FCBA). O objetivo é promover ações de patrocínio cultural por meio de renúncia fiscal, contribuindo para estimular o desenvolvimento cultural da Bahia, ao tempo em que possibilita às empresas patrocinadoras associar sua imagem diretamente às ações culturais que considerem mais adequadas, levando em consideração que esse tipo de patrocínio conta atualmente com um expressivo apoio da opinião pública.

5º FESTIVAL RADIOCA

6, 7, 8, 9 e 10 de novembro de 2019

PRIMEIRA DATA

Tim Bernardes (SP), Tiganá Santana (BA) e Amaro Freitas Trio (PE)

Quando: 6 de novembro de 2019 (quarta-feira), 19h30

Onde: Sala Principal do Teatro Castro Alves

Quanto:

1º lote: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia)

2º lote: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia)

3º lote: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia)

Vendas: bilheteria do Teatro Castro Alves, SACs do Shopping Barra e do Shopping Bela Vista ou canais digitais da Ingresso Rápido (site e aplicativo)

Classificação indicativa: 18 anos