Pista de patinação para animar as férias


A atração inédita no empreendimento será inaugurada nesta quarta (12/01) e estará disponível para adultos e crianças até março

Neste ano, o verão de Salvador vai contar com uma aventura repleta de diversão para toda a família. É que o Shopping Bela Vista vai trazer para a capital baiana uma atração inédita no empreendimento: a pista de patinação Ice Adventure. A novidade vai desembarcar na Praça Central (Piso L1) do Bela nesta quarta, 12 de janeiro, com uma estrutura completa de 220m² de gelo sintético e controle rígido com protocolos de biossegurança. O grande diferencial da pista é a sua superfície composta por um material ecologicamente correto, desenvolvido especialmente para a patinação e que não agride a camada de ozônio. Também possui melhor absorção em caso de quedas dos patinadores, devido ao sistema de under-layment instalado debaixo da estrutura sintética. Além disso, os patins utilizados são de lâminas Italianas, os mesmos utilizados para patinação no gelo natural, que permite aos patinadores movimentos idênticos.

Para a diversão ficar completa, monitores treinados estarão disponíveis para auxiliar os primeiros passos dos patinadores, que devem ter a idade mínima de seis anos. Crianças a partir de dois anos também podem participar da brincadeira com o Passeio no Trenó, onde são conduzidas por um instrutor durante o período de 5 minutos. Para patinar, é obrigatório utilizar o kit de segurança com capacete, luvas, joelheira, cotoveleira e munhequeira, que está incluso no ingresso. Também é necessário calçar meias com os patins.

A atração segue até 27 de março e funciona de segunda a sábado, das 12h às 22h, e domingos e feriados, das 13h às 21h. O ingresso custa R$25 para 20 minutos, R$30 para 30 minutos e R$50 para 1 hora de patinação. Já o passeio de trenó para os pequenos custa R$10 (5 minutos).

De acordo com o gerente de marketing Ticiano Cortizo, o Bela Vista é o lugar mais divertido e seguro para curtir as férias. “Trouxemos uma pista especial, desenvolvida e fabricada nos Estados Unidos e uma estrutura de ponta para nossos clientes com patins italianos, equipamentos de segurança de alta qualidade, som ambiente e patinadores treinados para acompanhar os participantes. Sem dúvidas é uma oportunidade perfeita para curtir as férias de um jeito muito divertido, seja com a família, com os amigos ou com aquela pessoa especial”, destaca.

Além da diversão, a segurança está garantida, pois o protocolo de prevenção ao coronavírus implantado na pista de patinação segue todas as indicações da Organização Mundial de Saúde (OMS), respeitando os critérios estabelecidos de distanciamento social, higiene pessoal, sanitização de ambientes e equipamentos, monitoramento pelos colaboradores e adoção de protocolos sanitários (conforme decreto 1.341).

Ice Adventure no Bela Vista
Período: de 12 de janeiro até 27 de março

Local: Praça Central (Piso L1) do Shopping Bela Vista
Faixa etária: a partir de 2 anos (passeio com trenó); a partir de 6 anos (para patinar sem acompanhante)

Horário de funcionamento: Segunda a sábado, das 12h às 22h | Domingos e feriados, das 13h às 21h

Valores dos tickets:

R$10 – 5 minutos de passeio no trenó para crianças até 5 anos de idade.

R$25 – 20 minutos de patinação.

R$30 – 30 minutos de patinação.

R$50 – 1 hora de patinação.

 


Itacaré é destaque nacional no turismo esportivo e de aventura


Foto Tarek Roveran/Divulgação

A temporada 2021 do circuito brasileiro de surf foi encerrada,  na praia de Tiririca, em Itacaré, na Costa do Cacau. As competições tiveram o apoio da Secretaria de Turismo da Bahia (Setur-BA), como parte das ações para incentivar eventos que impactam nas atividades turísticas. Durante sete dias, surfistas, patrocinadores e jornalistas lotaram hotéis e restaurantes da cidade.

Praias com ondas ideais para o surf e outras indicadas para o banho integram os atrativos de Itacaré, que incluem também trilhas em meio à Mata Atlântica, cachoeiras, gastronomia e patrimônio histórico. Passeios de caiaque e canoa havaiana, stand up paddle, tirolesa, arvorismo e rafting nas corredeiras do Rio de Contas estão entre as opções para quem prefere o turismo esportivo e de aventura.

Após os passeios, o turista pode curtir a Ponta do Xaréu, que serve de mirante natural para contemplar o pôr do sol. O agito à noite é na Rua Pituba, repleta de bares e restaurantes com música ao vivo, além de lojas de artesanato e chocolate da região.

No patrimônio histórico, se destacam a Igreja Matriz de São Miguel Arcanjo, construída em 1723, a Casa dos Jesuítas e o farol quadrado.

O visitante irá encontrar opções de hospedagem que vão do padrão econômico ao luxo. Para chegar em Itacaré de carro, partindo de Salvador, é preciso percorrer 400 quilômetros, via BA-001. De avião, a melhor opção é o aeroporto de Ilhéus, que fica a 70 quil


Férias escolares: jogos, brincadeiras e atividades educativas


Foto: Shutterstock/ Divulgação da Assessoria de Imprensa

Embora o período seja de descanso, é possível criar uma programação lúdica que una diversão e aprendizagem

Mesmo que o avanço da vacinação nos permita diminuir as restrições no combate à pandemia, é importante manter os principais cuidados, como evitar aglomerações e continuar usando máscaras. Isso não quer dizer, no entanto, que crianças e jovens, no período de férias escolares, devem abrir mão de brincadeiras e exercícios para aproveitar o tempo livre. É ainda melhor quando conseguimos unir tudo isso a atividades que agreguem conhecimento e ajudem nos processos de aprendizagens. Para isso, não são necessários muitos recursos. Com boas doses de afeto e criatividade, os tutores podem criar dinâmicas incríveis para os pequenos.

Thiago Zola, gerente de projetos estratégicos da Mind Lab, empresa de tecnologias e soluções educacionais, defende a importância de criar um cronograma que conte com brincadeiras livres, para que as próprias crianças definam o que farão. Para essas atividades, o mais recomendado é espaço ao ar livre, de preferência com contato com a natureza: grama, areia, árvores. Mas dentro de casa também é possível formar uma série de atividades. Se é possível pensar a grade curricular com jogos que auxiliam no processo de aprendizagem, em casa, durante as férias, isso não precisa ser diferente. Pensando nisso, a Mind Lab traz sugestões de exercícios para fazer com a criançada, separada por faixa etária.

• De 3 a 6 anos:

A partir dos três anos, a criança já está apta a desenvolver atividades que exijam certa coordenação motora. Inclusive, é até importante estimular essas habilidades. Quebra-cabeça, brinquedos de montar e desmontar, ou de encaixe são atividades que podem ser feitas com repetição e que ajudam na concentração. Quase todo processo de aprendizagem da infância ocorre a partir dos cinco sentidos. O cérebro do bebê faz conexões entre neurônios que transmitem e guardam as informações. Por isso o estímulo – por meio de atividades sensoriais – é fundamental. Uma alternativa muito interessante é a “caixa sensorial”, que pode ser de papelão, com objetos de diferentes texturas e formas são escondidas para que a criança, pelo tato, descubra o que é, ou simplesmente sinta as consistências. Uma simples bacia com água pode resultar em uma brincadeira divertida: coloque objetos de diferentes densidades, para que a criança entenda que alguns irão afundar e outros, boiar. Mesclar água quente e fria também auxilia na compreensão dos sentidos.

• A partir dos 7 anos:

Nessa fase, as crianças estão desenvolvendo de forma significativa a autonomia, por isso podem escolher as brincadeiras, roupas e demais preferências. Além disso, elas já têm a capacidade de se concentrar por mais tempo na mesma tarefa. Portanto, basta passar as instruções das brincadeiras, mesmo as mais elaboradas, porque elas contam com um repertório maior. Um exemplo é o jogo da mímica: a comunicação não verbal é uma forma muito rica de expressar sentimentos, ter controle do corpo e é um ótimo estímulo à criatividade. Jogos de raciocínio e de desafios também são muito importantes, além de divertidos.

• A partir dos 12 anos:

Mudanças muito importantes acontecem na vida da criança nessa fase e que se refletem no comportamento, corpo e forma que ela se relaciona com o mundo. Com raciocínio lógico já bem estruturado, ela passa a constituir a própria linha de raciocínio, por meio de construção de hipóteses, experimentações, além de compreender com mais facilidade as emoções, similaridades e diferenças nas pessoas. Por isso, experimentos científicos, principalmente os que têm apelo visual, são muito interessantes e que podem ser realizados em casa, sem recursos muito específicos. Apostar em jogos de tabuleiro é uma alternativa ótima, também porque, nessa idade, crianças e jovens tendem a passar muito tempo diante das telas.

“Cada criança é única e tem suas singularidades. Ao tutor, cabe compreender suas preferências e respeitar seus espaços. Ter tempo de qualidade junto das crianças e adolescentes é importante porque cria laços, estabelece segurança, confiança e uma relação saudável, que influencia inclusive a vida acadêmica deles”, lembra Thiago.

Sobre a Mind Lab

Mind Lab é uma empresa brasileira e líder mundial em pesquisa e desenvolvimento de tecnologias educacionais inovadoras para o aprimoramento de habilidades e competências cognitivas, sociais, emocionais e éticas. Com a proposta de trabalhar o desenvolvimento humano para uma vida mais harmônica e feliz, as metodologias e aplicações da marca ampliam os potenciais de aprendizagem de crianças, adolescentes e adultos ao redor do mundo, com a utilização de jogos de raciocínio que provocam a vivência de situações do cotidiano. É parceira de mais de mil instituições de ensino do setor público e privado no Brasil e conta com cerca de 20 mil professores certificados para aplicação de suas metodologias, em 17 estados. Com resultados comprovados em mais de 21 países ao longo de mais de 20 anos, a metodologia Mind Lab atende milhões de alunos, sendo reconhecida e apoiada por importantes instituições nacionais e internacionais.

 


Arena Aquática retoma atividades


Foto Jefferson Peixoto – Secom/PMS

As atividades esportivas para os alunos de iniciação e aperfeiçoamento da Arena Aquática de Salvador já foram restabelecidas na piscina, depois de aproximadamente um ano e meio de paralisação em decorrência da pandemia. Desde abril deste ano, apenas os atletas da equipe de alta performance da Arena Aquática tinham retornado aos treinamentos, em vista das competições oficiais de que participam e sempre conforme os protocolos sanitários de contenção da Covid-19.

O medalhista olímpico e gerente de esportes aquáticos da arena, Edvaldo Valério, celebrou a reativação das piscinas, destacando a promoção da qualidade de vida e da autoestima das pessoas que fazem natação e hidroginástica nelas, mas também reforçou a importância de manter os cuidados com a pandemia.

“Atendemos de crianças com seis anos a idosos, incluindo pessoas com deficiência, como autistas, amputados, cadeirantes e as com Síndrome de Down. Além dos benefícios à saúde e ao bem-estar proporcionados pelo esporte, a socialização é um fator muito importante. Então, poder reabrir nossas portas deixa o coração em paz”, afirmou.

A professora e costureira Avonilda Pinho, 54 anos, mãe de Isabel, inscreveu a filha na natação da Arena por recomendação médica e se diz satisfeita com os resultados. “Isabel tem rinite alérgica e ficava se cansando, daí a pediatra prescreveu natação. Hoje ela usa menos remédios, respira melhor e está mais disciplinada. Ela estava ansiosa para voltar, tanto que descobriu sozinha a data do retorno e ligou para conferir”, frisou.

Isabel tem 12 anos e participa das aulas de natação às segundas, quartas e sextas-feiras, das 14 às 14h50. Ela relatou que o amor pelo esporte é latente. “Amo nadar, água, piscina, mar, tudo isso me ajuda a cantar e dançar sem cansaço. E também senti falta dos colegas, dos professores e de tudo nesse lugar, que é muito bonito”, comentou.

Retomada das Atividades na Arena Aquática_Foto_Jefferson Peixoto_Secom_Pms

Novas vagas – De acordo com Valério, 480 novas vagas para alunos serão abertas e divulgadas ainda neste mês, com início das aulas em dezembro. Interessados deverão se inscrever através do site www. arenaaquatica. salvador. ba. gov. br para que participem do sorteio eletrônico indicativo dos contemplados.

É preciso que todos inscritos apresentem atestados de aptidão cardiológica e dermatológica e crianças e jovens em idade escolar, o comprovante de escolaridade.

Neste ano, a caderneta de vacinação contra a Covid-19 também será exigida daqueles que já tenham sido convocados pela campanha de imunização para tomar a primeira e/ou segunda dose.

Estrutura e protocolos – Administrado pela Secretaria Municipal de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer (Sempre), da Prefeitura de Salvador, a Arena Aquática Salvador conta com uma piscina olímpica e uma semiolímpica, academia funcional, salas para fisioterapia e atendimento médico. A capacidade para receber 240 alunos por dia, em turmas de 20 pessoas cada, que se revezam em aulas de 50 minutos, das 6h às 18h.

Entre as medidas de segurança sanitárias, como aferição de temperatura dos alunos, higienização com álcool em gel, distanciamento nas raias, uso de máscara pelos professores, Valério acrescentou que os pais dos alunos devem esperá-los durante as aulas do lado de fora da arena e não mais nas suas dependências, como antes da pandemia.


Primeiro Winemakers do Norte Nordeste na Chapada Diamantina


Foto Walter de Abreu/Divulgação

A Bahia ganha mais um atrativo. Começa em outubro a primeira Edição do Projeto Winemakers – Chapada Diamantina, projeto pioneiro no Norte/ Nordeste e segundo do Brasil. O curso contará com 20 participantes e vai ensinar a produzir vinho desde o manejo do solo e da planta, passando pelos processos de vinificação até o engarrafamento da bebida já finalizada. Interessados podem ter mais informações no site www.wmchapadadiamantina.com.br .

Com carga de 144 horas, esta também é uma oportunidade para quem deseja aprender as operações agrícolas de um vinhedo e a elaboração de vinhos, na teoria e na prática. As aulas serão ministradas por nomes como Jairo Vaz, Engenheiro Agrônomo, o Enólogo Flávio durante um dos responsáveis pela produção do projeto Testardi, e o Sommelier Marcelo Freitas, idealizador do Winemakers – Chapada Diamantina e da Escolha Vinho Simples (@vinhosimples.br), que acompanham de forma presencial todas as etapas do programa.

O projeto é realizado na sede da Vinícola Vaz em oito etapas, de acordo com o estágio do vinhedo e o processo enológico. No local, os interessados acompanharão a brotação e floração dos vinhedos, a chegada das uvas, a colheita e a vinificação até chegar a noções de sommeliaria e engarrafamento.

Módulos como a história do vinho, tratos culturais da videira, as variedades de uvas viníferas no Brasil e no mundo, técnicas enológicas e análise sensorial (visual, olfativa e gustativa) fazem parte do projeto.