Arena Aquática suspende aulas

Como medida preventiva em função da pandemia Covid-19 e da preocupação com a disseminação do novo coronavírus, alguns serviços públicos de Salvador terão funcionamento alterado …


Parque dos Ventos, área gratuita de esportes e lazer


Fotos: Valter Pontes/Secom

Depois do novo Centro de Convenções e do Festival Virada Salvador, a orla da Boca do Rio, no trecho que antes era ocupado por um “elefante branco” chamado Aeroclube e um amontoado de terra, ganhou hoje mais uma atração que valoriza ainda mais o litoral soteropolitano como um todo: o Parque dos Ventos, administrado pela Secretaria Municipal de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência (Secis). Com 85 mil metros quadrados (o equivalente a 12 campos de futebol), o novo equipamento oferece 14 opções de lazer e espaços esportivos, inclusive para atletas profissionais.

 

Equipamento – Com investimento de R$ 10 milhões, o Parque dos Ventos, que conta com a presença permanente da Guarda Civil Municipal (GCM) e monitoramento por câmeras 24 horas, além de iluminação em LED – também fundamental para a segurança -, foi construído pela Prefeitura com a proposta de funcionar como um centro esportivo voltado tanto para atletas profissionais quanto amadores. Um dos destaques do equipamento é a estrutura de dez metros de altura para atividades de rapel e escalada.

O parque dispõe ainda de pista de skate street, cuja composição simula obstáculos de rua como escadarias, rampas e corrimões; ciclovia de três quilômetros; uma pump track – pista ciclística de circuito contínuo, com lombadas, morros de terra arredondados e curvas levemente inclinadas; e um local destinado exclusivamente à pratica do parkour.

O equipamento também conta com parque infantil (inclusive com brinquedos adaptados para pessoas com deficiência), tabelas de basquete, quadra de vôlei, área para contemplação e piquenique, anfiteatro com capacidade entre 100 a 150 pessoas, quatro morrotes (pequenos morros) ligados por pontes de madeira laminada e estrutura metálica, escorregadeiras naturais, quiosques, sanitários e passeio para realização de caminhada com área para uso de patins. Isso sem falar no amplo estacionamento com 150 vagas, portaria e pequeno ambulatório.

A iluminação foi contemplada com a instalação de 343 pontos em LED. A rede foi toda estruturada, envelopada e as caixas devidamente lacradas com o objetivo de dificultar as ações de possíveis ligações clandestinas e roubos de cabos que possam prejudicar a iluminação. Os postes implantados são de fibra de vidro, um material que supera os convencionais de concreto, pois têm vida útil três vezes mais longa, são mais resistentes à maresia e anticorrosivos.

Já o paisagismo do local é composto por 210 coqueiros, 35 amendoeiras, 30 algodoeiros, 25 aroeiras de praia, 30 abricós de praia, 30 cocolobas uvíferas, 30 ciccas e 60 fícus de praia. Foram aplicados, ainda, 64 mil m² de grama.

 


Arena Aquática Salvador


Foto divulgação Max Haack (Secom/PMS)

A Arena Aquática Salvador, onde está instalada a piscina olímpica da cidade e outra semiolímpica, no local onde funcionava o antigo Clube Português, é o novo espaço para para ações de formação de atletas e disputas de natação. A piscina olímpica, que foi usada no Estádio Aquático de Esportes Olímpicos, onde foram realizadas as disputas de natação nos jogos do Rio de Janeiro, em 2016, servirá para atletas de alto rendimento se aperfeiçoarem nos treinamentos. O novo equipamento, junto com a nova Praça Wilson Lins, inaugurado pela Prefeitura Municipal de Salvador, completa o complexo esportivo.

Foi nesta piscina que nomes como os americanos Michael Phelps e Katie Ledecky e a húngara Kantinka Hosszú brilharam na última Olimpíada. A piscina olímpica (25 metros x 50 metros) conta com 10 raias. Já a semiolímpica (25 metros x 12,5 metros) possui cinco raias. A cessão do equipamento é fruto de um acordo de cooperação técnica entre a Prefeitura, a Aeronáutica, o Ministério dos Esportes e a Myrtha Pools, empresa italiana que fabricou a piscina e foi a responsável pela montagem na capital baiana.

O objetivo é tornar o local um grande centro aquático, que abrigará, além da natação, outros esportes, a exemplo de nado sincronizado, salto ornamental, polo aquático e maratona aquática. Isso com acesso gratuito. O espaço conta com arquibancada fixa com capacidade para 350 lugares, bem como outra móvel, para mais 350.

Há ainda estruturas para suporte aos atletas e profissionais envolvidos como vestiário, banheiros, academia de ginástica, consultório médico, lanchonete, além da portaria de acesso. A arena também conta com uma piscina de aquecimento para os esportistas e um deque. O espaço contribuirá significativamente para o fomento do esporte em Salvador, beneficiando 2,5 mil crianças e adolescentes por ano.

O investimento global nas obras foi de R$ 13,6 milhões, sendo R$ 1,5 milhão na implantação da piscina e outros R$ 7,7 milhões para construção do complexo, envolvendo a Praça Wilson Lins. Mais R$ 4,4 milhões foram investidos numa contenção em alvenaria de pedra às margens da arena aquática.

Acesso totalmente gratuito

A gestão administrativa e técnica da Arena Aquática de Salvador ficará a cargo da Secretaria Municipal de Trabalho, Esporte e Lazer (Semtel). O equipamento será de uso público conforme efetivação de matrícula e é voltado exclusivamente para práticas de iniciação à natação e para o desenvolvimento dos esportes aquáticos em nível de alto rendimento. Além disso, uma parceria com a Federação Baiana de Desportos Aquáticos (FBDA) possibilitará que o local seja palco de competições regionais, estaduais e internacionais.

São abertas vagas para turmas de natação e hidroginástica. As informações poderão ser obtidas através do telefone (71) 3202-7910 e as inscrições poderão ser feitas através do site http://www.arenaaquatica.salvador.ba.gov.br/. Além do cadastro online, será exigida dos candidatos toda a documentação necessária para realização de atividades físicas na piscina, como atestados médicos de saúde e de pele, além de dados pessoais, como registro civil e endereço.

A quantidade de vagas por turma será estipulada e a matrícula acontecerá por ordem de chegada. Ou seja, quem se cadastrar no site terá prioridade mediante apresentação dos documentos. Atletas federados, ranqueados e paraolímpicos terão acesso sem precisar passar pelo procedimento.

Edvaldo Valério – O ex-atleta Edvaldo Valério, considerado um dos grandes nomes da história da natação baiana, conduzirá os trabalhos de instrução dos alunos junto a uma equipe de professores qualificados. Poderão participar das atividades da Arena tanto crianças como idosos. Jovens em idade escolar, além dos atestados e inscrição no sistema, deverão estar frequentando a escola – turmas específicas serão formadas para atender esse público no contraturno das aulas.

Três blocos de turmas serão formados durante o ano para atender o maior número de pessoas nas comunidades assistidas com os trabalhos que serão feitos na Arena Aquática. Isto é, cada usuário nadará no local por quatro meses, dando lugar a mais uma quantidade de inscritos.

Praça Wilson Lins ganha nova estrutura

Praça Wilson Lins. Divulgação

No entorno da Arena Aquática está a nova Praça Wilson Lins, na Pituba, que foi requalificada pela Prefeitura para completar as intervenções naquela região. O novo complexo possui itens como via compartilhada para carros e pedestres, fazendo a integração com a Praça Nossa Senhora da Luz, estacionamento para veículos, estação de bicicletas e ciclovia. As obras foram executadas pela Superintendência de Obras Públicas (Sucop), órgão vinculado à Secretaria de Infraestrutura (Seinfra).

Diversos serviços estruturais foram necessários para o redesenho da área. Foram executados, por exemplo, serviços de drenagem em uma área de 400 metros. A área total da praça recebeu pavimentação nos seus 8 mil m², com itens como piso intertravado e deck de madeira plástica. O projeto buscou harmonizar alternativas para estimular a prática saudáveis dos visitantes do espaço. Por isso, conta com uma academia de ginástica, equipamento que permite ao usuário trabalhar diferentes partes do corpo aproveitando o dia e a paisagem. Com o novo desenho arquitetônico da praça, o espaço ganhou uma ciclovia com 400 metros de extensão.

Para aproveitar a vista do ambiente, foi criada também uma escadaria para que o público possa contemplar o mar e recarregar as energias. Há, agora, um anfiteatro para a realização de apresentações culturais, quiosques de alimentação e uma arena de futevôlei. Já as crianças ganharam um parque infantil para que também tenham atividades para se entreter nos passeios no local.


Superfeira do Automóvel na Arena Fonte Nova


Superfeirão de carros-fonte nova-ft Vaner Casaes (Ag.Bapress)

A Superfeira do Automóvel, apresentada pelo comunicador Tony Ávila, é uma oportunidade para quem deseja vender ou comprar um automóvel, contando com uma estrutura de financiamento no local, seguro e praça de alimentação, além de toda comodidade e segurança para os visitantes. Acontece aos domingos dos meses de dezembro e janeiro a partir das 7h, no estacionamento da Arena Fonte Nova (Dique), com transmissão ao vivo pelo site “Pega visão Bahia” e a TV Kirimurê 10.2.

A entrada é franca para os visitantes e o ingresso para quem quer expor seu veículo para venda é de R$35,00, com venda no acesso da feira. Para saber de mais informações, basta entrar em contato com (71) 9-9999-6831 ou 4104-2347.

Serviço
O que: Superfeira do Automóvel
Quem: Apresentação por Tony Ávila
Quando: até 15 de maio, sempre aos domingos
Horários: 07h às 13h
Onde: Estacionamento EE (Em frente ao Dique do Tororó)
Acesso: Estacionamento EE
Quanto: Gratuito para visitantes e R$35,00 para os expositores dos veículos

Siga a A

 

 


Aulas abertas de yoga no Parque da Cidade



Um projeto de aulas abertas de hatha yoga, Yogue-se! Idealizado por professoras de yoga, que transbordam de vontade de compartilhar essa filosofia e prática milenar que é capaz de transformar a vida de cada um de nós! Acontece nas vésperas do Natal, dia 23 de dezembro, às 7 horas, no Parque Joventino Silva, Parque da Cidade, localizado no bairro do Itaigara.

As organizadoras do aulão destacam que “no Yogue-se vocês são os protagonistas, e nós apenas instrumentos da existência no compartilhar de uma prática completa e transformadora!” E convidam os interessados: “Venha fazer parte do movimento mais zen de Salvador!” As aulas ocorrem todo último domingo do mês e são gratuitas.

Yogue-se!
Data: 23 de dezembro (domingo)
Horário:7 às 8h30
Onde Parque Joventino Silva -Parque da Cidade · Itaigara
Valor: Gratuito


Oficina de baralho japonês na UniJorge


A Oficina Hanafuda: o baralho japonês acontece no dia 15 de dezembro, próximo sábado, às 13h30, na Unijorge, Paralela, na Sala Oficinas Lúdicas – Anipolitan 2018. Nesta oficina, o participante vai conhecer a história, simbologias e principais modos de jogo do Hanafuda, conhecido como Cartas de Flores, o baralho japonês

Laíse Lima é criadora e diretora do Oficinas Lúdicas, apaixonada por jogos de tabuleiro e pela cultura oriental, principalmente a japonesa, é fonoaudióloga e psicopedagoga e sonha em inovar a educação.

Os participantes terão direito a certificado, as vagas são limitadas e as inscrições podem ser feitas através de https://pt.surveymonkey.com/r/Z3WQF63

A participação nesta oficina tem como *pré requisito* a inscrição no *Anipolitan 2018*. Inscreva-se aqui: http://www.anipolitan.com.br/

Acesse @oficinasludicas no Instagram e fique ligado na programação!

Sala Oficinas Lúdicas – Anipolitan 2018
Data: 15/12
Local: Unijorge Paralela
Horário: 13h30
Valor:R$10,00