Atrações locais e nacionais nos largos do Pelô


Johnny Hooker, Divulgação

A mistura de gêneros musicais é uma das marcas registradas do Pelourinho, que já se consolidou como uma vitrine musical, com palcos que impulsionam talentos. Nessa energia contagiante, não só expoentes e atrações locais, mas também nomes nacionais de destaque já descobriram no Pelô o cenário ideal para atrair seus fãs. Vai receber os shows de Rael, 5aSeco e Johnny Hooker, com apoio do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI), da Secretaria de Cultura da Bahia (SecultBA).

Coisas do Meu Imaginário – Um dos artistas mais celebrados atualmente no rap nacional, Rael estará sábado (18), no Largo Quincas Berro d’Água, às 20h. Rael sobe ao palco para trazer a força de um repertório que rendeu a ele o Prêmio da Música Brasileira de Melhor Cantor na categoria Pop/Rock/Reggae/Hip Hop/Funk, além da indicação ao Grammy Latino na categoria música urbana, pelo álbum Coisas do Meu Imaginário.

O cantor junta-se à autenticidade do grupo Zuhri, nome em ascensão na cena musical independente de Salvador, para realizar o terceiro encontro de 2019 do projeto Conexões Sonoras. Ingressos a R$ 40 e R$ 20.

Despedida em grande estilo – A banda paulista 5aSeco, no ano em que completa 10 anos de formação, realiza a sua turnê de despedida. O show, que antecede uma pausa, anunciada em abril deste ano por tempo indeterminado, promete ser inesquecível para os fãs, que agora acompanharão as carreiras solo dos integrantes do grupo, formado por Leo Bianchini, Pedro Altério, Pedro Viáfora, Tó Brandileone e Vinicius Calderoni. A apresentação será no Largo Tereza Batista, no domingo (19), às 18h. Ingressos a R$ 40,00 e R$ 20,00 (1° lote), R$ 50,00 e R$ 25,00 (2° lote), R$ 60,00 e R$ 30,00 (3º lote).

5aSeco._Divulgação

O nome do grupo vem da ideia de que são cinco músicos compositores de igual importância, que se revezam nas funções, sem protagonismo, por isso o numeral “5” no nome. Já o “a seco”, vem do grupo se apresentar sem músicos acompanhantes, com a intenção de que haja uma autossuficiência e uma economia de recursos.  

 Coração – John Donovan,  mais conhecido como Johnny Hooker cantor, compositor, ator e roteirista brasileiro – comemora o sucesso de público com a turnê de seu segundo álbum, “Coração”, com dois shows no Largo Tereza Batista, nos dias 24 e 25 de maio, às 21h. Esta será a 7ª apresentação do artista na capital baiana. O repertório, além dos sucessos “Flutua”, “Corpo Fechado” e “Caetano Veloso”, traz hits do seu primeiro disco, “Eu Vou Fazer uma Macumba pra Te Amarrar, Maldito!”, como “Volta”, “Amor Marginal” e “Alma Sebosa”.  Na sexta, a noite terá participação da galera da Batekoo, e no sábado, a abertura fica por conta da banda camaçariense Afrocidade. Ingressos no 1º lote a R$ 60,00 e R$ 30,00, 2º lote R$ 80,00 e R$ 40,00, 3º lote R$ 100,00 e R$ 50,00.

“Tocar em Salvador é sempre maravilhoso, porque é uma cidade irmã de Recife, onde eu nasci. É uma terra alegre, quente e afetuosa, como todo o Nordeste, e tem uma efervescência cultural, uma energia intensa e passional que me inspirou muito nesse segundo álbum”, afirmou Johnny.

Com “Coração”, álbum lançado em 2017, o artista reuniu um público de mais de 100 mil espectadores, em 60 apresentações pelo Brasil, Portugal, Espanha e Alemanha. Indicado a Melhor Álbum na categoria Canção Popular, no Prêmio da Música Brasileira 2018, o disco mistura ritmos brasileiros, como samba, brega, frevo, guitarrada e axé, numa reafirmação identitária do próprio país. Nas palavras de Johnny Hooker, “é como se o ‘Cinema Transcendental’, de Caetano Veloso, e o ‘Young Americans’, de David Bowie, tivessem um filho no Recife”.

Rael + Zuhri – Conexões Sonoras

Data: 18 de maio (sábado)

Local:  Largo Quincas Berro D’Água (Rua do Açouguinho, 12 – Pelourinho)

Horário: 20h

 Ingressos: R$ 40,00 e R$ 20,00

Banda 5 a Seco

Data: 19 de maio (domingo)

Local:  Largo Tereza Batista (Rua Gregório de Matos, 06 – Pelourinho)

Horário: 17 h

Ingressos:  R$ 40,00 e R$ 20,00 (1° lote), R$ 50,00 e R$ 25,00 (2° lote), R$ 60,00 e R$ 30,00 (3º lote).

Johnny Hooker – show de despedida da turnê “Coração”

Data: 25 de maio (sábado)

Local: Largo Tereza Batista (Rua Gregório de Matos, 06 – Pelourinho)

Horário: 21h (abertura dos portões às 20h)

Ingressos: R$ 60,00 / R$ 30,00 – 1º Lote

Vendas: Sympla (https://bit.ly/2JkPode)


Musical Simplesmente Elas volta a cartaz


Fotos Divulgação de Diney Araujo

Depois de estrear em março e emocionar o público, Simplesmente Elas, o primeiro musical baiano de 2019, um verdadeiro almanaque sentimental feminino, concebido com exclusividade para o espaço do Café-Teatro Rubi, volta a cartaz todas as quintas-feiras de maio (02, 9, 16, 23 e 30), sempre às 20h30, no Café-Teatro Rubi, Wish Hotel da Bahia, e traz ao palco três das nossas melhores atrizes sob a batuta do premiado ator e diretor Marcelo Praddo.

A primeira temporada foi de casa cheia e o público tem saído do Rubi encantado com as peripécias dessas mulheres tão humanas. “É maravilhoso. Além de divertido e reflexivo, toca em temas importantes para todos nós , mulheres e homens”, observa Maria Izabel Santos, artista plástica.

Cristiane Mendonça, Evelin Buchegger e Luisa Prosérpio vivem três mulheres de idades diversas, personalidades ímpares e complementares, que ensaiam um musical no camarim de um teatro. Enquanto esperam, essas atrizes estabelecem uma conversa íntima e musicada sobre o universo feminino, passeando por temas como envelhecimento, amor, maternidade, mercado de trabalho, sexo e empoderamento.

“A peça quer aliar entretenimento e reflexão. O humor caminha de mãos dadas com o lírico, o dramático e, também, com o que move, perturba e incomoda a mulher contemporânea. Num momento de tantas agressões às mulheres, toda ponderação e respeito são bem-vindos. Nosso desejo é que Simplesmente…seduza o público feminino e provoque curiosidade no masculino, ali refletido e dissecado”, observa o diretor Marcelo Praddo.

O roteiro, alinhavado pelo ator Eduardo Albuquerque, é uma colagem de textos, crônicas, poemas e músicas de autoras e compositoras brasileiras, como Lya Luft, Elisa Lucinda, Fátima Guedes, Rita Lee, Malu Magalhães e tantas outras. Ele faz, também, referências a situações vivenciadas pelas próprias atrizes, algumas amigas delas e mulheres conhecidas, sempre misturando ficção e realidade, sonho e fantasia.

Conduzido de forma bem-humorada, o musical flerta com o teatro de revista, apresenta coreografias de Bárbara Barbará com arranjos e direção musical de Luciano Salvador Bahia, e passeia por estilos e formas diversas, sempre refletindo o rico universo feminino. O espetáculo também faz uma ponte com o mundo masculino, às vezes o enfrentando e se contrapondo, mas também absorvendo e dialogando com suas idiossincrasias.

Simplesmente Elas é produzido pela Sole Produções com patrocínio através do Programa Viva Cultura, Prefeitura de Salvador, Secretaria Municipal da Fazenda – SEFAZ, Secretaria Municipal de Cultura e Turismo – SECULT e Fundação Gregório de Mattos – FGM”.

Direção: Marcelo Praddo

Elenco: Cristiane Mendonça, Evelin Buchegger e Luisa Proserpio

Assistência de Direção: Victor Alves

Roteiro: Eduardo Albuquerque

Cenário e Figurino: Euro Pires

Direção de Movimento: Bárbara Barbará

Direção Musical: Luciano Salvador Bahia

Produção: Sole Produções

Fotos: Diney Araújo

Serviço

O quê: Simplesmente Elas
Quando: 02, 9, 16, 23 e 30/5 (quinta-feira)
Horário: 20h30
Onde: Café-Teatro Rubi
Quanto: Couvert artístico – R$ 60

Compra

Bilheteria: Café-Teatro Rubi – 71 3013-1011
segunda a sábado, das 14h às 19h (em dias de apresentação, até às 20h30)
cafeteatrorubi.com.br

tickets.cafeteatrorubi.com.br

tixs.me


Volta do Forró da AABB após 10 anos


Léo Macedo, vocalista do Estakazero. Divulgação

Tradição na capital baiana durante a época de São João com mais de 30 anos de história, o evento junino da Associação Atlética Banco do Brasil de Salvador, Forró da AABB, retorna à programação cultural da cidade após 10 anos de hiato. Em 2019, a festa acontece em três datas: 3, 17 e 31 de maio – sempre às sextas-feiras. O Forró da AABB é realizado no clube da associação, localizado no bairro de Piatã, em Salvador. Adelmário Coelho, Estakazero e Flor Serena são as atrações que vão animar o primeiro dia da festa. A grade da programação completa será lançada em breve.

 

Adelmário Coelho em foto divulgação

Com o objetivo de resgatar seu público fiel e oferecer uma festa voltada para toda a família, o Forró da AABB terá o espaço decorado remetendo a uma cidade de interior. A ideia é fazer os presentes embarcarem numa viagem e se sentirem nas grandes festas juninas que acontecem em praças abertas no interior do estado. Coreto, igreja, bandeirolas e fogueiras não devem faltar na decoração do evento.

Os ingressos para o público em geral custam R$ 30 por dia, no primeiro lote promocional. Associados da AABB Salvador pagam R$ 20 pela entrada do 1º lote, também por dia, apresentando a carteira de associado na portaria do evento. As vendas acontecem a partir do dia 4 de abril na sede da associação, no site do Sympla, Pida e Balcões de ingressos.

Forró da AABB

Data: 3, 17 e 31 de maio – sempre às sextas-feiras, a partir das 21h

Local: AABB Salvador – R, Deputado Paulo Jackson, 869, Piatã

Atrações: 03/05 – Adelmário Coelho, Estakazero e Flor Serena

17/05 – Adelmário, Danniel Vieira + atração a confirmar

31/05 – Estakazero + atração a confirmar

Ingressos: R$ 30 l R$ 20 associados (1º lote)

Vendas: sede da associação, site Sympla, Pida e Balcões de ingressos dos principais shoppings da cidade


Vinho com menu exclusivo todo penúltimo sábado do mês


Stefano Bof e Maria dos Santos. Em foto divulgação de Tati Freitas

Vino Veritas, o mais novo projeto da Casa di Vina, elaborado para quem aprecia uma noite gastronômica regada a um bom vinho, vai acontecer todo penúltimo sábado do mês, a partir do dia 23 de março, às 20h, na varanda da casa que foi do poetinha Vinicius de Moraes, em Itapuã. Na noite de estreia, a vinícola convidada é a gaúcha Torcello, que lançará o vinho Casa di Vina, criado especialmente para o restaurante e já carinhosamente apelidado de vinho poético da Torcello. O lançamento vai contar com a presença de Rogério Valduga, sommelier e proprietário da vinícola que, em Salvador, é exclusiva da Casa di Vina.

A ideia é oferecer ao público um jantar harmonizado com o melhor do vinho nacional e internacional acompanhado sempre de um menu especial à la carte. Inspirado na expressão “in aqua sanitas, in vino veritas”, o projeto sugere que a saúde se encontra na água, mas a verdade e a liberdade, no vinho. A cada edição, uma nova vinícola e um novo menu, criado pela chef Maria dos Santos, serão apresentados aos clientes, que precisarão reservar mesa, já que o cardápio e os vinhos são selecionados exclusivamente para cada noite.

“Com este projeto, queremos mostrar ao público baiano que o vinho nacional tem qualidade e deve ser mais valorizado. Ainda há procura por vinhos estrangeiros no restaurante, mas tem crescido, na Bahia, o consumo do vinho de uma forma geral, inclusive o nacional”, garante o sócio e responsável pela carta de vinhos da Casa di Vina, Stefano Bof.

As vagas para o Vino Veritas são limitadas e as reservas devem ser feitas pelo 71 3014.8730. O jantar com vinhos, couvert, entrada, primeiro prato, segundo prato e sobremesa sai por R$ 169 por pessoa, incluindo água com gás ou sem. O pagamento de 10% pelo serviço é opcional.

Casa di Vina – Construída nos anos de 1970 em frente ao mar de Itapuã, a casa onde Vinicius de Moraes e a atriz baiana Gessy Gesse viveram sua história de amor é hoje o premiado restaurante Casa di Vina (rua Flamengo, 44, farol de Itapuã) que, além de comida mediterrânea e baiana, oferece também uma programação cultural animada. Tem o memorial onde estão expostos objetos que pertenceram ao poetinha e que podem ser visitados pelo público de segunda a sábado, das 12h às 23h30, e domingo, das 12h às 22h, com entrada gratuita.

Com curadoria da atriz e sócia Luisa Proserpio, tem também o projeto musical Noite di Vina, em que um artista diferente se apresenta na casa todo último sábado do mês. Já passaram por lá, Mariene de Castro, Xangai, Ganhadeiras de Itapuã, Cláudia Cunha, Gereba e Divina Valéria, dentre outros. Tudo isso acompanhado por uma gastronomia criada especialmente para os frequentadores do restaurante.

Divulgação

Torcello – Fundada no ano 2000, a vinícola tem como principal objetivo desenvolver um projeto de elaboração de vinhos de elevada qualidade no Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves (RS). A ideia é aproveitar as excelentes condições geológicas e climáticas da região, respeitando, ao mesmo tempo, a história, a riqueza e o ambiente natural e único do Vale.

Seu nome lembra uma pequena ilha italiana, próxima à Veneza e, atualmente, a Torcello conta com uma gama de 15 produtos, entre vinhos finos tintos, brancos, rosés, espumantes e sucos de uva. A quantidade de garrafas elaboradas por ano é limitada e exclusiva, girando em torno de 20 mil unidades do tinto, 15 mil de espumantes e 60 mil de sucos de uva. Os outros produtos são elaborados apenas em anos específicos, já que é preciso levar em consideração a disponibilidade e a qualidade das uvas.

“Raramente, um vinho é fruto do acaso, a experiência nos leva a crer que ele reflete a natureza da terra que o viu nascer e é a expressão de quem o produz. Fazer brilhar todo o potencial natural, bem como sua história, cultura e religiosidade, deixadas no Rio Grande do Sul pelos nossos antepassados, nos motiva a criar e reinventar cada vinho, e isto é muito mais do que um trabalho, é um estado de espírito”, narra Rogério Valduga.

 Vino Veritas

Quando: 23 de março às 20h

Onde: Casa di Vina – rua Flamengo, 44, farol de Itapuã – casa de Vinicius de Moraes

Valor: R$ 169 por pessoa

vendas: 71 3014.8730


Carnaval de 2020 terá mais atrações no Campo Grande


Foto divulgação Jefferson Peixoto (Secom)

O Carnaval 2019 já é considerado um legado para Salvador: foi a folia com o maior participação popular – incluindo o recorde de 850 mil visitantes – de toda a história da cidade. Além da garantia da manutenção do número de dias da festa, sendo quatro de pré-Carnaval e seis oficiais, alguns pontos serão melhorados para a edição 2020, afirmou o prefeito ACM Neto durante coletiva final de balanço.As duas principais mudanças para 2020 serão o fortalecimento das atrações no Circuito Osmar (Centro) e avanços na área de mobilidade para dar conta da explosão do número de veículos que tentaram acessar principalmente o Circuito Dodô (Barra/Ondina).

Com investimento total de R$55 milhões, sendo R$27 milhões da iniciativa privada, a quantidade de dias da folia soteropolitana chegou ao limite ideal, de acordo com ACM Neto, que participou da coletiva ao lado do vice Bruno Reis, do secretário municipal de Cultura e Turismo, Cláudio Tinoco, do presidente da Saltur, Isaac Edington, e de todos os dirigentes envolvidos com a realização da maior festa de rua do planeta.

Consolidação – Para o prefeito, diante dos resultados positivos conquistados em 2019, o desafio é aproveitar o momento do Carnaval para consolidar a cidade como importante destino turístico no Brasil, movimento esse que considera irreversível.

Para isso, além dos investimentos feitos desde 2013 e que resultaram nessa procura pela capital baiana como destino turístico mundial, também haverá, em 2019, a entrega de equipamentos como o Centro de Convenções, a requalificação do Centro Histórico e continuidade das obras na orla, além da promoção da cidade para o mundo, dentre outras ações.

ACM Neto afirmou que o objetivo principal do Carnaval é a movimentação da economia da cidade. Na folia deste ano, foram gerados 250 mil empregos diretos e indiretos, que beneficiam desde a rede hoteleira, passando pela infraestrutura até chegar à população mais pobre, que aproveita para ganhar uma renda como ambulante – em 2019, foram 10 mil trabalhadores contemplados no setor informal pela Prefeitura. Quando à rede hoteleira, a ocupação média foi de 96,3% dos leitos durante o período da festa – o maior número registrado pela cidade nos últimos anos.

Folia no Centro – Para garantir o equilíbrio da festa no próximo ano, o último da atual gestão, o Circuito Osmar será alvo de conversas com empresários, artistas, entidades e Conselho Municipal do Carnaval para que as grandes atrações voltem a se apresentar também no Centro.

Isso porque os blocos de trio migraram praticamente para o Circuito Dodô, o que gera uma sobrecarga de foliões à Barra/Ondina atrás dos artistas de renome.

Mobilidade – O prefeito também salientou a necessidade de melhorar a mobilidade nos acessos aos circuitos, devido ao grande volume de veículos, principalmente de motoristas de aplicativos, o que gerou congestionamentos como os registrados na Avenida Centenário, um dos principais acessos ao Circuito Dodô.

Agradecimento – Na coletiva, o prefeito também ressaltou que o esquema municipal, mesmo tendo sofrido alguns ajustes durante a folia, transcorreu de forma a garantir um Carnaval tranquilo. Ele aproveitou ainda para agradecer a toda a equipe e à imprensa pelo esforço e contribuição para fazer deste o maior Carnaval da história de Salvador. “O diferencial realmente é a nossa gente. O sentimento é de dever cumprido. Não somos perfeitos, não fizemos tudo certo, mas certamente fizemos o melhor”, finalizou.