Show “Ramôntico” de Ramon Cruz no TCA


Foto Marcelo Moraes/Divulgação

Foi em setembro do ano passado que o cantor, músico e compositor Ramon Cruz apresentou seu show “Ramôntico” na Sala do Coro do Teatro Castro Alves (TCA): uma história musical recheada de amor. Agora, registros desse momento, que viraram espécies de videoclipes, serão exibidos no “Terça da Música”, em sua versão digital, no dia 24 de novembro (terça-feira), ao meio-dia, no canal do YouTube do TCA (www.youtube.com/teatrocastroalvesoficial), com as músicas “Quando a Chuva Passar”, “Feijão de Corda” e o medley “Can’t Help Falling in Love / Pra Ficarmos Juntos”

.No evento filmado, o público se emocionou e cantou junto com ele um repertório repleto de sucessos de sua autoria, como a própria “Quando a Chuva Passar”, e também de releituras de canções que são hits dos apaixonados. Ramon Cruz canta, toca bateria, violão e ukulele, mostrando que é versátil no palco, e ainda assina a direção artística do show e divide a direção musical com o baixista e produtor musical Marcos Sena. Quem também o acompanha em cena são os músicos Pedrinho Fonseca (teclados) e Gilson Neto (guitarra e violão).

Sobre a “Terça da Música” – Desde a abertura da Nova Sala do Coro do TCA, em julho de 2018, o espaço estabeleceu uma importante e diversa agenda de shows musicais neste palco, às terças-feiras, com o selo de “Terça da Música”. Criando uma tradição de assistir neste dia a apresentações de artistas e bandas da Bahia e do Brasil, uma mostra da produção da música contemporânea nacional, em variados estilos, foi sendo composta por meio da “Convocatória para Ocupação de Pauta da Sala do Coro do TCA”, lançada semestralmente.

Dezenas de espetáculos se realizaram neste formato e são rememorados pela internet, durante o atual período de medidas de isolamento social que suspenderam as atividades presenciais, através da exibição de registros audiovisuais variados, de gravações ao vivo, videoclipes ou também dos shows filmados na Sala do Coro. Também participam artistas que tiveram seus shows adiados por conta da pandemia. Os materiais ficam dispostos no canal de YouTube do TCA, na busca de manter o movimento de difusão da música baiana e brasileira diante do público do Complexo e de toda a sua forte rede digital.

“Terça da Música” – 20ª edição

Ramon Cruz

Registros: “Quando a Chuva Passar”, “Feijão de Corda” e “Can’t Help Falling in Love / Pra Ficarmos Juntos”

Quando: 24 de novembro de 2020 (terça-feira), 12h

Exibição através do canal do Teatro Castro Alves no YouTube

www.youtube.com/teatrocastroalvesoficial


Acompanhe o Olodum no aplicativo dia 20 de novembro!


Divulgação

O Olodum fez parceria com o TikTok, principal destino para vídeos curtos em dispositivos móveis. Com caráter social, foram ofertadas pelo aplicativo 170 cestas básicas para auxiliar os músicos e produtores técnicos da instituição do Pelourinho. Em celebração, ocorrerá uma live com um Pocket-show da Banda Olodum, no dia 20 de novembro, no perfil @olodum_oficial , no TikTok.

O aplicativo firma um compromisso com o Projeto Social Escola Olodum, investindo na produção de conteúdo em formato digital. Em contrapartida, os usuários do Brasil terão acesso à conteúdos exclusivos por meio do perfil do Olodum, na plataforma. Esta é a primeira parceria do TikTok com uma instituição cultural de Salvador, investindo em conteúdo afro digital e inovação, visando dialogar e interagir com um público diverso.

“O TikTok incentiva as manifestações artísticas e criativas dos brasileiros e tem como um de seus principais compromissos buscar sempre equidade, inclusão e diversidade. A parceria com o Olodum representa um trabalho de longo prazo na ampliação do diálogo com pessoas e organizações negras, iniciativa que reflete os esforços em ações de diversidade que enriquecem a sociedade como um todo”, disse o diretor do TikTok for Good no Brasil, Handemba Mutana.

“Estamos muito felizes de estar juntos atuando para o desenvolvimento da comunidade afrodescendente, nesse mês do novembro negro é importante pois significa progresso, acesso à novas tecnologias e ferramentas para viver melhor”, afirma o presidente do Olodum, João Jorge.

Redes Sociais

Facebook:www.facebook.com/escolaolodum
Site: https://olodum.com.br/escola/

Instagram:@Olodum_oficial

Facebook:@olodum.oficial
Twitter:@olodum
TikTok: @olodum_oficial
Youtube Olodum: www.youtube.com/tvolodum

 

 


Confira programação do “TCA em Casa”


Divulgação

A segunda metade de novembro se inicia e o Teatro Castro Alves (TCA) divulga a programação do seu “TCA em Casa” do período de 16 a 20 de novembro – a semana do Dia Nacional da Consciência Negra. A agenda online mantém as atividades de difusão da arte e dá acesso a produtos artísticos, atividades de formação e qualificação, bem como resgata memórias e compartilha informações.

Em agosto de 2019, Ju Moraes fez dois dias de shows com casa lotada na Sala do Coro do TCA, mostrando-se de um jeito novo, pela primeira vez no palco de um teatro, numa sonoridade mais pop e MPB. Do repertório com músicas autorais e releituras, ela apresenta em vídeo o registro ao vivo de quatro canções: “Mágica” (Ju Moraes e Mikael Mutti), “Na Palma da Mão” (Don Chicla, Mikael Mutti e Saulo Fernandes), “Último Romance” (Rodrigo Amarante) e “Vai” (Ju Moraes), dentro do “Terça da Música”, em sua versão digital, no dia 17 de novembro (terça-feira), ao meio-dia, no canal do YouTube do TCA (www.youtube.com/teatrocastroalvesoficial).

No Dia Nacional da Consciência Negra, o TCA faz sua reverência com arte. Destaque da nova geração da cena musical baiana e brasileira, Majur traz para o projeto “Voltando aos Palcos” o show “Ipade”, palavra em iorubá que significa “encontro”. Assumindo voz, violão e teclado e acompanhada de DJ com bases programadas, ela performa o encontro consigo mesma, além do seu caminho e manifestação através das relações do seu corpo com o mundo. O espetáculo será transmitido ao vivo no dia 20 de novembro (sexta-feira), às 20h40, no canal de YouTube do TCA, na TVE Bahia e na 107.5 Educadora FM Bahia.

Balé Teatro Castro Alves (BTCA) – O Balé Teatro Castro Alves (BTCA) mantém sua agenda de aulas abertas online. Ministradas pelos dançarinos da companhia, há turmas regulares, de segunda a quinta-feira, às 14h30, de Balé Clássico, Pilates e Dança Contemporânea, além da “Sexta Diversa”, que acontece às 15h, com modalidades extras – nesta semana, de Danças Afrobrasileiras. As turmas têm 10 vagas, voltadas a pessoas com experiência intermediária ou avançada em dança, previamente inscritas. As aulas são realizadas em salas virtuais na ferramenta Zoom Meeting e, para participar, é necessário garantir lugar, por ordem de inscrição, no dia de cada aula, através de link disposto das 9h às 11h nas redes sociais do BTCA.

Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA) – Tecer diálogos musicais que estabeleçam pontes entre a tradição sinfônica e o patrimônio cultural local é uma missão da Orquestra Sinfônica da Bahia (OSBA). Com estas bases, o “OSBA Talks” traz, no Mês da Consciência Negra, uma conversa sobre “Música e Identidade Cultural”, que acontece no dia 19 de novembro (quinta-feira), às 19h, no perfil de Instagram da OSBA (@orquestrasinfonicadabahia), comandada pelo maestro e diretor artístico Carlos Prazeres. O convidado será Iuri Passos, Alagbê do Terreiro do Gantois, músico, arranjador produtor musical e idealizador do projeto social percussivo Rum Alagbê.

Buscando constantemente formas de se conectar ao tempo e à sociedade em que está inserida, a OSBA reflete sobre as raízes culturais africanas no Brasil ao dar destaque à música do candomblé no concerto em vídeo “OsBATALÁ”, que convida o grupo percussivo Rum Alagbê e com participações especiais dos cantores Márcia Short e Lazzo Matumbi. Neste projeto, sob a regência de Carlos Prazeres, são interpretados os orikis (cantos em iorubá) “O Fururu Loorere” e “Ajaguna Gbawa”, além de “Carmen”, música em homenagem à atual ialorixá do Terreiro Mãe Menininha. O vídeo vai ao ar no dia 20 de novembro (sexta-feira), Dia Nacional da Consciência Negra, às 19h, no canal da OSBA no YouTube (www.youtube.com/OSBAOrquestraSinfonicaDaBahia).

As Cameratas da OSBA seguem com sua programação especial de quarentena. O “Cartografia Afetiva”, vídeo-relato, relembra apresentações das Cameratas Bahia Cordas e Quarteto Novo no projeto “Terças Musicais”, do Museu Geológico da Bahia. Já o vídeo musical “Café com as Cameratas #Drops” será com a Opus Lumen interpretando “Gavião no Terreiro”, de Raphael Batista. Os vídeos serão exibidos entre os dias 16 e 20 de novembro nos perfis de Instagram da OSBA (@orquestrasinfonicadabahia), Teatro Castro Alves (@teatrocastroalvesoficial), Museu Geológico da Bahia (@museugeologicodabahia) e Associação Atlética da Bahia (@aatleticadabahia).

Cursos de Música do TCA na Quarentena – Diante dos protocolos de segurança impostos pela pandemia da Covid-19, o TCA transferiu para o ambiente digital os seus cursos de iniciação ao universo da música sinfônica. A 3ª edição desta jornada atenderá a 185 alunos, nos cursos de “A linguagem musical da orquestra sinfônica”, com Alexandre Loureiro, às segundas e quartas-feiras, das 16h às 17h30; “Grandes compositores da música clássica”, com Karina Martins Seixas, às terças e quintas-feiras, das 10h às 11h30; e “Iniciação a flauta doce”, com Uibitu Smetak, às quartas e sextas-feiras, também das 10h às 11h30 – os três professores são músicos vinculados à OSBA. Promovidos em parceria com o Centro de Formação em Artes (CFA) da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb), os cursos têm encontros ao vivo, através da plataforma Zoom.

TCA em Casa

3ª semana de novembro de 2020

16 DE NOVEMBRO DE 2020 (SEGUNDA)

= Aulas abertas BTCA

Balé Clássico com Leonard Henrique, 14h30

= Cursos de Música do TCA na Quarentena

“A linguagem musical da orquestra sinfônica” com Alexandre Loureiro, 16h

= Cameratas da OSBA

“Cartografia Afetiva”
17 DE NOVEMBRO DE 2020 (TERÇA)

= Cursos de Música do TCA na Quarentena

“Grandes compositores da música clássica” com Karina Seixas, 10h

= Terça da Música

Com Ju Moraes, 12h

= Aulas abertas BTCA

Pilates com Ticiana Garrido, 14h30

= Cameratas da OSBA

“Cartografia Afetiva”
18 DE NOVEMBRO DE 2020 (QUARTA)

= Cursos de Música do TCA na Quarentena

“Iniciação a flauta doce” com Uibitu Smetak, 10h

= Aulas abertas BTCA

Balé Clássico com Anna Paula Drehmer, 14h30

= Cursos de Música do TCA na Quarentena

“A linguagem musical da orquestra sinfônica” com Alexandre Loureiro, 16h

= Cameratas da OSBA

“Cartografia Afetiva” e “Café com as Cameratas #Drops”
19 DE NOVEMBRO DE 2020 (QUINTA)

= Cursos de Música do TCA na Quarentena

“Grandes compositores da música clássica” com Karina Seixas, 10h

= Aulas abertas BTCA

Dança Contemporânea com Jai Bispo, 14h30

= #OSBAFLIX

“OSBA Talks” com Carlos Prazeres e Iuri Passos, 19h

= Cameratas da OSBA

“Café com as Cameratas #Drops”
20 DE NOVEMBRO DE 2020 (SEXTA)

= Cursos de Música do TCA na Quarentena

“Iniciação a flauta doce” com Uibitu Smetak, 10h

= Aulas abertas BTCA

Sexta Diversa: Danças Afrobrasileiras com Agnaldo Fonseca, 15h

= #OSBAFLIX

OSBA em Casa #Virtual – “OsBATALÁ”, com Rum Alagbê, Márcia Short e Lazzo Matumbi, 19h

= Voltando aos Palcos

Show de Majur, 20h40

= Cameratas da OSBA

“Café com as Cameratas #Drops”


Ju Moraes na “Terça da Música”do TCA


Foto Marcos Hermes/Divulgação

Ju Moraes fez dois dias de shows, em agosto de 2019, com casa lotada na Sala do Coro do Teatro Castro Alves (TCA), mostrando-se de um jeito novo, pela primeira vez no palco de um teatro, numa sonoridade mais pop e MPB. Do repertório com músicas autorais e releituras, ela apresenta em vídeo o registro ao vivo de quatro canções: “Mágica” (Ju Moraes e Mikael Mutti), “Na Palma da Mão” (Don Chicla, Mikael Mutti e Saulo Fernandes), “Último Romance” (Rodrigo Amarante) e “Vai” (Ju Moraes), dentro do “Terça da Música”, em sua versão digital, no dia 17 de novembro (terça-feira), ao meio-dia, no canal do YouTube do TCA (www.youtube.com/teatrocastroalvesoficial).Ju Moraes é acompanhada de um power trio formado pelo baterista Paulinho Rocha, o guitarrista Enio e o baixista Marcos Sena – que divide a direção musical do show com ela. A iluminação é de Irma Vidal e a engenharia de som de Caetano Bezerra e Jacksandro Silva.

Sobre a “Terça da Música” – Desde a abertura da Nova Sala do Coro do TCA, em julho de 2018, o espaço estabeleceu uma importante e diversa agenda de shows musicais neste palco, às terças-feiras, com o selo de “Terça da Música”. Criando uma tradição de assistir neste dia a apresentações de artistas e bandas da Bahia e do Brasil, uma mostra da produção da música contemporânea nacional, em variados estilos, foi sendo composta por meio da “Convocatória para Ocupação de Pauta da Sala do Coro do TCA”, lançada semestralmente. Dezenas de espetáculos se realizaram neste formato e são rememorados pela internet, durante o atual período de medidas de isolamento social que suspenderam as atividades presenciais, através da exibição de registros audiovisuais variados, de gravações ao vivo, videoclipes ou também dos shows filmados na Sala do Coro. Também participam artistas que tiveram seus shows adiados por conta da pandemia. Os materiais ficam dispostos no canal de YouTube do TCA, na busca de manter o movimento de difusão da música baiana e brasileira diante do público do Complexo e de toda a sua forte rede digital.

“Terça da Música” – 19ª edição

Ju Moraes

Registro: “Mágica” + “Na Palma da Mão” + “Último Romance” + “Vai”

Quando: 17 de novembro de 2020 (terça-feira), 12h

Exibição através do canal do Teatro Castro Alves no YouTube

www.youtube.com/teatrocastroalvesoficial

 


Arquiteta Celeste Leão assina 2 ambientes da CASACOR


Espaço Instagramavel . Foto Danielle Barre/Divulgação

Com a proposta de apresentar as principais tendências da arquitetura e decoração, a arquiteta Celeste Leão foi convidada para assinar dois ambientes do Projeto Janelas CASACOR Bahia: O “Espaço Instagramável” e o “Estúdio Conceitual Itinerante”, ambos localizados no Centro de Convenções Salvador. O evento será inaugurado em um novo formato, em virtude da pandemia, nesta quinta (12) e seguirá até 12 de dezembro em diversos pontos da capital.

O Espaço Instagramável, localizado logo na entrada do Centro de Convenções, foi projetado por Celeste Leão com a proposta de criar uma área de boas-vindas para os visitantes do evento. “É um convite para que as pessoas marquem sua presença no espaço, interagindo e fazendo selfies, e depois sigam para o restante da mostra”, destaca. Na produção, a arquiteta utilizou uma estrutura geodésica de fácil montagem.

“É o que chamamos de arquitetura efêmera, muito prática na contemporaneidade. Criei arranjos com floração desidratada colhida dos jardins e folhas de palmeiras, formando um arranjo bem tropical para dar o toque de humanização ao espaço formado pela estrutura metálica. Usei os gardens em madeira escurecida com vasos de louça azul e branca compondo com o tapete de estampa gráfica e algumas mesas do tipo bar para dar suporte às pessoas e reforçar o clima de tropicalidade”.

O ambiente conta ainda um toque de modernidade com a iluminação em led, com linhas sinuosas e gradações de tonalidade, do branco ao amarelado. A estrutura geodésica foi fornecida pela Dom Art Brazil; os arranjos, elaborados pela Vivo Floreando; tapete e gardens de madeira, oferecidos pelo Empório Magma, e iluminação em led produzida pela Light Design Store.

Homenagem aos jornalistas e radialistas

Celeste Leão. Foto Aninha Varjão/Divulgação

Celeste Leão também assina um segundo espaço, o Estúdio Conceitual Itinerante, montado dentro de um contêiner marítimo autêntico, que foi aproveitado e adaptado, valorizando a sustentabilidade em toda a composição do ambiente. “A ideia foi justamente construir um estúdio de gravação, uma casa de áudio e vídeo, em homenagem aos jornalistas que foram e continuam sendo grandes herois nesta pandemia, trazendo notícias e orientações de saúde”, salienta a arquiteta.

Além da parte técnica de ambientação acústica, com revestimento interno em gesso acartonado sobre manta acústica, o ambiente é composto por um belo cenário de varanda gourmet, que corresponde a 60% do espaço, decorado com uma imensa fotografia de Xico Diniz do Forte São Marcelo, que destaca a transparência da varanda.

“Foram usadas diversas obras de arte da Paulo Darzé Galeria, com artistas brasileiríssimos e reconhecidos lá fora: Mestre Didi e Nadia Taquary, que trabalham em cima da ancestralidade dos Orixás. No mobiliário, aproveitei a versatilidade das poltronas giratórias”. Todo o ambiente será reaproveitado como estúdio itinerante de uma emissora de televisão, para fazer entrevistas e lançar programas ao vivo, em vários bairros de Salvador.

Além dos espaços no Centro de Convenções, a CASACOR Bahia também pode ser visitada gratuitamente no Aeroporto de Salvador, Salvador Shopping, Corredor da Vitória e Farol da Barra, com vitrines, contêineres e espaços de contemplação.

Arquiteta Celeste Leão assina dois ambientes do projeto Janelas CASACOR Bahia

O Espaço Instagramável, criado por Celeste Leão, é o ambiente de boas vindas da mostra, localizado no Centro de Convenções l Crédito foto: Danielle Barreto

Com a proposta de apresentar as principais tendências da arquitetura e decoração, a arquiteta Celeste Leão foi convidada para assinar dois ambientes do Projeto Janelas CASACOR Bahia: O “Espaço Instagramável” e o “Estúdio Conceitual Itinerante”, ambos localizados no Centro de Convenções Salvador. O evento será inaugurado em um novo formato, em virtude da pandemia, nesta quinta (12) e seguirá até 12 de dezembro em diversos pontos da capital.

O Espaço Instagramável, localizado logo na entrada do Centro de Convenções, foi projetado por Celeste Leão com a proposta de criar uma área de boas-vindas para os visitantes do evento. “É um convite para que as pessoas marquem sua presença no espaço, interagindo e fazendo selfies, e depois sigam para o restante da mostra”, destaca. Na produção, a arquiteta utilizou uma estrutura geodésica de fácil montagem. “É o que chamamos de arquitetura efêmera, muito prática na contemporaneidade. Criei arranjos com floração desidratada colhida dos jardins e folhas de palmeiras, formando um arranjo bem tropical para dar o toque de humanização ao espaço formado pela estrutura metálica. Usei os gardens em madeira escurecida com vasos de louça azul e branca compondo com o tapete de estampa gráfica e algumas mesas do tipo bar para dar suporte às pessoas e reforçar o clima de tropicalidade”. O ambiente conta ainda um toque de modernidade com a iluminação em led, com linhas sinuosas e gradações de tonalidade, do branco ao amarelado. A estrutura geodésica foi fornecida pela Dom Art Brazil; os arranjos, elaborados pela Vivo Floreando; tapete e gardens de madeira, oferecidos pelo Empório Magma, e iluminação em led produzida pela Light Design Store.

Homenagem aos jornalistas e radialistas

Celeste Leão também assina um segundo espaço, o Estúdio Conceitual Itinerante, montado dentro de um contêiner marítimo autêntico, que foi aproveitado e adaptado, valorizando a sustentabilidade em toda a composição do ambiente. “A ideia foi justamente construir um estúdio de gravação, uma casa de áudio e vídeo, em homenagem aos jornalistas que foram e continuam sendo grandes herois nesta pandemia, trazendo notícias e orientações de saúde”, salienta a arquiteta.

Além da parte técnica de ambientação acústica, com revestimento interno em gesso acartonado sobre manta acústica, o ambiente é composto por um belo cenário de varanda gourmet, que corresponde a 60% do espaço, decorado com uma imensa fotografia de Xico Diniz do Forte São Marcelo, que destaca a transparência da varanda. “Foram usadas diversas obras de arte da Paulo Darzé Galeria, com artistas brasileiríssimos e reconhecidos lá fora: Mestre Didi e Nadia Taquary, que trabalham em cima da ancestralidade dos Orixás. No mobiliário, aproveitei a versatilidade das poltronas giratórias”. Todo o ambiente será reaproveitado como estúdio itinerante de uma emissora de televisão, para fazer entrevistas e lançar programas ao vivo, em vários bairros de Salvador.

Além dos espaços no Centro de Convenções, a CASACOR Bahia também pode ser visitada gratuitamente no Aeroporto de Salvador, Salvador Shopping, Corredor da Vitória e Farol da Barra, com vitrines, contêineres e espaços de contemplação.