São João de Salvador 2017 entre os dias 22 e 24 de junho

O São João de Salvador acontece entre os dias 22 e 24 de junho no Pelourinho e em Paripe com mais de 50 atrações de artistas como Adelmario Coelho, Dorgival Dantas, Flávio José, Targino Gondim, Zelito Miranda, Geraldo Azevedo, Aviões do Forró, Saulo, Luan Santana e Estakazero.





Confira as sete cidades que já têm programação fechada do São João da Bahia 2017


Grupo Caroá de Senhor do Bonfim em foto divulgação

Viajar no São João para cidades do interior da Bahia, onde há a tradição dos festejos, é uma das melhores opções de diversão para todos. E algumas cidades como Cachoeira, Conceição do Almeida, Cruz das Almas, Itatim, Jaguarari, Santo Antônio de Jesus e Senhor do Bonfim já confirmaram a programação da festa deste ano. É só escolher a localidade que mais atrai e agendar para curtir um maravilhoso São João da Bahia 2017! (Por Noemi Flores)

Quem não possui hospedagem em casa de parentes ou amigos não fica de fora de um ambiente aprazível para desfrutar de tudo com a família ou amigos, além de hotéis e pousadas, pode alugar residências especialmente para os dias da festa e contar com a receptividade dos moradores da localidade escolhida.

Cachoeira 

Cidade histórica pela participação decisiva nas lutas pela independência do Brasil. Situada às margens do Rio Paraguaçu e distante 120 km da capital preserva a sua identidade cultural e histórica, o que a transformou em um dos principais roteiros turísticos históricos do estado.

O seu casario barroco, igrejas, museus e sua história na luta pela independência, tudo isto fez a cidade alcançar o status de “Cidade Monumento Nacional” e “Cidade Heroica”. Por isto, as festas juninas são uma das melhores opções para o visitante.

Dias de muita festa, de 22 a 25, com apresentações de quadrilhas juninas, grupos de samba-de-roda, artistas locais e as atrações principais: Adelmário Coelho, Estakazero, Saia Rodada, Silvânia e Paulinha (Calcinha Preta), Virgílio, Daniel Vieira, Sine Calmon, Psirico e Edson Gomes.

Conceição do Almeida

Conhecido como o “São João do Almeidão” serão  três dias de festa, de 23 a 25,  na cidade localizada também no Recôncavo, 182 km de Salvador. O visitante, durante dia e noite, vai encontrar acordes das sanfonas, dos triângulos, das zabumbas e assistir, além das atrações, concurso de quadrilhas formadas principalmente por alunos das escolas municipais.

Os  três dias de festa vão contar com 21 atrações distribuídas em três palcos e o destaque são: Canários do Reino, Del Feliz, Virgílio, Kart Love, Zezo, Nei Alves, Amado Basílio e Dr Oswaldinho.

Cruz das Almas

É nacionalmente conhecida pelo São João, um dos maiores festejos do país,  época em que recebe mais que o dobro de sua população, ficando em torno de 150 mil pessoas na localidade. Localizada a 146 quilômetros da capital.

A Guerra das Espadas, cultura da cidade, atualmente proibida pela justiça, mas há ainda quem se arrisque a soltar espadas em locais afastados do centro, e o legítimo forró pé de serra são alvo de muita atração para o município que sempre apresenta uma das melhores grades de cantores tanto locais como nacionais.

Para este ano, de 22 a 25, o público vai contar com as seguintes atrações: Elba Ramalho; Targino Gondim; Adelmário Coelho;Trio Nordestino; Flávio José; Sandro Becker; Acarajé com Camarão e outros.

Itatim 

Outro município do Recôncavo Baiano, pertinho de Salvador, pois fica a 215 km de distância, que se destaca com muito forró e arrasta-pé durante o período junino. Neste ano, serão quatro dias de muita festa do dia 22 a 25 de junho.

A cidade atrai praticantes da “escalada esportiva” por conta de suas formações rochosas distintas: Morro da Ponta Aguda o Morro do Enxadão, o Morro do Gavião, o Morro dos Buracos, o Morro da Fonte, o Morro do Tyresoles e o Morro do Napoleão.

E nos festejos juninos os artistas que se apresentarão na cidade são: Claudia Leite, Brunno e Marrone, Pablo, Tayrone, Solange Almeida, Mastruz com Leite, Chambinho do Acordeon, João Almeida, Júlio César, Seu Malaquias, Canários do Reino, dentre outros.

Jaguarari

 A prefeitura anuncia que terá 10 dias de São João, de 16 a 25 de junho, e ainda tem o São Pedro de Pilar que será de 7 a 9 de Julho. A cidade, localizada no centro / norte do estado, a 400 km de Salvador, também conhecida pelos registros de sítios arqueológicos de arte rupestre, tem uma das festas juninas mais tradicionais da Bahia.

O nome da grande festa: “Arraiá de Todos” que terá atrações como Pablo, Limão com Mel, Seu Maxixe, Brasas do Forró, Batista Lima, Gatinha Manhosa, Márcia Felippe, César Menotti e Fabiano, Arreio de Ouro  e outros.

Santo Antônio de Jesus 

O município, a 200 km de Salvador, já possui um grande atrativo que é a localização no Recôncavo Sul da Bahia, aliado a isto a festa de São João é considerada uma das dez melhores, atraindo grande número de baianos e turistas. E ainda tem a festa privada que é o Forró do Lago, com Bell Marques e convidados, que acontece dia 24 ( a partir das 14 horas) na Área Externa do Villa Music.

Devido à sua importância como centro comercial e de serviços em todo o Recôncavo, a cidade é chamada a  “Capital do Recôncavo e como tal não poderia deixar de proporcionar uma das melhores festas de São João da Bahia.

Para os quatro dias de São João de 2017, 23 a 26 de junho, já estão confirmados nomes como: Adelmário Coelho e Targino Gondim ,Mastruz com Leite. E ainda para confirmar Mayara e Maraísa e Marília Mendonça e outros.

Senhor do Bonfim 

Denominada a “Capital Baiana do Forró, distante 384 km da capital, a cidade apresenta  uma das festas mais tradicionais do estado, em um espaço que homenageia o Rei do Baião, Luiz Gonzaga,  Espaço Gonzagão (Parque da Cidade) com shows no Arraiá da Tapera, o forró pé de serra no Forrobodó, o Forró no Trem, o Show de Espadas, as alvoradas e a Casa do São João. As atrações da festa junina na cidade nos dias 22, 23, 24 e 25 de junho são: Adelmário Coelho, Alcymar Monteiro, Cicinho de Assis, Flávio José, Magníficos, Mano Walter, Tayrone, Jorge de Altinho, Flávio Leandro, Chambinho Do Acordeon.

Em Bonfim, como é conhecidareina cultura e tradição nos dias da festa com cortejo junino, as alvoradas juninas, apresentações  durante as madrugadas; grupos juninos que circulam pelas ruas da cidade com trios de sanfoneiro como o Caroá, Jegue Elétrico, Bico de Urubu.  E tem a festa privada, o Forró do Sfrega, realizado nos dias 23, 24 e 25 de junho com Aviões do Forró; Wesley Safadão; Simone e Simária; Matheus e Kauan; Dorgival Dantas; Márcia Felipe; Saulo; É o Tchan; Vingadora e Léo Santana.


Festas juninas atraem baianos e turistas na capital e interior


Foto divulgação de Adenilson Nunes -Secom/BA

As festa juninas  estão em segundo lugar, após o Carnaval de Salvador, dentre os eventos que mais atraem baianos e turistas no estado. A maioria das cidades baianas tem dias de intensa programação com importantes atrações que vão do forró pé de serra à música sertaneja. (Por Noemi Flores)

São dias de muita festa e não podem faltar comidas e bebidas tradicionais como a canjica, amendoim, carne de sol assada e o licor , composto de frutas como o  jenipapo, a pitanga, o maracujá, a ameixa e outras. Tudo isto acontece em palcos instalados em áreas chamadas de arraiá com toda a infra-estrutura para o visitante que vai desfrutar de boa música, comida e bebidas típicas da região, em bares e barracas armadas no local.

A dança é um ingrediente fundamental para estes arraiás, com apresentações de quadrilhas que dançam em vários palcos armados na festa. Por isto as prefeituras de algumas localidades armam mais de um palco para dar oportunidade para as pessoas assistirem aos músicos da localidade e dançarinos de quadrilhas, oportunidade  para o visitante também entrar no clima dançante.

As tradicionais espadas, um verdadeiro espetáculo de fogos, para ser acompanhado de longe, foram proibidas de serem utilizadas pelo Ministério Público há cerca de 10 anos. Mesmo assim, as cidades famosas por esta prática como Cruz das Almas e Senhor do Bonfim, alguns espadeiros  ainda realizam a famosa e tradicional Guerra de Espadas.

A capital baiana também não foge desta programação e, geralmente, os grandes shows com artistas locais e nacionais, especialmente convidados para o evento, acontece  em um palco no Terreiro de Jesus, no Pelourinho, onde durante uma semana desfilam várias atrações.

Mas quem preferir mais tranquilidade, ou seja assistir aos shows acomodados em bares e restaurantes com mesas em frente ao palco, todos os largos, Pedro Archanjo, Tereza Batista e  Quincas Berro D´Água, também têm atrações importantes.

Já no interior do estado, mais de 300 cidades fazem festa para São João e São Pedro com destaque para Senhor do Bonfim, Amargosa, Juazeiro,  Santo Antônio de Jesus, Cachoeira, Piritiba, Cruz das Almas, Irecê, Ibicuí, Valença e Porto Seguro.


Festa de São Jorge em Salvador


Foto oquefazernabahia.com

No dia de São Jorge (23), em Salvador será realizado tríduo preparatório (de 20 a 22 de abril) tanto na paróquia dedicada ao santo, que fica localizada no bairro do Jardim Cruzeiro, como também na Catedral Basílica Primacial São Salvador, Terreiro de Jesus.

Na paróquia, cada noite será abordado um tema: “São Jorge: Testemunho de Esperança” (1ª noite), “São Jorge: Testemunho de Caridade” (2º dia) e “São Jorge: Testemunho de amor” (3º dia). Na data dedicada a São Jorge (23) a programação conta com uma alvorada às 5h, seguida de missas às 8h e às 13h, ambas presididas pelo pároco, padre Clóvis Souza Santos. A partir das 16h haverá uma caminhada saindo do Largo de Roma e seguindo em direção à matriz da paróquia São Jorge, encerrando com a bênção com o Santíssimo Sacramento. Para encerrar os festejos, o bispo auxiliar Dom Gilson Andrade da Silva presidirá a Missa Solene, às 19h.

Na Catedral Basílica, o tema este ano é “São Jorge, como a Virgem Maria, nos ensina a viver com fidelidade o nosso SIM a Deus”. Os respectivos dias serão dedicados aos seguintes temas:

1° Dia- Com o testemunho de S. Jorge dizer “Sim” a Deus nos faz comprometidos com toda a criação.

Pregador: Dom Marco Eugênio Galrão Leite de Almeida.

Homenageados: Paróquia de São Jorge, Paróquias da Forania 1, Sociedade Protetora dos Desvalidos, Monte Pio dos Artistas, Entidades do Centro Histórico de Salvador.

2° Dia- Com as armas de S. Jorge dizer “Sim” a Deus nos faz romper com o pecado.
Pregador: Pe. Narciso Dias do Espírito Santo.
Homenageados: Movimentos e Pastorais da Arquidiocese.

3° Dia- Com o ensinamento de S. Jorge dizer “Sim” a Deus nos impulsiona a anunciar a Boa Nova.
Pregador: Frei José Jorge Rocha.
Homenageados: Comunidade Franciscana, Ordens Terceiras, Irmandades, Devoções e Comerciantes do Centro Histórico.

Solenidade: 23 de abril:

05:30 Alvorada com fogos e repiques de sinos.

06:00 Ofício da Imaculada.

07:00 Oração do Terço de São Jorge.

07:30 Café Comunitário.

09:00 Adoração ao Santíssimo Sacramento.

10:00 Procissão.

11:00 Missa Solene presidida pelo Cônego Lázaro Silva Muniz.

São Jorge

Nascido por volta do século III, na Capadócia, região que atualmente pertence à Turquia, e filho de pais cristãos, Jorge aprendeu ainda na infância a ser obediente a Deus e a crer em Jesus Cristo como o seu único Salvador. Após a morte do pai, mudou-se para a Palestina com sua mãe, onde foi promovido a capitão do exército romano devido a sua dedicação e, aos 23 anos, já exercia altas funções na corte imperial.

Na época, o imperador Diocleciano planejava mandar matar todos os cristãos e, no dia em que o senado confirmaria o decreto imperial, Jorge declarou-se espantado com a decisão e passou a afirmar que os ídolos adorados nos templos pagãos eram falsos deuses, e defendeu somente a fé em Jesus Cristo. Ao ouvi-lo, o imperador mandou torturá-lo até que ele negasse a fé em Jesus, entretanto Jorge continuou firme como servo de Deus e não fez o que o imperador queria. Insatisfeito com a postura de Jorge, Diocleciano mandou degolá-lo no dia 23 de abril de 303. (Fonte: Ascom da Arquidiocese de São Salvador da Bahia)


Tradicional Festa do Vaqueiro em Milagres será de 28 a 30 de abril


O município de Milagres, 230 km de Salvador, se prepara para receber o público da Tradicional Festa do Vaqueiro. O evento acontece dos dias 28 a 30 de abril e contará com shows de bandas regionais e nacional. Uma grande expectativa vem tomando conta da população de Milagres, diante dos preparativos para a realização da Festa dos Vaqueiros 2017.

Considerada uma das mais tradicionais da Bahia, a grande festa dos vaqueiros de Milagres receberá este ano um novo formato  com novas atrações e uma programação inovadora. A Prefeitura de Milagres divulgou algumas atrações como Danniel Vieira, Tayrone Cigano, Alcymar Monteiro, Adelmario Coelho.

Duas comissões foram formadas para conduzir a organização da festa, uma composta por diversas pessoas e praticantes dos esportes equestres, para organizar e animar a participação dos vaqueiros com desfile, corrida de argolinha e missa campal; a outra comissão é composta pelos secretários municipais e assessores da prefeitura. Fonte: Jornal O Paraguaçu / Iaçu Notícias.


Festa de Iemanjá se aproxima


Foto divulgação: Rita Barreto

 

Odoyá! Uma das principais festas do calendário festivo de Salvador está chegando. Dois de fevereiro, dia de saudar Iemanjá no Rio Vermelho. Bairro onde se localiza a Colônia de Pescadores que todos os anos homenageia a Rainha do Mar com grande festa para baianos e turistas. Por Noemi Flores

É lá que devotos levam oferendas para a  grande orixá dos mares como perfumes e flores (inclusive é recomendado que os presentes sejam o mais natural possível para não contaminar o mar, os perfumes levados devem ser  jogados nas flores e o vidro é descartado). Os presentes são colocados em balaios para ser lançados no alto mar pelos pescadores. Geralmente por volta das 16 horas saem em embarcações soltando fogos para a Rainha do Mar, formando  um verdadeiro espetáculo marítimo para ser observado.

A festa de Iemanjá é uma das mais belas e famosas da cidade, onde o bairro do Rio vermelho fica colorido de branco e azul das vestes dos visitantes, dentre estes  baianos e turistas, que vão render homenagem à Rainha do Mar. Há uma peculiaridade diferente de outras festas de santos que realizam a famosa lavagem em adro de igrejas. Já a de Iemanjá não ocorre isto porque se trata de um orixá, do Candomblé, uma divindade em forma de sereia que protege as águas do mar.

Um  evento sem  trio elétrico, porém com vários blocos e bandas , formados por populares, artistas e associações de bairro, relembrando carnavais passados. Desfilam pelas ruas do bairro, sem cordas, o que democraticamente podem ser seguidos por quem quer entrar no embalo da música contagiante. E, seguramente, com um policiamento ostensivo.

Hotéis, bares e restaurantes e pousadas se transformam em camarotes, regados a pratos típicos  e bebidas, para proporcionar ao turista uma melhor visibilidade da festa, além, é claro, das barracas espalhadas pelas ruas do bairro oferecendo tira-gostos e bebidas.

Em alguns destes estabelecimentos, para a comodidade do baiano e turista, é cobrado um valor para a entrada com direito à almoço, geralmente são as famosas feijoadas. Uma festa interna para assistir a show de bandas ou cantores contratados, longe da movimentação para quem quer tranquilidade e diversão.

Programação Oficial da Festa de Iemanjá (Fonte: Blog do Rio Vermelho):
  • 01/02/2017 – 07h – ABERTURA DO CARAMANCHÃO PARA RECEBER AS OFERENDAS 
  • 01/02/2017 – 23h – TERREIRO DE MÃE JACIRA (CAMDOMBLÉ) 
  • 02/02/2017 – 02h30′ – PRESENTE DE OXUM (DIQUE DO TORORÓ
  • 02/02/2017 – 04h45′ – CHEGADA DO PRESENTE PRINCIPAL AO RIO VERMELHO 
  • 02/02/2017 – 04h45′ – ALVORADA DE FOGOS DE ARTIFÍCIO 
  • 02/02/2017 – 15h30′ – SAÍDA DO PRESENTE PRINCIPAL 
  • 02/02/2017 – 18h – ENCERRAMENTO DA FESTA (RELIGIOSA)