Brinque Carnaval! Mas cuide da saúde

“Já pintou verão, calor no coração, a festa vai começar! Salvador se agita, numa só alegria, eternos Dodô e Osmar!”… nesta semana começa a maior …




Banho de Mar à Fantasia na Praia da Preguiça


Fotos Divulgação

Com Larissa Luz, Ilê Aiyê e Ministereo Público, Banho de Mar à Fantasia aproveita pré-Carnaval para denunciar gentrificação e especulação imobiliária no Centro Antigo de Salvador

 O Banho de Mar à Fantasia, festa pré-carnavalesca que lota a Ladeira da Preguiça e as imediações, no bairro do Dois de Julho, promete levar novamente uma multidão vestida de personagens icônicos para as ruas de Salvador neste domingo, dia 16 de fevereiro.

A edição de 2020 da festa, que acontece há mais 90 anos e foi revitalizada na última década por um grupo de moradores e ativistas, vai reafirmar o objetivo político da atividade, que é denunciar a gentrificação e a especulação imobiliária que tenta remover os moradores das comunidades negras e pobres do Centro Antigo da capital baiana.

Na programação do evento pré-carnavalesco, entre palavras de ordem, serpentinas, glitter e protestos, estão artistas como a cantora Larissa Luz, a banda de soundystem Ministereo Público, o afoxé feminino Filhas de Gandhy, o rapper Xarope MC, o grupo cultural de juventude Batekoo, as bandas de samba Vai Kem Ké e Assim Que Se Faz, o bloco afro Ilê Aiyê, os Mascarados de Maragogipe e a Fanfarra da Preguiça.

A maioria das atrações se dividirá entre o Palco da Praia, localizado na Praia da Preguiça, e o Palco Mirante, situado na Rua Visconde de Mauá. Já os Mascarados de Maragogipe e a Fanfarra da Preguiça serão responsáveis por puxar o cortejo que dá início à festa, saindo da Ladeira Preguiça pontualmente às 12h.

Quando chegar ao Largo Dois de Julho, a caminhada passa a ser liderada pelo bloco Ilê Aiyê, que fará a ‘levada’ do retorno, em direção à Praia da Preguiça. O Banho de Mar à Fantasia, que dá nome à festa, vai acontecer nesse momento, no meio da tarde.

 

“Nossa ideia é que a festa seja tão bem-sucedida quanto no ano anterior, mas que a gente dê o peso político necessário, que é o que faz essa atividade existir. Precisamos denunciar o processo de gentrificação e de retirada de direitos das pessoas negras, das tentativas de remoção dos moradores dessa região”, afirma o ativista cultural Marcelo Teles, um dos coordenadores do Centro Cultural Que Ladeira É Essa?.

O historiador Marcos Rezende, ativista do Coletivo de Entidades Negras (CEN) e um dos responsáveis pela revitalização do Banho de Mar à Fantasia, também defende que a festa possui uma função social forte, que é garantir os direitos da população negra.

“O que queremos é, por meio de uma atividade que parece ser somente festiva, mostrar que a nossa cultura é o meio ideal para denunciar o racismo geográfico e territorial, a criminalização dos nossos territórios, defender o direito de todas as pessoas à cidade, o direito à moradia e de nosso povo permanecer nos locais onde ele construiu sua história a vida toda. Essa é uma ação em defesa da cidade, porque construir um Salvador para todos é defender toda a cidade”, defende Marcos Rezende.

 Organizado pelo CEN e pelo Centro Cultural Que Ladeira É Essa?, o Banho de Mar à Fantasia 2020 tem o apoio institucional da Fundação Gregório de Mattos (FGM) e da Empresa Salvador Turismo (Saltur), órgãos da Prefeitura Municipal de Salvador, e também do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (IPAC) e do Centro de Culturas Populares Identitárias (CCPI), órgãos ligados à Secretaria da Cultura do Governo do Estado da Bahia (Secult-BA). Também apoiam a ação a Rede Bahia de Televisão, a ONG Rede Mar Vivo e as marcas Crioula, Kamará Produções, Salvador Meu Amor, Loja Negros Solidários e AmmaBahia (Associação dos Mascarados de Maragogipe), além dos blocos As Muquiranas e As Kuviteiras.


Pré-carnaval com Fuzuê e Furdunço


Foto Bruno Concha/Secom

O folião do carnaval de Salvador já se prepara para o Fuzuê e Furdunço, manifestações que antecedem ao início oficial da festa de Momo e que este ano tem como tema ‘O Carnaval dos Carnavais’, um destaque especial à edição 2020. Juntos, o Fuzuê, que ocorre no próximo sábado (15) e o Furdunço, no domingo (16), devem levar pouco mais de 80 atrações sem corda para o circuito Orlando Tapajós (Ondina/Barra). São manifestações culturais, bandas de sopro, microtrios e pranchões, que remetem ao brilhantismo dos antigos carnavais.

As atrações do Fuzuê começam a desfilar às 16h, com saída a partir do Clube Espanhol, em Ondina, em direção ao Farol da Barra (no contrafluxo do circuito Dodô). Quem abre o desfile é Tio Paulinho com apresentações voltadas para as crianças, e com uma proposta de levar os musicais da Broadway para a rua. “Vamos colocar no Fuzuê os grandes musicais da Broadway, então vai ter O Rei Leão, Frozen e Anna, por exemplo. O objetivo é que a criança se identifique bastante”, conta.

Já no terceiro ano de desfile, Tio Paulinho afirma gostar muito da inclusão que a festa proporciona. “Além de trazer a brincadeira para a cidade, o Fuzuê promove uma inclusão fantástica. A gente vê crianças, cadeirantes, famílias inteiras, fantasiados ou não, e isso é muito bacana. Além disso, o desfile é todo formado por temas culturais”, diz.

O sábado vai contar ainda com as manifestações culturais Oficina de Frevos e Dobrados, Pierrot Tradição de Plataforma, Barquinha de Bom Jesus dos Pobres, Fanfarra BBG, Banda Big Show, Caretas de Cairu, Fuzuê Junino, Gravata Doida, Grupo Cultural Bambolê, Banda Show Laroyê, Cangaceiros de Ipitanga, Banda Comanches e Banda Percurssiva Axé Babá, entre outros. A programação completa do Fuzuê e Furdunço está disponível no site curtacarnaval. com. Br.

Divulgação/Secom

Furdunço – No domingo, quem invade a Avenida Oceânica são os trios, pranchões e ônibus, levando as apresentações musicais para bem pertinho do público. Os desfiles começam às 15h com a apresentação do compositor e cantor Gerônimo eu seu buzanfan, ônibus adaptado em substituição ao trio elétrico. “Vamos entrar pelo segundo ano no circuito com essa alegoria elétrica e musical, um ônibus-jardineira onde nós tocamos e ficamos muito próximo do público. É um palco de mais ou menos 1,5 metro de altura. O buzanfan não vem só com música, vem com música e luminosidade e isso é muito legal”.

Já a Banda Marana, programada para sair à noite, promete levar muito misticismo para o público. Com o tema Tribo Mística, cada músico vai se caracterizar de um elemento que rege os signos do zodíaco. Além disso, a banda faz um convite para que o folião pipoca também vá à caráter para a festa. Além de canções autorais como Mágica Elétrica e Agradecer (que foi gravada com a participação de Saulo para o EP mais recente), a banda traz no repertório músicas de Armandinho, Moraes Moreira, Olodum, Banda Mel, Chiclete com Banana, Rita Lee, Riachão e Caetano Veloso, entre outros.

“A gente faz uma mistura de ritmos, mas sempre com o objetivo de propor uma viagem até o carnaval das antigas, de fazer com que as pessoas se lembrem de um carnaval em que o folião tinha mais engajamento e vontade de participar”, opina Chico Gomes, cantor e compositor do grupo.

Ainda desfilam no domingo as bandas Fitdance, Rixô Elétrico, Quabales,BaianaSystem, Duas Medidas, Mudei de Nome, Armandinho, Danniel Vieira, Juan e Ravena, A Mulherada, Luciano Calazans, Afrodisíaco, Guig Ghetto, Viola de Doze, Tonho Matéria, Diamba, Adão Negro, Ana Mameto, Araketu, Kart Love e Forró do Tico, entre outras. Confira as outras atrações no site oficial do Carnaval.

O Furdunço foi lançado pela Prefeitura em 2014 e o Fuzuê em 2016 com a proposta de valorizar os pequenos equipamentos e manifestações culturais no chão, resgatando os antigos carnavais.


Ivete, Daniela, Léo Santana e Anitta no carnaval pipoca


Quem não vai sair em nenhum bloco neste Carnaval da Bahia, pode se despreocupar porque importantes atrações estarão em trios completamente sem cordas para o folião pipoca, em dois circuitos do carnaval na capital, Osmar (Campo Grande) e Dodô (Barra/Ondina). Dentre estes artistas estão Léo Santana, Anitta, Daniela Mercury e Ivete. Esta programação foi preparada pelo Governo do Estado, por meio da Bahiatursa, para ninguém ficar sem “correr atrás do trio” no maior Carnaval do Planeta.

Léo Santana desfila no circuito do Campo Grande

Foto Rosilda Cruz/Bahiatursa

O cantor Léo Santana é mais uma atração da programação do Carnaval da Bahia, Dono de hits como Santinha, Contatinho e Crush Blogueirinha, o Gigante vai desfilar na quinta-feira, 20, à noite, dia da abertura oficial da folia, no Circuito Osmar (Campo Grande-Avenida Sete).

Léo participou do Parangolé por sete anos e foi sob o seu comando que a banda ganhou reconhecimento nacional com Rebolation, em 2009. Depois de cinco anos em carreira solo, o cantor e compositor já emplacou sucessos como Mainha Gosta Assim, parceria com Ivete Sangalo e lançada no DVD da cantora, Encaixa, com MC Kevinho, e Vai Dar PT.

Em sua trajetória, Léo já lançou cinco CD’s, dois EP e cinco DVD’s, além de clipes que, juntos, ultrapassam 100 milhões de visualizações. Seu show conta com um repertório que passeia entre os maiores hits desde que saiu em carreira solo, passando pelos sucessos do DVD AO VIVO em Goiânia e o DVD Baile da Santinha, que o consagrou de vez.

Anitta na sexta-feira, no Circuito Barra-Ondina

Divulgação

Dona de sucessos como Vai Malandra, Combatchy, Medicina e Paradinha, Anitta traz o Show das Poderosas para o Carnaval da Bahia. A artista se apresenta no dia 21, sexta-feira, no circuito Barra/Ondina, dentro da programação organizada pelo Governo do Estado, por meio da Bahiatursa. Sucesso no Brasil e no exterior, este é o terceiro ano de Anitta na festa momesca baiana. Os fãs poderão curtir de perto uma apresentação recheada de sucessos, como os singles Indecente, Sua Cara, Bang, Some Que Ele Vem Atrás e Cobertor.

Pipoca da rainha Daniela Mercury no Carnaval da Bahia

 

Com o tema Arte e Resistência, Daniela Mercury se apresenta dois dias para o folião pipoca no Carnaval da Bahia. Na sexta(21) e terça-feira(25), a rainha do axé desfila na Barra e Campo Grande. A cantora trará novo trio elétrico (batizado de Triatro) e repertório inspirado no seu novo álbum, Perfume, com canções como Confete e Serpentina e Rainha da Balbúrdia.

Na sexta-feira, dia 21, na Barra, o desfile será mágico. Isso porque o Triatro vai virar palco para a apresentação do musical Sonho de Uma Noite de Verão na Bahia, versão inédita da comédia de Shakespeare Sonho de Uma Noite de Verão, atualizada por Adriana Falcão e adaptada para os palcos por João Falcão.

A despedida do Carnaval de Salvador da rainha será na terça-feira, dia 25, desta vez no Circuito Osmar (Campo Grande). Neste desfile, a cantora fará uma performance artística ao som de uma composição chamada Piracema com 600 peixes feitos de garrafas pet e pintados pelo artista plástico J. Cunha.

A intenção de Daniela é chamar a atenção para temas importantes, como o aquecimento global e a poluição dos rios e oceanos. Como já faz parte da tradição, o circuito do centro recebe um repertório de sambas-reggae tradicionais e novos, como a canção do Ilê Aiyê gravada pela cantora no álbum Perfume.

Sempre inovadora, em celebração aos 35 anos da axé music e aos 70 anos do trio elétrico, Daniela apresenta nesses dias o seu novo teatro sobre rodas. Uma nova passarela-palco foi criada para abrigar o canto e a dança de Daniela e seus bailarinos. Ao todo são 130 metros quadrados de palco.

Ivete Sangalo na terça do Carnaval da Bahia

Foto Rafa Mattei/Divulgação

Na terça-feira de Carnaval, no Circuito Osmar (Campo Grande-Avenida Sete), vai rolar a festa. Isso porque Ivete Sangalo está na programação das atrações sem cordas. Dona de vários prêmios, a cantora traz o projeto “Live Experience” e garante que vai levar a energia dos seus mais de 20 anos de carreira para as ruas.

Recentemente, a artista lançou o EP com a música-título O Mundo Vai, Não Me Olha Assim e Coisa Linda. O repertório da apresentação no carnaval será formado ainda por músicas de sucesso como Eva, Festa, Sorte Grande e Dalila, e canções novas, como Teleguiado e Lambada (Corpo Molinho).

Cantora e compositora baiana, Ivete ganhou o Grammy Latino com o álbum MTV Ao Vivo, gravado em 2005, na categoria Melhor Disco de Música Brasileira Regional ou de Raízes, e em 2012 ganhou na categoria Melhor Álbum de Música Brasileira, com o especial Ivete, Gil e Caetano.

A companhe a programação aqui

TRIOS SEM CORDA

CIRCUITO DODÔ (Barra):


Quinta-feira (20):
  Bell Marques
  Solange Almeida
  Cheiro
  Babado Novo
  Katê
 
Sexta-feira (21):
  Saulo
  Anitta
  Daniela Mercury
  Rafa e Pipo
  Papazoni
  Trio da Huana
  Yago
Sábado (22):
  Luiz Caldas
  Jau
  Afro punk Afro Cidade
  Amanda Santiago
  Fit Dance
  Nata do Samba
  Trio Respeita as Mina: Aya Bass
 

 

Domingo (23):
  Luiz Caldas
  Aline
  Afro Punk Baiana System
  Luana Monalisa
  Genard
  Paulinho Boca
  Projeto Cid Guerreiro de Jesus
Segunda (24):
  Duas Medidas
  Tayrone
  Carla Cristina
 
Terça (25):
  Parangolé
  La Fúria
  Denny
  Luana Monalisa
  Teus Santos
  Nata do Samba

 

CIRCUITO OSMAR (Campo Grande):

Quinta-feira (20):
Leo Santanna
Parangolé
Psirico
Sábado (22):
Rosy e Banda
Domingo (23):
La Fúria
Attooxxa
Segunda-feira (24):
FitDance
Terça-feira (25):
Ivete Sangalo
Daniela Mercury
Duas Medidas

 

CIRCUITO BATATINHA (PELOURINHO)

 

RUAS – PROGRAMAÇÃO– CARNAVAL 2020

 

22.02 |Sábado

 

LOCAL HORÁRIO ATRAÇÃO
Ruas do Centro Histórico 16h|19h Escola de Samba Unidos de Itapuã
(Bandão)
Ruas do Centro Histórico 16h|19h Banda Percussiva Som do Timbal
(Bandinha de Percussão)
Ruas do Centro Histórico 16h|19h Batida no Pelô
(Bandinha de Percussão)
Folia Mamulengo
(Performance)
Ruas do Centro Histórico 16h|19h Banda Recordar
 (Bandinha de Sopro e Percussão)
Koru Cia de Dança
(Performance)
Ruas do Centro Histórico 16h|19h Bandão Aurora
 (Bandão)
Folia de Erê
 (Performance)
Ruas do Centro Histórico 19h|21h Bandão do Farias
 (Bandão)
Cia de Danças e Folguedos
(Performance)
Ruas do Centro Histórico 19h|21h Turma do Bassa
 (Bandão)
Filó  Brincante
 (Performance)
Ruas do Centro Histórico 20h|22h Paroano Sai Milhó
 (Bandinha de Corda e Percussão)

 

 23.02 | Domingo

  

LOCAL HORÁRIO ATRAÇÃO
Ruas do Centro Histórico 16h|19h Escola de Samba Unidos de Itapuã
(Bandão)
Ruas do Centro Histórico 16h|19h Banda Percussiva Pérola Negra
(Bandinha de Percussão)
Ruas do Centro Histórico 16h|19h Banda Afrodescendentes
(Bandinha de Percussão)
Folia Mamulengo
(Performance)
Ruas do Centro Histórico 16h|19h Batida no Pelô
(Bandinha de Percussão)
Ruas do Centro Histórico 16h|19h Koru Cia de Dança
(Performance)
Ruas do Centro Histórico 16h|19h Folia de Erê
 (Performance)
Ruas do Centro Histórico 19h|21h Bandão  do Farias
 (Bandão)
Cia de Danças e Folguedos
 (Performance)
Ruas do Centro Histórico 19h|21h Turma do Bassa
 (Bandão)
Filó  Brincante
 (Performance)
Ruas do Centro Histórico 19h|21h Orquestra Os Franciscanos
 (Bandinha de Sopro e Percussão)
Ruas do Centro Histórico 19h|21h Bandinha Folia de Momo
 (Bandinha de Corda e Percussão)

 

Carnaval do Pelô – 2020

Programação – Microtrios

 

MICROTRIOS CIRCUITO DATA HORÁRIO
BANDA MARANA Batatinha |Terreiro de Jesus 21.02|SEXTA 19h|23h
TUK TUK SONORO & SYLVIA PATRICIA Batatinha |Terreiro de Jesus 21.02|SEXTA 16h|20h
LOS CUATRO Batatinha |Terreiro de Jesus 23.02|DOMINGO 16h|20h
RURAL ELÉTRICA Batatinha |Terreiro de Jesus 22.02|SÁBADO 16h|20h
MAIRA LINS – BUTECO ELÉTRICO Batatinha |Terreiro de Jesus 22.02|SÁBADO 19h|23h
MICROTRIO IVAN HUOL – EM ÁGUAS Batatinha |Terreiro de Jesus 24.02|SEGUNDA 16h|20h

 

 Carnaval do Pelô – 2020

Programação – Nanotrios

 

NANOTRIOS  CIRCUITO DATA HORÁRIO
BIKE AXÉ Batatinha |Terreiro de Jesus 22.02|Sábado 16h|20h
PELÔ BOSSA REGGAE Batatinha |Terreiro de Jesus 24.02|Segunda 15h|19h
COLETIVO DI TAMBOR Batatinha |Terreiro de Jesus 23.02|Domingo 15h|19h
RIXÔ ELÉTRICO Batatinha |Terreiro de Jesus 22.02|Sábado 17h|21h

 

 

Programação | PALCOS – Carnaval do Pelô  2020

 

21/02 – SEXTA-FEIRA
Largo do Pelourinho 20h|22h – Banda Armandinho, Dodô e Osmar
         ‘Em comemoração aos 70 anos do Trio Elétrico’
         Participação: Escola de Música Irmãos Macêdo
22h30|00h – Moraes Moreira
00h/01h – Amanda Santiago
Pedro Archanjo 19h|21h – Orquestra – Orquestra Compassos
21h30|23h – Jorge Zarath
23h30|01h – Amy Reggaehouse
Tereza Batista 18h|20h – Banda Ital Crew (Abertura)
               Val Macambira e Banda Mula Ruge
                Nilson Aquino e Cavalo Marinho
20h30|22h30 – A Praça do Frevo Elétrico – Carlos Pita
‘Ao Som da Guitarra Baiana –  Os 70 Anos do Trio Elétrico’
23h|01h – Vitrola Baiana
Quincas Berro D’Água 17/18h30 – a confirmar
19h|21h – Afro – Nadjane Souza
21h30|23h30 – Samba – Clécia Queiroz
00H/01H30 – a confirmar

 

 

22/02 – SÁBADO
Largo do Pelourinho 19h30|21h30 – Projeto 03 Artistas – Baile de Todos os Transes
Ava Rocha | Leo Cavalcanti | Negro Léo
22h|00h – Projeto 03 Artistas – Raul 75
Bruna Barreto | Irmão Carlos Psicofunk | Orí
Pedro Archanjo 15h30|17h30 – Baile Infantil – CadeiraDeBrin
19h|21h – Afro – Afrosambah
21h30|23h30 – Orquestra – Orquestra Reggae de Cachoeira
00h|01h30 –  Pablo Moraes
Tereza Batista 16h|17h – Zelito Miranda
17h30|19h30 – Reggae – Dionorina
20h|22h – A Praça do Frevo Elétrico – Carlos Pita
‘Ao Som da Guitarra Baiana –  Os 70 Anos do Trio Elétrico’
22h30|00h30 – Antigos Carnavais – Rádio Bahiense
Quincas Berro D’Água 15h|16h30 – Edd Bala
17h|19h – Antigos Carnavais – Banda Compassos e Serpentinas
19h30|21h30 – Arrocha – Banda Dois Amores
22h|00h – Samba – Bira Negros de Fé

 

 

23/02 – DOMINGO
Largo do Pelourinho 19h|21h – Projeto 03 Artistas – Pelô Nordeste
Janaína Carvalho | Lala Carvalho | Pedro Rosa Moraes
21h30|23h30 – Projeto 03 Artistas – De Chiquinha a Moraes
A história cantada dos carnavais
Juliana Ribeiro | Morotó Slim | Peu Meurray
00h|01h30 – Márcio Mello
Largo Pedro Archanjo 15h30|17h30 – Baile Infantil – Grupo Pé de Lata
19h|21h – Orquestra – Orquestra Sérgio Benutti
21h30|23h30 – Axé – Los Candelas
00h|01h30 – Lucas Melo
Tereza Batista 15h30|17h – #ColeComigo
17h30|19h30 – Reggae – Prince Áddamo
20h|22h – A Praça do Frevo Elétrico – Carlos Pita
‘Ao Som da Guitarra Baiana –  Os 70 Anos do Trio Elétrico’
22h30|00h30 – Reggae – Mavi
Quincas Berro D’Água 15h30|17h30 – Pagode Família
18h|20h – Afro – Performáticos Quilombo
20h30|22h30 – Arrocha – Jane Cordeiro
23h|01h – Samba – Samba do Vai Kem Ké

 

 

24/02 – SEGUNDA-FEIRA
Largo do Pelourinho
18h|20h – Projeto 03 Artistas – Pradarrum – Saudação às matriarcas
Gabi Guedes | Doudou | Nãnan
20h30|22h30 – Projeto 03 Artistas – Eeu sambo mesmo
Luciano Salvador Bahia | Simone Motta | Mazzo Guimarães
23h|01h30 – Pra Casar
Pedro Archanjo 15h30|17h30 – Baile Infantil – Banda Gatos Multicores
17/18h30 – a confirmar
19h|21h – Orquestra – Zeca Freitas & Orquestra
21h30|23h30 – Guitarra Baiana – Júlio Caldas
00h|01h30 – Alexandre Leão
Tereza Batista
15h|17h – RAP – Mr. Armeng
17h30|19h30 – RAP –  Vandal
20h|22h –  Guitarra Baiana – Escola de Música Irmãos Macêdo
22h30|00h30 – Reggae – Danzi & Jahfreeka Soul
Quincas Berro D’Água
15h|16h30 – Rebeca Tárique
17h|19h – Axé – Marcato
19h30|21h30 – Samba – Shalom Adonay e Viola Paraguaçu
22h|00h – Antigos Carnavais – Bailinho de Quinta
00h30|01h30 – Ana Mametto

 

 

25/02 – TERÇA-FEIRA
Largo do Pelourinho
18h|20h – Projeto 03 Artistas – Som interior – Trovas Violadas de uma Bahia profunda
Bule Bule | Josyara | Roberto Mendes
20h30|22h30 – Projeto 03 Artistas – Ivetes, Maria Brasileira
Luciano Calazans | Alexandre Vieira | Cesário Leoni
23h|01h – Projeto 03 Artistas – Triunidade
Lazzo | Skanibais | Duda Diamba
Pedro Archanjo
15h30|17h30 – Baile Infantil – PUMM – Por Um Mundo Melhor
19h|21h – Guitarra Baiana –  Ricardo Marques & Ligação 70
21h30|23h30 – Orquestra –  Orquestra Fred Dantas
00h|01h – Gerônimo
Tereza Batista
15h|17h – RAP – Nouve
17h30|19h30 – RAP – Nova Era
20h|22h – Reggae – Banda Cativeiro
22h30|00h – Marcia Short
00H/01h30 –  a confirmar
Quincas Berro D’Água
15h|16h30 – Legião do Samba
17h|18h30 – Estakazero
19h|21h – Samba – Maryzélia
21h30|23h30 – Samba – Gal do Beco
00h|01h – Aloisio Menezes

 

Programação sujeita a alteração.


Paroano Sai Milhó anima pré-carnaval no Rubi


Depois do enorme sucesso em 2017, 2018 e 2019, o grupo Paroano Sai Milhó foi convidado novamente para participar dos bailes de Carnaval do Café Rubi, no Wish Hotel da Bahia, em 2020. Dentro do projeto “Verão Rubi”, as apresentações ocorrem nos dias 14 e 15 de fevereiro, sempre das 20h30 às 23h.

A proposta é relembrar o clima dos Carnavais de salão e, por isso, o Paroano convida o público a vestir sua fantasia e dançar ao som de músicas que marcaram época.

“Vamos reviver os bailes que aconteciam em períodos de ouro da folia e deixaram saudades. Queremos levar nosso abraço e nossa alegria para comemorar os mais de 50 carnavais do grupo”, afirma Francisco Mascarenhas, integrante e co-fundador do Paroano.

As duas noites serão regadas a muita animação ao som de composições de Walter Queiroz, Carlinhos Cor das Águas, Caetano, Pepeu, Gil, Moraes, Gerônimo, Dito, entre tantos outros artistas brasileiros.

O show presta um tributo aos compositores baianos, produtores de imensa matéria-prima musical que alimenta o Paroano há muitas décadas, mantendo sua essência de arte de rua. Não faltarão, é bom lembrar, as tradicionais marchinhas carnavalescas.

História e tradição – Uma das entidades mais tradicionais da folia baiana, o Paroano Sai Milhó fez seu primeiro desfile de Carnaval em 1964. A primeira fantasia usada pelo grupo foi improvisada e não agradou muito. Alguém, a título de consolo e incentivo, disse: “para o ano sai melhor”, e a frase acabou sendo adotada como nome do bloco.

Nas ruas, os integrantes tratavam de acrescentar ao repertório tradicional carnavalesco, formado de marchinhas, sambas e frevos, músicas da MPB, de todos os tempos e estilos, com arranjos especiais para a folia momesca.

“Eles são o oásis do carnaval baiano”, disse certa vez Caetano Veloso. Apesar da estreia na festa de Momo, sua fundação oficial se deu em 9 de fevereiro de 1964, nas rodas de seresta do Largo do Godinho (Saúde), pelo engenheiro e violonista Antônio Carlos Mascarenhas, o “Janjão”.

O que define o grupo, composto atualmente por 17 músicos e vocalistas, é a sua forma original acústica, que desafia o som eletrônico, já que todos cantam “no gogó”, em ciranda, de estandarte em punho, travestidos de palhaços, como um “Exército de Brancaleone” do Carnaval de rua da Bahia, empunhando violões, cavaquinhos e percussões, sempre cumprindo a promessa cunhada no nome da banda.

O Paroano Sai Milhó é: Adilson, André, Ari, Jackson, Ferreira, Quico, Niltão, Flávio, Mundinho, Geraldo, Caito, Gerson, Álvaro, Chico Ulisses, Chico Mascarenhas, Lindberg e Zé Raimundo.

Paroano Sai Milhó
Quando: 14 e 15/02 (sexta e sábado)
Horário: das 20h30 às 23h
Onde: Café Rubi
Quanto: Couvert artístico – R$ 80

Compra

Bilheteria: Café Rubi – 71 3013-1011
segunda a sábado, das 14h às 19h (em dias de apresentação, até às 20h30)
Vendas online: https://couvertartistico.caferubi.com.br/


Carnaval para toda família em Costa do Sauípe


Divulgação

O mês de fevereiro na Costa do Sauípe traz uma programação especial para a diversão de toda a família. O complexo turístico reuniu o melhor de cada folia da cultura popular do Brasil e oferecerá inúmeras atrações para seus hóspedes vivenciarem toda a alegria do Carnaval.No início das festividades os foliões curtirão um aquecimento com Marchinhas de Carnaval, Bloquinho Sauípe, Bonecões de Olinda e Oficina de Frevo. Dando continuidade à programação, o resort preparou várias atividades culturais sobre baianidade nagô, com oficinas de percussão, pinturas faciais do Timbalada, Bloquinho Alala Oh Oh Oh, Bloco Pelourinho e muito mais.

E a diversão não para por aí. Bloco de Rua SP, Baile de Máscara e Bloco da Corda prometem deixar a experiência dos hóspedes ainda mais completa durante o mês mais aguardado do ano. Na última semana a animação será por conta das Escolas de Samba, Bloco Sauípe e Oficinas de Frevo.

O público infantil também terá uma programação animada durante todo o mês, com a participação do Bloquinho da Zooeira. Na agenda constam desfile de fantasias, matinê e Festa da Espuma. Tudo pensado para ninguém ficar de fora da folia do Carnaval.

Pacotes – De 21 a 25 de fevereiro (04 noites) 1 quarto para 2 adultos, diárias a partir de R$ 1.530,00. All Inclusive de petiscos na piscina até refeições completas. Bebidas alcoólicas ou não alcoólicas estão inclusas nos preços durante todo o dia. Preços sujeitos a disponibilidade. Consulte valores e datas em www.costadosauipe.com.br. A programação também está sujeita a alteração.

Sobre a Costa do Sauípe – A Costa do Sauípe é o destino de férias mais completo para receber toda a família ou amigos e o ideal para um passeio no sistema all inclusive, sendo o único resort de bandeira brasileira a operar na região. A natureza exuberante de Mata de São João (BA), em meio ao Nordeste brasileiro, conta com extensa orla de praias preservadas pela Mata Atlântica, proporcionando aos visitantes um contato direto com a fauna e flora típicas do litoral baiano.