Culinária Musical Dia das Mães na Casa do Benin


No Dia das Mães, a ser celebrado no próximo domingo (12), o presente tem que ser completo. Para ajudar aos filhos na missão de proporcionarem um dia especial, o afrochef Jorge Washington realiza uma edição especial do projeto Culinária Musical, a partir do meio-dia, na Casa do Benin, no Pelourinho, dedicado às geradoras da vida. O ingresso custa R$20 (dinheiro) e o prato R$30 (dinheiro, débito ou crédito).

O já consolidado projeto gastronômico e musical da cidade reunirá tudo que as mamães têm direito: música de qualidade, boa comida e muita alegria.A programação terá o som do grupo Quinteto e as participações dos cantores Adelmo Casé e Dom Chicla e da cantora Alana Muinhos, além de desfile da grife Nêga Negona, com a oportunidade das mamães presentes estrearem na passarela.

Na cozinha cheia de afetos, Washington preparará uma deliciosa feijoada, confirmando que aprendeu bem os ensinamentos recebidos na cozinha da mãe, dona Georgina Rodrigues da Silva. Ainda como opções gastronômicas serão oferecidos abarás e um caprichado arrumadinho de carne de fumeiro.

 


Vem aí o Festival Gastronômico “Sabores de Itacaré”


Fotos divulgação Elton Andrade

6º Festival Gastronômico “Sabores de Itacaré” acontece de 25 a 28 de julho, quando a cidade se transforma na Capital baiana da gastronomia. O evento tem o objetivo de valorizar a agricultura familiar, gastronomia de raiz e roteiros gastronômicos. No festival os restaurantes usam a criatividade na elaboração dos pratos, que obrigatoriamente devem conter ingredientes da agricultura familiar regional.  A apresentação para o trade local acontece no próximo dia 9 de maio, às 9h, no Auditório do Ecoporan Hotel.

Segundo o prefeito de Itacaré, António de Anízio, “o Festival Gastronômico se consolida como um dos mais importantes eventos de gastronomia da Bahia e este ano o evento terá grandes shows musicais, além da Feira Gastronômica que foi sucesso no ano passado, fortalecendo a gastronomia e o turismo local”, afirma o prefeito.

novidade de 2019 será a criação do Circuito Gastronômico na orla de Itacaré com feira gastronômica, armazém do cacauchocolate e produtos regionaiscozinha showfeira agricultura familiarfeirinha de artesanatolançamento dos roteiros gastronômicosapresentações culturais eshows musicais.

O evento é uma realização da Prefeitura de Itacaré, por meio da Secretaria Municipal de Turismo e tem o patrocínio da Secretaria Estadual de Turismo, Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural por meio da CAR Governo da Bahia. O Festival tem o apoio do Sindicato Patronal de Hospedagem e Alimentação de Itacaré.

Itacaré, um Destino Completo – As famosas praias paradisíacas de águas claras de Itacaré atraem milhares de turistas de todo canto do mundo. As belezas naturais das praias virgens de águas cristalinas, mata preservada, cachoeiras, rios e manguezais encantam os visitantes que buscam equilíbrio entre o sossego e a badalação. Ótimo destino para quem gosta de estar em contato com a natureza.

São dezessete praias que formam o litoral de Itacaré, cada uma com particularidades e belezas diferentes. Algumas delas, as praias são quase desertas, podendo chegar apenas por trilhas.

O paraíso chamado Itacaré se cruza entre a Mata Atlântica e as águas do Oceano Atlântico. Para chegar neste paraíso, basta pegar uma lancha no Terminal Marítimo de Salvador até o Bom Despacho (Ilha de Itaparica), e lá uma condução até Itacaré.

Além das belezas naturais, a cidade possui um povo muito alegre e hospitaleiro. Com cerca de 28 mil habitantes, a população vive da pesca, da agricultura, e principalmente do turismo. Muitas turistas vão para visitá-lo e acabam ficando por lá. A cidade possui uma ótima estrutura de pousadas, bares, restaurantes, bancos, lojas, supermercados e farmácias. A noite de Itacaré é um show a parte. O ponto de encontro é a Rua da Pituba, a Passarela da Vila e a Orla onde estão localizados bares, restaurantes, café, casas de shows onde acontecem as festas com ritmo de forró, reggae, pop rock e MPB.

6º Festival Sabores de Itacaré
Dias: 25 a 28 de julho
Apresentação para o trade
Onde: Auditório do Ecoporan Hotel
Dia: 09/05(quinta-feira)
Horário: a partir das 9 horas
Onde: Itacaré/ localizado a 249 km de Salvador
Aberto ao Público


O restaurante Manga muda o menu mensalmente


Dante e Katrin Bassi em foto divulgação de Tati Freitas

Os chefs Dante e Katrin Bassi, sócios do Manga, decidiram contemplar seus clientes com um menu contendo pratos diferentes a cada mês. Segue abaixo, a descrição do Menu de Abril. Outra novidade do restaurante é que, a partir de agora, o Menu Completo passa a ser apresentado em sete etapas, com mais de 23 pratos compartilhados, pelo valor de R$ 220,00 por pessoa. Menu Completo VII Etapas: couvert, entrada 01, entrada 02, prato principal, pré-sobremesa, sobremesa e petit four.

Lembrando que o Menu de quatro etapas com couvert, entrada, prato principal e sobremesa, é servido apenas nas quartas e quintas-feiras, e custa R$ 120,00.

O restaurante oferece opções vegana e vegetariana.

Reservas pelo telefone 35062744 e pelo Whatsapp 91442068.

Menu de abril

✵ Couvert:

Pão com fermento natural, seelen e laugenbrötchen com ricota e manteiga, biscoito de polvilho e azeitona recheado com queijo de cabra e noisette, tuile de laranja pó de azeitona e brotos de coentro com raiz,,salada de mamão verde, samburá e purê castanha do pará,caldo frio do jardim

✵Entrada 01

Divulgação

Polvo na brasa com salsa de chorizo, ervilhas e chucrute, tartar de cavala, uvas, ova de salmão e manjericão, cone de fish and chips com emulsão de cebola roxa, alho negro e gel de limão cravo

✵ Entrada 02

Pupunha royal com gordura de pato, ervas e condimentos à gosto

✵ Prato principal

Nuca de porco na brasa com chicharrones, jus de porco, purê de batata, alho poró royal e assado com almeirão seco, ravióli de lentilha com mole roja, pétalas de cebola brûlée, dashi de porco e leitão pururuca

✵Pré-sobremesa

Maracujá do mato, cogumelo, chocolate branco e amêndoa

✵ Sobremesa

“noz” com mousse de tomilho, manteiga noisette e sorvete de nozes

✵ Petit four

Pitanga, cornet do manga, tartelette de coentro

Caixa de especiarias: anis estrelado e canela

Petit four. Foto divulgação Leonardo Freire

Menu vegetariano – O nosso Menu Vegetariano possui 7 etapas e tem como estrelas vegetais orgânicos. Não se trata de mera substituição da proteína animal, mas sim de dar ao reino vegetal o papel de protagonista, em uma experiência que vale apena mesmo para os não optantes da dieta vegetariana. O ceviche de cajú com maxixe e flores de alho japonês colhido da horta do Manga, é uma das opções do menu vegetariano.

Menu do Manga Bar – O bar do Manga, localizado no térreo, oferece saborosas opções à la carte para o começo de uma boa noite. A carta de drinks do bar é assinada pelo Barman, e amigo dos chefs, Jean Ponce, proprietário do Guarita Bar em São Paulo-SP. Entre as iguarias, a Táboa de Charcuterie, o Taco de barriga porco na brasa, o Croquete de Repolho – com queijo e mostarda de figo, Pão de Queijo – recheado com língua e cebola, Flammkuchen tradicional – Pizza alemã com creme azedo e bacon da casa, Salsicha com Chucrute, Kafta de Cordeiro – com creme de iogurte, casca de tangerina confeitada e azeitona, Sunday do dia e o Picolé feito na casa – Manga, iogurte, chocolate branco e pó de cidreira.

História do Manga – Em outubro de 2013, os chefs Dante e Katrin Bassi, conheceram-se na cozinha do D.O.M., e identificaram-se imediatamente com a dedicação e disciplina recíprocas que tinham com o trabalho. A admiração virou romance e passaram a construir sonhos juntos.

Em 2015, Katrin retornou para Alemanha para fazer um Meister, em Munique, enquanto Dante finalizava seu ciclo como subchefe do D.O.M.

Morando juntos na Suíça e com Peter, seu primeiro filho, a caminho, começaram a planejar a abertura do próprio restaurante em uma de suas cidades natais. A oportunidade surgiu em Salvador, em um local privilegiado, no coração do Rio Vermelho.

O restaurante é um reflexo de anos de muita dedicação na cozinha e da vontade de proporcionar aos clientes aquilo que sempre sonharam, tendo liberdade para suas criações que resultam na mudança mensal do menu degustação servido na casa.

O nome do restaurante foi “escolhido” por Peter, o filho mais velho dos chefs, que pronunciou o nome da primeira fruta em português em um rotineiro passeio pelo pomar dos avós, inspirando seus pais imediatamente.

Restaurante Manga

Endereço: Rua Professora Almerinda Dultra, 40, Rio Vermelho – Salvador.

Referência: em frente à Igreja de Nossa Senhora de Santana

Funcionamento:

Segunda e terça: fechado

Quarta e quinta: das 18 às 23h (bar) / das 19 à 23h (restaurante)

Sexta e Sábado (almoço): das 12 à 15h

Sexta e Sábado (noite): das 18 à 24h (bar) / das 19h à 24h (restaurante)

Domingo (almoço): das 12 à 16h

Valores:

Menu IV Etapas: R$ 120,00 (por pessoa) – servido apenas nas quartas e quintas

Menu Completo VI Etapas: R$ 220,00 (por pessoa)

Menu Vegetariano VI Etapas: R$ 160,00 (por pessoa)

Reservas: 71 – 3506.2744 / 99144.2068 (whatsapp)

 

 


Aulas de Cozinha Japonesa com o Grupo Anjos do Mar


Fotos Divulgação

Consagrados sushimens que atuam em restaurantes de Salvador ministrarão o curso que terá duas turmas

Estão abertas até o dia 10 de abril as inscrições para o curso de Cozinha Japonesa que será realizado pelo Grupo Anjos do Mar na sede da Abrasel, no Pelourinho em abril e maio de 2019. As aulas serão ministradas por consagrados sushimens que atuam em restaurantes de Salvador. O curso está dividido em módulos.

São conteúdo do curso corte e preparo de pescados para utilização em pratos, preparação do arroz, montagem de sushi, makizushi niguiri e sashimi. Há apenas 24 vagas, sendo 12 alunos por turma. O valor do investimento é de R$250,00 e as inscrições estão sendo feitas na sede da Abrasel, na rua Santa Isabel, 11, Pelourinho. Para saber mais ligar para 71 3321-5912 ou 99994-6956. Em breve serão realizados mais cursos, com as Culinárias Italiana e Portuguesa, Confeitaria e a interessante Oficina de Acarajé e Abará.


Salvador comemora 470 anos com o tradicional Festival da Cidade


A primeira capital do Brasil completa 470 anos de idade no próximo dia 29 de março. Para celebrar a data, a Prefeitura preparou uma ampla programação cultural para todos os gostos e idades. Entre os dias 21 e 31 de março, pelo menos 60 ações de diversas manifestações culturais, seja teatro, música, literatura, fotografia, exposições, artesanato, economia criativa, brincadeiras ou oficinas, serão realizadas em mais de 20 pontos da capital baiana. É bom preparar a agenda para não deixar nada escapar.  
Trata-se de mais uma edição do Festival da Cidade, realizado pela Prefeitura, por meio da Empresa Salvador Turismo (Saltur) e Fundação Gregório de Mattos (FGM), com patrocínio da Schin e Salvador Shopping.

Toda a programação do evento pode ser acessada em www.festivaldacidade.salvador.ba.gov.br.  

Entre os destaques estão o Concerto Internacional Salvador 470 anos, que contará com a apresentação de nove cantores que irão se revezar num palco em espetáculo imperdível. O concerto acontecerá em parceria com o Festival da Língua Portuguesa, contando com nomes como o dos portugueses António Zambujo e Ana Moura, do angolano Paulo Flores e dos baianos Saulo, Daniela Mercury, Marcia Short, Carla Cristina, Marcia Freire e Magary Lord. O evento será realizado no dia do aniversário da cidade, a partir das 19h, no Farol da Barra.

Saulo. Divulgação

Além do espetáculo, Salvador vai ganhar também apresentações especiais de Hiago Danadinho e Léo Santana e Deny Dennan, em Cajazeiras X, também no dia 29, a partir das 19h, no Campo da Pronaica. No dia 30, será a vez de Bell Marques e Solange Almeida se apresentarem na Praça da Revolução, em Periperi. No mesmo dia, às 18h, os cantores Moraes Moreira e Paulinho Boca irão apresentar o show “Sempre Novos e Baianos Cantam Salvador”, no Largo da Mariquita, no Rio Vermelho, no mesmo palco em que também estará o roqueiro Márcio Mello.

Finalizando as ações do festival tem o show da cantora Ivete Sangalo, em trio, saindo do Clube Espanhol em direção ao farol da Barra, no dia 31 de março, a partir das 15h. Na ocasião, os grupos Filhos de Gandhy, Cortejo Afro, Muzenza e Malê de Balê também desfilarão para o público que estará na Barra.

Espetáculos teatrais – Quando o assunto é teatro, os destaques são para três produções especiais dentro do Festival da Cidade. Será possível assistir, em troca de 2kg de alimentos, o espetáculo “Compadre de Ogum”, obra que completou cinco anos em cartaz com sucesso de crítica e público. O espetáculo acontecerá entre 27 e 30 de março, na Igreja de Santana, no Rio Vermelho, a partir das 20h.

Compadre de Ogum. Foto Lorena Vinturini

No Teatro Gregório de Mattos, estreia nacionalmente em Salvador o musical “Sonho de Uma Noite de Verão, dia 29 de março, às 19h. Trata-se do primeiro espetáculo financiado pelo edital Fábrica de Musicais, da Fundação Gregório de Mattos, que contemplou a proposta do Coletivo 4, com o dramaturgo e diretor conhecido nacionalmente João Falcão. A temporada segue até dia 28 de abril, de quinta a domingo, às 19h, e com cinco sessões vespertinas, às 16h.

Mais um grande espetáculo estará em cena durante o Festival da Cidade. O projeto “Simplesmente Elas”, financiado pelo edital Viva Cultura, é um musical bem-humorado com Cristiane Mendonça, Evelin Buchegger e Luisa Prosérpio. Aborda a temática de três mulheres de idades diversas, personalidades peculiares, porém complementares, que ensaiam no camarim de um teatro. Enquanto ensaiam e esperam no camarim, estabelecem uma conversa íntima e musicada sobre o universo feminino. A temporada
fica em cartaz no Café Teatro Rubi dias 22, 23, 29 e 30 de março, 5 e 6 de abril, sempre às 20h30.

Espaços culturais – No Espaço Cultural Boca de Brasa do Subúrbio 360 acontecerá o lançamento do edital Arte Todo Dia – Ano V e do Projeto Boca de Brasa – Ano VI, dia 23, às 10h. Na ocasião, serão divulgados os links e informações gerais sobre os editais, bem como a programação dos espaços culturais Boca de Brasa de Salvador.

No mesmo dia, será feito um mutirão de grafite com intervenções artísticas, das 8h às 12h, no Subúrbio 360. Pela tarde, das 14h às 17h, o mutirão vai acontecer no Espaço Cultural Boca de Brasa do CEU de Valéria. Além da arte urbana colorindo as paredes e transformando os dois espaços em duas galerias a céu aberto, o público ainda vai desfrutar de uma vasta apresentação musical, com participação de artistas locais.

O Espaço Cultural da Barroquinha vai seguir com a exposição “Orixás da Bahia”, que foi aberta em janeiro e já recebeu cerca de oito mil visitantes. São 16 estátuas em tamanho natural de divindades africanas, esculpidas em papel marchê pelo artista plástico Alecy Azevedo (in memorian). As obras integram o acervo do Museu da Cidade.

Casa do Benin. Divulgação

A Casa do Benin vai abrir suas portas para a 3ª edição da exposição “Coroa de Ouro”, idealizada pela hair design afro e estilista Negra Jhô. A mostra será aberta no dia 28 de março, quinta-feira, às 19h, quando Negra Jho fará uma demonstração ao vivo de amarração de turbante. O público poderá visitar a exposição até o dia 30 de abril, sempre de segunda a sexta, das 10h às 17h. Além dos torços e turbantes, os visitantes também poderão conhecer a exposição permanente da Casa do Benin, que conta com um rico acervo captado pelo fotógrafo Pierre Verger em expedições feitas à Costa do Benin, na África.

Novas bibliotecas – O projeto “Literatura na Praça” será lançado no dia 30 de março, às 16h, na Praça Lord Cochrane – Garcia. Serão montadas bibliotecas em dez praças de diferentes regiões de Salvador, com o objetivo de incentivar o hábito da leitura a partir de um ambiente aconchegante e acolhedor.

No dia 28 deste mês, às 16h, será assinada a ordem de serviço para a reforma da nova Biblioteca Denise Tavares, na Rua Adelino Santos, 01 – Liberdade. A reabertura desse espaço integra o programa “Caminhos da Leitura”, da Fundação Gregório de Mattos (FGM), com diversas ações para o fomento e incentivo à prática da leitura, circulação de livros e acessibilidade à educação cultural, voltadas para o fortalecimento do aprendizado, com técnicas pedagógicas desenvolvidas a partir de textos infantis.

Já a Sala de Leitura Professora Cleide Tomaz Souza será inaugurada no dia 26, às 15h, na Escola Nossa Senhora Aparecida – Boca da Mata. A sala foi idealizada para ser mais um espaço de formação e convivência na unidade de ensino, para desenvolvimento de atividades escolares e, principalmente, promoção da leitura. Na inauguração, será apresentado o espetáculo “Sarau da Calu”, cuja narrativa se dá a partir das artes negras e da necessidade de retratar a memória e ancestralidade negra por meio da poesia e do teatro.

A arte do grafite – O 5º Festival de Grafite Bahia de Todas as Cores (BTC) acontecerá de 28 a 31 de março em diversos espaços de Salvador. Este ano, o evento vai trazer uma grande novidade: mutirão de grafite nas geomantas da cidade. O BTC consiste na realização articulada de um encontro nacional com amplo programa de atividades e eventos de interesse artístico-cultural, a ser realizado em vários espaços públicos da cidade de Salvador e pela formação do “Circuito das Águas de Março de Arte Urbana da Ribeira”, com a distribuição de grafiteiros e grafiteiras por toda extensão da Avenida Beira-Mar. Serão cerca de cem artistas locais, nacionais e internacionais.

No dia 28, às 16h, acontece a mesa de abertura do festival, com o tema “Arte e Transformação Social”, no Acervo da Laje, Plataforma. Já no dia 29, das 9h às 18h, terá mutirão de grafite em Plataforma. Dia 30, das 9h às 18h, pintura coletiva no “Circuito Águas de Março”, na Avenida Beira-Mar, Ribeira. Às 15h, vai acontecer o lançamento do Festival de Grafite Bahia de Todas as Cores, com ações nas geomantas, na Travessa do Panta, Garcia. Das 20h a 0h, na Ribeira, será a vez da programação musical, na Praça Dodô e Osmar. Encerrando a temporada, dia 31, das 9h às 18h, haverá novamente pintura coletiva no “Circuito Águas de Março”, na Avenida Beira-Mar.

Oficinas gratuitas – O “Casulo de Artes Inclusivas – A Reinvenção da Diferença”, proposta contemplada pelo edital Arte Todo Dia – Ano IV, da Fundação Gregório de Mattos, realizará, no dia 21 deste mês, em comemoração ao Dia Internacional da Síndrome de Down, as “Oficinas de Formação em Acessibilidade” para agentes, gestores e produtores culturais, no Espaço Xisto Bahia, às 9h. O evento tem a finalidade de disseminar princípios de acessibilidade entre gestores e agentes culturais, visando provocar a criação de estratégias que resultem participação no acesso aos bens culturais de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida.

O projeto “Mulheres do Paraguaçu”, contemplado pelo edital Arte Todo Dia – Ano IV, promoverá ações de 21 a 23 deste mês, às 14h, no Espaço Cultural Alagados. Serão oficinas de “Criação de Histórias e Bordado Artístico”, “Empreendedorismo”, bem como uma apresentação de contação de histórias. Idealizado pela artista e produtora cultural Larissa Leão, “Mulheres do Paraguaçu” tem como objetivo valorizar e salvaguardar o conhecimento tradicional de lideranças femininas, representantes de uma cultura genuinamente popular que, através de uma interface simbiótica, constrói uma forte relação com o Rio Paraguaçu e os seus afluentes.

Esporte – No dia 24 de março, os corredores da cidade têm encontro marcado às 6h. Isso porque já está marcada a corrida “Salvador10milhas”. Um evento que leva seus participantes à experiência de correr pela história da cidade. Dividida em dois percursos, o “Caramuru” (10 milhas) terá início no bairro do Rio Vermelho, local aonde o Diogo Alvares chegou após o seu naufrágio. E o percurso “Tomé de Souza” (5 milhas) vai partir exatamente defronte à Igreja da Conceição da Praia, construída no ano de 1623. Os dois caminhos levarão os atletas a um dos pontos de maior beleza de Salvador, a Ponta do Humaitá.

No dia 24 de março, haverá também um “Tour Panorâmico” realizado pelo Movimento Salvador Vai de Bike, com saída do Farol da Barra. Um passeio ciclístico explorando pontos turísticos de Salvador. Já no dia 27 de março, um grande passeio noturno vai invadir as ruas da cidade: o “Bike Night”, que contará com apresentação musical na concentração, que será a partir das 19h, no Salvador Shopping.

Para a criançada, o Salvador Vai de Bike vai organizar um circuito de minibikes que será montado no Salvador Shopping no dia 30 de março, a partir das 15h30, e vai até as 21h. Também no Salvador Shopping, no dia 31, instrutores do Escola Bike Anjo estarão ensinando adultos e crianças a pedalar. Não é necessário levar sua bike. A ação acontece das 14h às 17h.

Lazer – Na semana do Festival da Cidade acontecerá também a VIII Semana do Artesão da Adaba, no Largo do Campo Grande, sempre a partir das 10h. O evento, que vai durar até o domingo, 24, contará com a participação de mais de 300 artesãos de todo o estado da Bahia e uma programação especial de música, lazer e arte.

O Parque da Cidade vai ser invadido pela animação. Serão, ao todo, 40 atividades multissensoriais entre os dias 30 e 31 de março. Famílias inteiras poderão participar de ações ao longo do dia envolvendo música, artes cênicas, economia criativa, circo, bem-estar e e saúde, gratuitamente.

No mesmo fim de semana (30 e 31 de março) acontecerá, no canteiro central da Av. Centenário, o Coreto Hype especial de aniversário da cidade. O evento, que já acontece há três anos durante os festejos em comemoração a Salvador, vai contar também com uma vasta programação de música, lazer infantil, além dos tradicionais estandes de gastronomia e economia criativa. Para deixar o clima de festa de aniversário no ar, o Coreto está preparando um mega polo de comemoração para a cidade.  

Ainda acontecerá neste Festival da Cidade a “Feira de Arte e Antiguidades”. Assim como é realizado em outras grandes cidades do mundo, a feira vai reunir brechós, lojas de raridades, móveis antigos, decoração retrô, discos raros, livros, santos esculpidos, além de diversos objetos de colecionismo, como selos, moedas e quadrinhos. Isso em um único espaço: na Praça Dois de Julho, no Campo Grande, nos dias 30 e 31 de março, das 9h às 16h.

Fotografia – O Festival Transatlântico de Fotografia reunirá, entre os dias 21 e 24 de março, na Casa de Castro Alves (Rua do Passo, 52), uma exposição com fotografias dos artistas Claudia Andujar, Mario Cravo Neto e Miguel Rio Branco, além de imagens do século XIX dos fotógrafos Marc Ferrez e Alberto Henschel, que integram o acervo do Instituto Moreira Salles.

Além da exposição, que poderá ser visitada diariamente das 10h às 19h, haverá um ciclo de palestras com a participação de nomes da cena contemporânea da fotografia, propondo um diálogo sobre o homem transatlântico. Ainda como parte do evento, na escadaria da Igreja do Paço será montada uma exposição de retratos colorizados do Nordeste, que integram o acervo do colecionador Titus Riedl. As palestras terão como foco temas relacionados à fotografia, cinema e etnografia. Dentre os convidados estão os cineastas Sergio Machado e Marco Del Fiol.

Língua portuguesa – Além de realizar junto a Prefeitura o Concerto Internacional Salvador 470, o Festival de Língua Portuguesa vai promover também uma ação de troca de livros no Rio Vermelho. O mote da campanha será “Traga um livro, deixe-o, e leve um novo para casa”. A ação acontecerá no Largo da Mariquita, no Rio vermelho, no dia 30, a partir 19h.

O Festival de Língua Portuguesa ainda levará os ganhadores do Prêmio Leya 2018, que fizeram a pesquisa para a concretização de “Com o mar por meio”, troca de correspondência entre Jorge Amado e José Saramago, e Sérgio Rodrigues, vencedor do Prémio Portugal Telecom de Literatura em 2014, para uma conversa aberta sobre o idioma.

Escolhida para ser a primeira edição desse festival voltado para a língua portuguesa, Salvador não será a única cidade do idioma em que o evento desembarcará. Este ano o festival ainda acontece em Lisboa e Maputo.