A tradicional Segunda-feira Gorda da Ribeira


Segunda-feira Gorda da Ribeira agora é mais um dos eventos que integram o calendário de verão de Salvador até a quarta-feira de cinzas, que atrai gente de todo lugar em busca de diversão, praia e, claro, do saboroso cozido, vendido a preços populares nas barracas situadas na Avenida Beira Mar. Este evento tradicional é uma extensão da Festa do Bonfim, que só acaba no domingo porque na quinta aconteceu a tradicional Lavagem (profana) e no domingo tem a festa religiosa na igreja com procissão saindo da Igreja dos Mares (bairro do Uruguai) às 16 até a Colina Sagrada.

Segundo historiadores, a festa começou para dar continuidade à Lavagem do Bonfim. Romeiros que participavam da festa religiosa perambulavam pelos bairros vizinhos, no final dos festejos, estendendo a festa profana para a segunda-feira, por esse motivo, era chamada de Segunda do Bonfim.

Posteriormente, a festa também foi chamada de segunda da mudança, pois os moradores sentavam-se nas portas de suas casas para esperar a mudança dos barraqueiros, que desciam em clima de festa do Bonfim para a Ribeira.


Carnaval em Itacaré será na praia


Itacaré, localizada no sul da Bahia, na Costa do Cacau, é uma das cidades baianas que possuem praias mais belas, cachoeiras, corredeiras e belezas naturais para serem exploradas pelos visitantes. Lá vai acontecer uma festa momesca muito animada, intitulada  “Carnaval 2018 – Na Praia é Diferente”, promovido pela Prefeitura  Municipal da localidade que divulgou oficialmente a programação do evento entre os dias 10 e 13 de fevereiro na Praia da Coroinha, orla da cidade.

A festa terá como principais atrações as bandas Revelação, do Rio de Janeiro, Edson Gomes, Guig Ghetto, Thaine e Tainá, Lordão, Banda Bandana, Rosy Banda e vários outros grupos que ainda serão confirmados. Além disso, o carnaval de Itacaré será marcado pelos tradicionais blocos com trios, grupos de mascarados, bailes infantis e da melhor idade, grupos e manifestações folclóricas e os blocos irreverentes e criativos que vão comandar a alegria dos itacareenses e turistas.

O objetivo, segundo informou o prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, é promover uma grande festa, com muitas atrações, valorizando a cultura local e também num clima de paz e segurança, onde todos possam curtir a cidade, aproveitar bem o carnaval e usufruir das belezas naturais do município.

Considerada como o paraíso baiano e um dos destinos mais completos do Brasil, Itacaré já é uma das cidades mais procuradas para o Carnaval 2018. Além das atrações que vão garantir a animação nos quatro dias de muita festa, o município ainda oferece belas praias, cachoeiras, corredeiras e várias belezas naturais que encantam os moradores e turistas. Tudo isso sem contar com a cultura e o folclore da cidade e a rica gastronomia, que atrai todos os anos turistas de diversos países.


Festa de Reis da Lapinha tem desfile hoje e amanhã


Festa de  Reis, a lembrança da chegada dos três reis magos que foram os primeiros a comprovar o nascimento de Jesus ocorre tradicionalmente no bairro da Lapinha, com desfile de Ternos de Reis no dia 5 e 6 de janeiro. Trazida ao Brasil pelos colonizadores portugueses, a tradição dos festejos foi mantida ao longo dos séculos, e ainda guarda algumas de suas características iniciais.

Desde dia 2 de janeiro que fiéis da Paróquia Nossa Senhora da Conceição (Lapinha) estão se preparando para a Festa de Reis, o tema escolhido para este ano é “Na plenitude dos tempos, Jesus se revela a todos”. Hoje, dia 5, será celebrada missa às 18h, seguida pelo desfile dos Ternos de Reis, saindo da matriz até a Soledade. Depois, o desfile retorna para a matriz, onde aguardará outros Ternos de Reis das paróquias da Arquidiocese de Salvador.

No sábado, dia 6 de janeiro, tem missa solene com início às 19h e, logo após a Celebração Eucarística, haverá o desfile do Terno Anunciação e a queima das palhas do presépio.


Tradicional Reisado de São Benedito em Cairu


Congo e Chegança

Com mais de quatrocentos anos a Festa de Reis no município de Cairu, Baixo Sul da Bahia, mantém os rituais e apresenta no domingo (7/1) e segunda (8/1), o Reisado de São Benedito, uma festa em louvor a um dos padroeiros da cidade.

Durante a festa, em que o sagrado e profano interagem em harmonia, há espaço para o som, as cores, o sincretismo, a cultura e a fé. A celebração tem origem no Brasil Império, quando os escravos da região se vestiam como reis, para celebrar o patrono negro. A tradição se repete até hoje, quando a família real, se coloca em local de destaque no altar da igreja.

Mantendo a memória centenária, a cidade prepara uma programação especial que começa na madrugada, a população amanhece em festa, com a alvorada festiva e queima de fogos, que anunciam a chegada das embarcações.

Pontualmente às 10h, os grupos se reúnem no cruzeiro do Convento de Santo Antônio. Em seguida, embalados pelos sons das manifestações culturais o cortejo segue pelas ruas da cidade.

Conguinhos e Chegancinhas (Divulgação)

A programação segue após a missa, com o desfile de grupos culturais como o Congos e Chegança, a Fanfarra Municipal de Cairu (Famuca), Filarmônica Centenária Cairuense, Congos Mirins de Cairu, a Dondoca e a Barquinha pelas ruas históricas da cidade.

O ponto alto, no entanto, acontece à tarde, quando as famílias voltam a se reunir no adro do convento para o anúncio do novo reinado. Neste momento acontece a descida da bandeira de São Benedito. No mastro estão presos pedaços de cana que, segundo a tradição religiosa, serve para curar diversas enfermidades. Por isso, é dividido entre os presentes. A programação festa se estende até segunda-feira com a apresentação da Barquinha.

Confira a programação:

07/01 – Festa de Reis com entrega do Reinado
10h – Missa ( Solene em homenagem a São Benedito)
12h – Cortejo da Comunidade e de toda a cultura Cairuense
14h – Troca de Coroas – Reinado 2018/2019 ( Frente ao Convento)
15h – Bandeira – procissão
08/01 – Segundo Dia Festa de Reis com entrega do Reinado
15h – Apresentação da Barquinha com saída do Convento

São Benedito – O santo protetor dos negros e escravos, conhecido mundialmente, tem uma história de vida repleta de valores humanos admirados por devotos e adoradores. A simplicidade, humildade, amor a Deus e ao próximo são algumas das características que tornaram São Benedito uma referência religiosa, inicialmente em Portugal pelos negros.

O dia 26 de Dezembro foi escolhido para celebrar o culto a São Benedito, tornando-se uma tradição que vem do Brasil Império até hoje, rica em sincretismo religioso e muitas manifestações folclóricas repletas de história e cores adornadas com miçangas e lantejoulas. Em Cairu a celebração acontece sempre no primeiro domingo de janeiro, em virtude das celebrações da Festa dos Santos Reis.


Hoje é dia da Lavagem do Bonfim


 

Foto do G1 (Josemar Pereira/Ag.Haack)

Uma das festas mais esperadas por baianos e turistas é a Lavagem do Bonfim, que neste ano acontece no dia 11 (quinta-feira), ou seja, sempre na segunda quinta-feira do mês de janeiro. A procissão sai por volta de 8h da Basílica Santuário Nossa Senhora da Conceição da Praia, no bairro do Comércio, percorre 8 quilômetros, tendo à frente a imagem de Nosso Senhor do Bonfim, acompanhado por religiosos e devotos, e de baianas vestidas a rigor para lavarem na Colina Sagrada as escadarias da Basílica Santuário do Senhor do Bonfim com flores e perfumes.É o dia que tanto os católicos como os que cultuam os orixás se vestem de branco em homenagem a Deus, Nosso Senhor do Bonfim, e para os adeptos do Candomblé é o orixá Oxalá, o Criador, que também é homenageado com a cor azul, acrescentado do branco. O bonito da festa é que todos os devotos se unem e seguem a procissão com as cores do santo e do orixá!

Neste dia, se festeja mais o lado profano, onde permanecem muitas pessoas que não querem acompanhar a procissão e preferem ficar no Comércio assistindo ao desfile musical de minitrios pelas ruas deste bairro. Já no Bonfim e adjacências, como o bairro da Penha e Ribeira, barracas armadas, bares e restaurantes  oferecem som musical, comidas e bebidas típicas.

Foto Catiane Leandro (Arquidiocese de Salvador)

Religião – Para os católicos a Festa do Senhor do Bonfim 2018 terá início no dia 4 de janeiro, com a Novena Preparatória, que seguirá até o dia 13, às 19h. Com o tema: “Origem, identidade e missão do amado Jesus, Senhor do Bonfim” e lema “Quem dizes os homens ser o Filho do Homem” (Mt 16,13), durante cada noite um pregador refletirá sobre um subtema. Dia 11 a procissão sai da Basílica da Conceição da Praia, às 9, até a Colina Sagrada, onde fica a Igreja do Bonfim, no bairro do mesmo nome.

No domingo, 14 de janeiro, dia da festa, será marcado pela celebração da Missa Solene, às 10h, presidida pelo Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger.