A banda Barão Vermelho volta com grande estilo na Concha


Guto Goffi (à esquerda), Mauricio Barros, Rodrigos Suricato, Rodrigo Santos e Fernando Magalhaes. Foto de Leo Martins

Uma das maiores bandas do rock nacional, o Barão Vermelho faz show na Concha Acústica do Teatro Castro Alves no dia 7 de outubro.

Após um quadriênio de recesso, no ano em que comemoram 36 anos de sua fundação, a banda está de volta em grande estilo e com mais gás do que nunca. A retomada brindará o público baiano com seu novo cantor e guitarrista Rodrigo Suricato, uma das grandes revelações da cena do rock na atualidade.

O público vai conferir a performance do Barão Vermelho em sua nova fase com uma superseleção de hits que incluem “Tão longe de tudo, “Pro dia nascer feliz”, “Pedra, Flor e Espinho”, “Por você”, “Bete Balanço”, “Porque a gente é assim” e muito mais.

Mesmo com a chegada do novo integrante e a ausência do percussionista Peninha, falecido no ano passado, o Barão continua o mesmo das últimas décadas: Guto Goffi, um dos fundadores do grupo, na bateria; Fernando Magalhães na guitarra; Rodrigo Santos no baixo; e Maurício Barros, também fundador do grupo, nos teclados.

Barão Vermelho
Quando: 7 de outubro (sábado), 19h
Onde: Concha Acústica do Teatro Castro Alves
Quanto:
Arquibancada:
Lote 1: R$ 100 (inteira) e R$ 50 (meia)
Lote 2: R$ 120 (inteira) e R$ 60 (meia)
Camarote: R$ 200 (inteira) e R$ 100 (meia)
Desconto: 40% sobre a inteira para assinantes do Clube Correio*
Classificação: 16 anos
Realização: Salvador Produções


“Péricles In Concert” na Concha Acústica


“Péricles In Concert”: o público poderá conferir um show com clima mais intimista, uma mistura de música e sentimentos, que emocionará a todos no dia 29 de Setembro, a partir das 18h, na Concha Acústica do Teatro Castro Alves . Uma superprodução da Salvador Produções traz para Salvador , que além do romantismo, promete contagiar alegria e evidenciar ainda mais o grande potencial vocal do cantor Péricles, um dos maiores fenômenos do samba na atualidade.

“Eu vinha pensando há muito tempo em fazer um show, não somente para um público mais seleto, mas também em lugares menores, para ter a chance de alcançar as pessoas que não vão porque não gostam de lugares com multidões. Sempre gostei muito desse formato, gosto muito de musicais e de apresentações em que você, além de se divertir, aprecia a música e a produção grandiosa que torna o espetáculo mais bonito”, explica Péricles.

A maturidade e experiência musical levam Péricles ao seu quarto disco Deserto da Ilusão, lançado em março de 2017 e promete emocionar ainda mais o público já conquistado pelo talento de uma das principais vozes da música brasileira.

Talentoso, carismático e bem quisto pelo mercado e pelos fãs espalhados por todo o país, Péricles continua tendo o mesmo desejo de quando era jovem: “O que me dá força para continuar é acreditar que tem muita gente que ainda não ouviu a nossa música, que precisamos levá-la para essa galera que não a conhece”. É com essa humildade e profissionalismo que ele conquista cada dia mais admiradores.

Ingressos a venda nos Sac’s Bela Vista e Shopping Barra, na Bilheteria do TCA e através do site www.ingressorapido.com.br

O quê: Péricles In Concert
Onde: Concha Acústica do TCA
Data: 29 de Setembro
Horário: 18h
Ingressos:
Pista: R$ 50,00 (meia) | R$ 100,00 (inteira)
Camarote: R$ 100,00 (meia) | R$ 200,00 (inteira)
Vendas: Sac’s Bela Vista e Shopping Barra, na Bilheteria do TCA e através do site www.ingressorapido.com.br


Casa da Música com vasta programação de aniversário


Roberto Mendes em foto de Welton Araújo/ AG. A Tarde

Ganhadeiras de Itapuã, Roberto Mendes e Mateus Aleluia abrem programação especial de aniversário da Casa da Música, no Alto do Abaeté, Itapuã. E setembro, até dia 30, será marcado por diversas atividades em celebração aos 24 anos do espaço cultural administrado pela SecultBA.

Em 2017, a Casa da Música completa 24 anos. Essa idade representa a construção de um lugar que está em constante transformação e que atua sempre através do diálogo com sua comunidade. De um local destinado à preservação da memória da música na Bahia, hoje o espaço tem uma programação que transversaliza cultura, ecologia e responsabilidade social. Portanto, durante todo o mês de setembro, o espaço proporciona ao público uma programação inteiramente gratuita de celebração à data com a ocupação do Parque do Abaeté, um dos principais cartões postais de Salvador.

No dia 06 de setembro, às 18h, o Luau Viva o Abaeté abre a programação especial com as apresentações de Mateus Aleluia, as Ganhadeiras de Itapuã e Roberto Mendes. Às margens da Lagoa do Abaeté, ao brilho do luar, o público vai curtir toda a potência e riqueza do samba e da música popular brasileira.

O grupo Ganhadeiras de Itapuã nasce do desejo de manter acesos os costumes e tradições desse tradicional bairro de Salvador. O premiado grupo é composto por músicos, crianças e senhoras, que ganharam esse nome por homenagear as mulheres rendeiras do final do século XIX e início do XIX, através de cantigas e sambas de rodas.

Mateus Aleluia em foto de Vinicius Xavier

 

O compositor, cantor e instrumentista Mateus Aleluia é remanescente do grupo vocal Os Tincoãs, que trabalhou o sentimento ancestral do perfil cultural da região de Cachoeira através da música. Esta mescla de cultura responsável pela amálgama dos hábitos do município explodiu através do grupo em sua fase afrobarroca, sintetizado em cinco LPs, quatro compactos e algumas participações especiais.

 

Natural de Santo Amaro da Purificação, Roberto Mendes estuda o samba chula há mais de três décadas. Já lançou nove CD’s e tem músicas gravadas por diversos nomes da MPB, entre os quais, Gal Costa, Margareth Menezes, Daniela Mercury, Maria Creuza, Raimundo Sodré e Zezé Motta. Muitas músicas de Bethânia, inclusive, são composições dele, a exemplo de “Filosofia pura”, “A bela e o mar”, “Vida vã” e “Vila do adeus”.

UM MÊS DE CELEBRAÇÕES – Além do Luau, a Casa da Música preparou diversas atividades de aniversário ao longo do mês de setembro. O Sarau de Itapuã – evento que acontece há dez anos, quinzenalmente, às segundas-feiras – recebe diversos convidados no dia 18 de setembro, a partir das 18h.

No dia 22, a partir das 09h30, a Casa da Música forma uma ala dentro do Desfile Cultural da Primavera, que no passado embelezava a orla de Itapuã com a participação dos moradores que acompanhavam com aplausos. No mesmo dia, às 18h, acontece a Fogueira Filosófica – Antigas Serestas da Lagoa do Abaeté, que conta com a participação de alunos dos cursos da Casa da Música em uma apresentação aberta para todo o público.

A Caminhada Viva o Abaeté acontece no dia 23, às 7h, como um convite a compartilhar vivências no ecossistema de dunas e lagoas da APA Abaeté, com performances culturais e orientações sobre a trilha e o meio ambiente local. Mais tarde, às 14h, o professor Juracy Costa promove a palestra “A Educação Através do Xadrez – Benefícios Para A Saúde, Diversão e Ocupação para as crianças”.

Para finalizar, no último sábado de setembro, dia 30, acontece uma edição especial da Sabadeira Musicada na Casa da Música, a partir das 14h.

Sobre o espaço cultural – “O Museu da Imagem e do Som do Abaeté” era o título do projeto inicial da Casa da Música, inaugurada em 03 de setembro de 1993. Situada numa Área de Proteção Ambiental, o Parque Metropolitano Lagoas e Dunas do Abaeté, a Casa atua recebe atividades artísticas de diversas linguagens. O Espaço realiza exposições temporárias, saraus e bate-papos musicados, sempre com temas ligados à música e a preservação do complexo do Abaeté. Além destes eventos culturais, o Espaço oferece oficinas gratuitas para a comunidade.

A Casa da Música é um dos dezessete espaços culturais administrados pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), através da Diretoria de Espaços Culturais (DEC), setor da Superintendência de Desenvolvimento Territorial da Cultura (Sudecult), que tem como principais desafios fomentar a produção cultural da comunidade e contribuir para a democratização do acesso à cultura.


Novo show da Palavra Cantada em Salvador


Foto divulgação

O lançamento oficial deste novo show vai ser em Salvador, na Concha Acústica do Teatro Castro Alves. Dia 1º de outubro, a partir das 17 horas, Sandra Peres e Paulo Tatit  da Palavra Cantada estreiam Bafafá, um mix das novidades musicais da dupla e antigos sucessos.

A banda PUMM – Por um Mundo Melhor, faz o show de abertura, pelo projeto Janela Baiana. Os ingressos já estão à venda e podem ser adquiridos na bilheteria do TCA, no SAC dos Shoppings Barra e Bela Vista e na plataforma on line Ingresso Rápido. A arquibancada custa R$ 80,00 e o camarote R$ 160,00 – valor de inteira do primeiro lote. No segundo lote, o público vai pagar R$ 100,00 (arquibancada) e R$ 200,00 (camarote). O show é uma realização da Gabiroba Cultural e da Trevo Produções.

Preparar um novo trabalho é sempre um dilema para Sandra Peres e Paulo Tatit. Com 23 anos dedicados ao universo infantil e vários sucessos emplacados nesta trajetória, a dupla se vê em apuros quando inicia um novo projeto. Isso porque o público quer as velhas canções e os artistas querem mostrar suas novas produções. Assim surgiu Bafafá, com a proposta de mostrar as duas faces: as novas canções, muitas delas bombadas no Youtube, e as canções de sucesso.

Dentre as novidades, o público poderá ouvir “Cuida Com Cuidado”, canção que coloca o filhote do Homem como o mais carente de cuidados entre todos os seres do mundo; “Passeio do Bebê”, continuação do já sucesso “Eu Sou Um Bebezinho”; “Tartaruga e Lobo”, canção-fábula entre a esperta tartaruga e o lobo não tão esperto; “Alienígenas”, canção em que Pauleco e Sandreca recebem a visita de ETs; “Vai e Vem das Estações”, uma linda música sobre as estações do ano, e ainda o “Sambinha da Fralda Molhada”, música feita sob encomenda de uma mãe através do canal Youtube. E para agradar os papais e as mamães que querem ver e ouvir a dupla cantando os antigos sucessos, serão apresentados dois pout pourri para fazer a plateia sacolejar para valer! Vai ser o maior BAFAFÁ!

Palavra Cantada
Paulo Tatit: violão e voz
Sandra Peres: teclado e voz

MÚSICOS:
Daniel Ayres: contra baixo
Julia Pittier: percussão e voz
Michele Abu: Bateria

Sandra Peres – Musicista formada pela Faculdade de Música do Conservatório Dramático e Musical de São Paulo. Fez o curso de Análise de Composição Contemporânea no IRCAM, em Paris.

Paulo Tatit – Arquiteto de formação e músico autodidata, participou como principal arranjador do Grupo Rumo, destaque da vanguarda musical paulistana na década de 1980. Trabalhou como músico e parceiro do compositor Arnaldo Antunes nos anos 1990.
Palavra Cantada – Sandra Peres e Paulo Tatit
Data: 1º de outubro (domingo)

Horário: 17 horas
Show de Abertura: PUMM – Por Um Mundo Melhor
Horário: 17 horas
Classificação: Livre
Local: Concha Acústica do Teatro Castro Alves
Ingressos Primeiro Lote: R$ 80,00 arquibancada / R$ 160,00 camarote – inteira

Ingressos Segundo Lote: R$ 100,00 arquibancada / R$ 200,00 camarote – inteira
Vendas: Bilheteria do TCA, SAC dos Shoppings Barra e Bela Vista e Ingresso Rápido: www.ingressorapido.com.br
Realização: Gabiroba Cultural e Trevo Produções


Arte, cultura, gastronomia e música no Festival Tempero Bahia

Agende os dias 16 e 17 de setembro para visitar o Passeio Público!  Muita comida saborosa preparada por chefs dos 25 restaurantes que participam do evento gastronômico ao ar livre com música instrumental excelente da Orquestra Paulistana de Viola Caipira, do maestro Fred Dantas, da Terra Brasilis e da Viola de Arame. E ainda tem artesanato e produtos da terra.


Orquestra Paulistana de Viola Caipira

A primeira edição do Festival Tempero Bahia  também agrega arte, cultura e música, tendo como cenário o belo Passeio Público do Palácio da Aclamação – antiga residência dos governantes baianos. O Festival Arte e Cultura se desdobra no projeto Música Instrumental com Tempero, com o melhor da música instrumental brasileira, e o Mercado do Passeio, que funcionará dias 16 e 17 de setembro, das 11h às 20h, oferecendo artesanato, produtos da terra e comidinhas da Bahia.

Quem abre a programação musical no primeiro fim de semana do evento gastronômico é a Orquestra Paulistana de Viola Caipira, que se apresenta no sábado, 16, às 17h, com direito a apreciar o pôr do sol. A orquestra será regida pelo maestro Rui Torneze, que valoriza a difusão e a divulgação da música caipira no cenário nacional. Na sequência, às 18h30, é a vez da CPI – Choros e Populares Instrumentais, com a presença de músicos da banda Terra Brasilis, que apresentam um repertório onde entram chorinho, baião, samba e frevo, entre outros ritmos.

Viola de Arame em foto divulgação de Foto Maira do Amaral

No domingo, 17, às 16h30, quem abre a tarde musical é o Maestro Fred Dantas, acompanhado de Davi Brito no trompete, Estevam Dantas no teclado, Reinam Proença no contrabaixo e Lucas Paulo na bateria. Às 18h, o grupo Viola de Arame é quem finaliza a programação, valorizando o mais antigo instrumento de cordas brasileiro, a “viola caipira” ou “viola de arame”.

Tempero Bahia – Tendo como tema ‘Baía de Todos os Santos – da carne de fumeiro aos frutos do mar’ –, o Tempero Bahia fará de Salvador a capital gastronômica do país, de 14 a 24 de setembro. Nesta sua primeira edição, o Festival firma parceria com a Associação dos Restaurantes da Boa Lembrança, que neste período realizará o XXII Congresso ARBL, trazendo à cidade mais de 50 chefs. O Tempero Bahia contará com 25 restaurantes, de Itapuã até o Centro Histórico, promovendo a culinária, com a participação de chefs de Salvador e de outros estados. O evento – uma extensão do consagrado Tempero no Forte, que acontece há 11 anos na Praia do Forte –, é realizado pelo Ministério da Cultura, através da Lei Rouanet, com o patrocínio da Cielo e apoio do Governo do Estado da Bahia, por meio da Secom, Setur, Secult e IPAC.