“Margareth Menezes 30 Anos” na Concha dia 20


Uma carreira de sucesso, consagrada numa trajetória de 30 anos. Este é o caminho que Margareth Menezes vai percorrer no show “Margareth Menezes 30 Anos”, com participações especiais, no dia 20 de janeiro, às 17h30, na Concha Acústica do Teatro Castro Alves.

O ponto de partida é a música “Faraó” (Luciano Gomes), gravada através do convite de Djalma Oliveira, em 1987, que se destaca em um reportório recheado de sucessos, também pontuado por canções inéditas. As participações interativas de Maria Bethânia e Gilberto Gil prometem emocionar o público em dois momentos especiais do show. “Margareth Menezes 30 Anos” tem direção geral da própria cantora e de Jackson Costa.

O show tem patrocínio do Governo do Estado da Bahia e da Vivo, através do Fazcultura, Secretaria da Fazenda (Sefaz) e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA).

Exposição do Mercado Iaô – Na Esplanada da Concha Acústica, Margareth será homenageada com uma exposição fotográfica sobre os 30 anos de carreira. Serão também exibidos vídeos com alguns momentos marcantes de sua trajetória. Este mesmo local vai receber uma versão itinerante do Mercado IAÔ, idealizado por Margareth Menezes, com o seu belíssimo artesanato apresentado por 20 expositores que participam das três edições de sucesso do evento, na Ribeira.

Inéditas e Sucessos – Margareth comemora Bodas de Pérola com um show contagiante, que destaca no repertório canções inéditas, como “Coisa Milenar”, de Margareth e Jorge Portugal, já tocando nas rádios, e as suas composições “Coração Pede Paz” e “Abalô Babá”. Outra inédita é “Puro Mel da Final Flor”, de Flávia Wenceslau, que vai contar com a participação dos músicos Gabi Guedes, Luciano Silva, Luciano Calazans. Adilmar Borges e Alisson Santana.

Durante três décadas, Margareth foi colecionando sucessos, registrados em várias turnês nacionais e internacionais por todos continentes, 16 CDs/LPs e cinco DVDs. São hits que não podem faltar no repertório, que promete fazer o público cantar e dançar na Concha, como “Elegibô”, “Dandalunda”, “Toté de Maianga”, “Alegria da Cidade”, “Passe em Casa”, “Selei” e “Me Abraça e Me Beija”. “Faraó”, o primeiro deles, tema do Carnaval do Olodum em 1987, foi a principal faixa do disco da cantora, que vendeu mais de 100 mil cópias. E assim, o Brasil ganhava uma grande estrela.

Margareth Menezes 30 Anos
Quando: 20 de janeiro (sábado), 17h30
Onde: Concha Acústica do Teatro Castro Alves
Quanto:
Arquibancada: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia)


Banda Armandinho, Dodô & Osmar convida Mariene de Castro para o Farol Elétrico


Banda Armandinho Dodô e Osma em foto divulgação de Felipe Oliveira

O som da guitarra elétrica e a beleza da Baía de Todos-os-Santos vão encantar duas tardes de domingo do mês de janeiro, dias 14 e 21, a partir das 17 horas, em um cartão postal soteropolitano, o Farol da Barra. A banda Armandinho, Dodô & Osmar apresentam ​p​rojeto que foi batizado Farol Elétrico. A convidada neste domingo será Mariene de Castro, dona de uma voz marcante e amante do samba.

A cantora foi convidada pelos Irmãos Macedo para participar da segunda edição do evento, que agitou o início da noite do último domingo com a participação de Daniela Mercury, segue em mais um dia, 21, a partir das 17 horas no Farol da Barra.

 

Atriz, modelo, instrumentista, bailarina, cantora e compositora, Mariene de Castro tem o samba como destaque na sua carreira. Com voz firme e singular, é dona de vários prêmios a exemplo do Braskem de Música e Tim de Música. Dspois de ter começado sua carreira na França, já cantou em diversos países do mundo.

As apresentações terão início no pôr do sol, proporcionando ao público presente um dos mais belos visuais de Salvador. No pátio do Espaço Cultural do Farol da Barra será montada uma confortável estrutura com serviço de bar e alimentação. A cada apresentação a expectativa de público é de cerca de 600 pessoas. O projeto é uma realização da Carambola Produções e Terra do Som Produções.

O grupo formado por Betinho, Armandinho, Aroldo e André Macêdo apresenta uma série de canções que marcaram a história do trio elétrico, a exemplo de “Pombo Correio”, “Frevo do Trio Elétrico”, “Viva Dodô & Osmar”, “Vida Boa”, “Zamzibar” e o hino “Chame Gente”. Mas quem conhece o som único das guitarras baianas de Armandinho e Aroldo Macêdo sabe que vai ouvir também “Rock de Caicó” e “Bolero” de Ravel.

A Banda Armandinho, Dodô e Osmar este ano completará seus 45º Carnaval comandando um trio elétrico, com os Irmãos Macêdo, Armandinho, Betinho, Aroldo e André, trazendo sempre sua marca de pioneirismo. Quando gravaram, em 1974, o LP Jubileu de Prata, primeiro disco autoral de música de Trio Elétrico, iniciaram uma trajetória de clássicos e sucessos que influenciaram tanto músicos de sua geração quanto de gerações que se seguiram.

Espaço Cultural do Farol Elétrico
Dia 21, às 17 horas
Farol da Barra – Rua do Gavaza, 24 – Barra
Valor: R$ 100,00 (inteira) e R$ 50,00 (meia)
Informações: (71) 3341-4411


‘Verão Concertante’ no Palácio Rio Branco


Com o objetivo de celebrar o verão baiano, o grupo TCA Instrumental estreia o projeto ‘Verão Concertante’ para mostrar que a música orquestral combina com todas as estações. As primeiras apresentações serão no Palácio Rio Branco, no Centro Histórico de Salvador, sede da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), nos dias 8 e 12 de janeiro (segunda e sexta-feira), das 13h30 às 14h30. Além de reunir peças de compositores dos cinco períodos da música clássica, o repertório incluirá canções que representam o carnaval e a temporada mais quente do ano. As sessões são abertas ao público, com entrada franca.

A execução do repertório será feita com mediação dos próprios músicos de orquestra, que falam do contexto de criação das obras, sua localização na história da música, sua importância criativa, além da descrição dos naipes e instrumentos. A iniciativa também se compromete a ocupar espaços alternativos às salas de teatro ou de concerto, no intuito de alcançar novas plateias e ir ao encontro das pessoas de forma próxima e acolhedora.

O TCA Instrumental é formado por oito músicos contratados pela Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) em Regime Especial de Direito Administrativo (REDA): Ana Zanata (violino), Antônio Amorim (violino), Daniel Aly (violino), Danilo Lopes de Oliveira (violino), Diogo Pimentel (violino), Rodolfo Lima (contrabaixo), Sandra Romero (oboé) e Stephan Sanches (trombone).

O programa abrange a descrição e a execução de peças de grandes compositores característicos dos cinco períodos históricos em que a música ocidental se desenvolveu e expandiu por todo o mundo: Barroco, Clássico, Romântico, Moderno e Contemporâneo, incluindo a música brasileira. Obras de mestres como Bach, Mozart, Tchaikovsky, Beethoven, Brahms, Stravinsky e os brasileiros Villa-Lobos e Luiz Gonzaga estão na lista, que soma ainda marchinhas de carnaval e músicas da Axé Music.

TCA Instrumental – Verão Concertante
Quando: 8 e 12 de janeiro (segunda e sexta-feira), 13h30 às 14h30
Onde: Palácio Rio Branco
Ladeira da Praça, s/n – Centro, Salvador- BA
Entrada gratuita (sujeita à lotação do espaço)


Carnaval, Música e Revolução com os Irmãos Macêdo


A história da carreira dos irmãos mais musicais da Bahia será contada nas quintas-feiras até 22 de fevereiro em nova temporada no Teatro Sesc Casa do Comércio, a partir das 20h30. Batizado de Carnaval – Música – Revolução. Espetáculo musical é encenado pelos Irmãos Macêdo, Armandinho, Betinho, Aroldo e André Macêdo, filhos de seu Osmar, que conta a história musical da sua época.

O projeto é uma releitura da obra dos irmãos, apresentada com instrumentos eletroacústicos, e que se transforma em uma nova forma de executar o repertório, mostrando as várias nuances de um som que é matriz. Possibilita ao público ouvir as músicas dos Irmãos Macêdo com uma nova sonoridade, em cima de uma trajetória de mais de 40 anos.

O espetáculo transita por todas as décadas desde a criação da primeira guitarra elétrica do Brasil – o Pau Elétrico – e sua evolução e inovações propostas por Armandinho até se tornar a Guitarra Baiana, passando pela evolução do Trio Elétrico, e explorando toda a musicalidade que influenciaria uma geração de artistas baianos, transformando o carnaval de Salvador na maior festa de participação popular do planeta.

O público vai viver a magia de ir atrás do Trio Elétrico de diferentes épocas sem sair da poltrona. Com o sucesso absoluto e casa cheia em suas duas temporadas, os Irmãos Macedo concretizaram a ideia de tocar as canções em um formato acústico. Convidado para a direção artística deste projeto, Andrezão Simões diz: “este espetáculo é rico e revelador, tenho certeza que muita gente não sabe como tudo aconteceu”.

No palco com os Irmãos Macêdo estarão ainda Yacoce Simões, que também assina a direção musical do espetáculo, Manoel Stanchi e Citnei Dias na percussão. Para Yacoce, que acompanha os Macêdo há mais de vinte anos, “o espetáculo é uma justiça com a história da música produzida na Bahia”.

Irmãos Macêdo Carnaval, Música e Revolução
​Apresentações: até 22 de fevereiro (todas as quinta feiras)​
Onde: Teatro Sesc Casa do Comércio
​End.: ​Edifício Casa do Comércio – Av. Tancredo Neves, 1109 – Pituba
​Horário: a partir das 20:30​
Ingressos​:R$ 30,00(meia) a R$ 60,00(inteira)
​Mais Informações: (71) 2626-0032 (Compre pelo telefone de segunda a sábado das 11h às 19h)
Descontos​: 50% para pessoas de idade igual ou superior a 60 anos.
50% para estudantes.


Festa em homenagem ao orixá Ogum


Cerimônia em louvor ao orixá patrono dos ferreiros, da tecnologia, do trabalho, senhor das guerras e dos caminhos é realizada no dia 22 de janeiro, na Casa de Òsùmàrè (Oxumaré). Segundo os seguidores de Candomblé, Ògún (Ogum) é celebrado para garantir o progresso e as realizações. Esta festa, também, marca o retorno da carne vermelha, sal , azeite de dendê e as vestes de cor, uma vez que, o Terreiro ficou 16 dias de preceito em virtude das homenagens para Osàlá (Oxalá).

Data: segunda feira, 22 de janeiro de 2018
Cerimônia pública às 20h
Local: Casa de Òsùmàrè
Avenida Vasco da Gama N°343, acesso pelas escadarias – Pt de Referência – Em frente a Perini.
Segunda Travessa Pedro Gama N° 65, Federação – acesso por meio de veículos – Pt de Referência – Ladeira da Transamérica
tel:(71) 3237-2859 Ver menos