Pelourinho antecipa verão com várias atrações


Ninha, Patrícia e Xexéu, ex-cantores da Timbalada, fazem show dia 28

Os largos do Pelô reúnem no final de semana e até a próxima,  23 a 29 de novembro, diversas atrações, entre os destaques estão  o show “Xarás”, um encontro entre as cantoras baianas Márcia Short e Márcia Castro. Já os ex-cantores da Timbalada, Ninha, Patrícia e Xexéu se unem para o projeto Trem de Pouso, em clima de verão. A programação é apoiada pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA).

A noite de sexta-feira-feira (23) fica por conta do “Samba Trator e Convidados”. O show começa às 20h, no Largo Pedro Archanjo e faz parte do Projeto “Sexta do 5”. Os ingressos custam R$ 5. Já o “Afrosambah” anima o público do Largo Tereza Batista, também às 20h. Ingressos no valor promocional de R$ 3. No Largo Quincas Berro d’Água, às 20h, tem o evento Samba Virada Azeviche, com Fuzukda e Terra Samba. Ingressos R$ 20 e R$ 10.

A programação do sábado (24) começa pela manhã, das 8h30 às 12h, no Largo Pedro Archanjo, com a “Mostra dos Núcleos de Extensão do CFA/Escola de Dança da Funceb”, apresentando o espetáculo “Viva o povo baiano”. A entrada é franca. A partir das 9h, a Banda Tambores do Pelô anima o Largo Tereza Batista. O ensaio faz parte do projeto “O Pelô que Toca e Dança”. A entrada é gratuita.

Também no Largo Tereza Batista, às 16h, vai acontecer o Primeiro Encontro Nacional de Mulheres na Roda de Samba. O evento reunirá vocalistas, musicistas, compositoras, produtoras, fotógrafas, cinegrafistas, DJs, técnicas de som e outras profissionais que atuam no front e no backstage. Artistas baianas como Ana Paula Albuquerque, Claudia Cunha, Gal do Beco, Juliana Ribeiro, Mariella Santiago, Clécia Queiroz, Grupo Samba de Comadres, Lila Brasileiro, Matilde Charles, Tainah, Savanah Lima e Rebeca Tárique participam da roda. A entrada é gratuita.

Ensaio do Cortejo Afro no dia 26

Na noite de sábado, no Largo Quincas Berro d’Água, às 19h, acontece o projeto Consciência Negra é Preciso, que reúne artistas de reggae e hip-hop para celebrar o novembro negro. Makonen Tafari, Okaris, Kamaphew Tawá e Aspiral do Reggae estão entre as atrações. Ingressos R$ 10. Já o Largo Pedro Archanjo recebe o show “Xarás”, que junta no palco as cantoras baianas Márcia Short e Márcia Castro. Nesta edição, as artistas convidam a banda Attooxxá e o bloco Cortejo Afro. O evento começa às 21h. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia).

No domingo (25) o bloco Olodum realiza ensaio preparatório para o carnaval 2019, celebrando os 40 anos de existência. O evento começa às 13h, no Largo Tereza Batista. Ingressos a R$ 50,00. Às 17h, no Largo Pedro Archanjo, tem show da cantora Aila Menezes. Os ingressos custam R$ 10. Às 18h acontece show do Forró Passa Pé, no Largo Quincas Berro D’Água, com entrada gratuita.

Na noite de segunda (26), o Centro Histórico recebe o ensaio do Cortejo Afro, que acontece a partir das 21h, no Largo Quincas Berro D´Água. Participações de Jau e do bloco afro Ilê Aiyê. Ingressos R$ 40 e R$ 20.

Na terça-feira (27), às 19h, no Largo Quincas Berro D’Água acontece o ensaio do Conexão Negra no projeto Cultura Conectada, com Vozes do Rosário e Bailinho dos Amigos. O projeto reúne arte, cultura, espaço de beleza, música, dança e sorteio de prêmios para o público. O evento é solidário e em prol do Lar Irmã Maria Luiza. Ingressos R$ 5,00 + 1kg de alimento.

Já às 20h, o cantor e compositor Gerônimo Santana segue em curta temporada com o show “O pagador de promessa”. Acompanhado da Banda Monte Serrat e convidados, Gerônimo apresenta músicas da carreira como “É D’Oxum”, “Jubiabá”, e “Eu sou Negão”. Ingressos a R$ 20,00 e 10,00. Também às 20h acontece o ensaio de Os Negões no Pelô, recebendo convidados no Largo Tereza Batista. Ingressos R$ 10,00.

Na quarta-feira (28), uma opção para quem vai passear no Pelô durante o dia é a Feira de Artesanato SESC – CFA, que estará aberta no Largo Tereza Batista entre 8h30 e 16h30, expondo trabalhos dos alunos do Curso de Valorização Social.

Ainda na quarta, no Largo Tereza Batista, às 20h, o Trem de Pouso no Verão do Pelô reúne os cantores Ninha, Patrícia e Xexéu. Os ingressos R$ 40 (pista) e R$ 60 (área vip).

Na quinta-feira (29), durante o dia tem a Expo Afro 2018, que acontece no Largo Tereza Batista de 7h30 a 17h30, com acesso gratuito. Já à noite, no Largo Pedro Archanjo, a Banda M. do Samba convida o músico Roberto Mendes para o projeto “Samba e Chulas do Recôncavo Baiano”, que acontece ás 20h. No mesmo horário, começa no Largo Quincas Berro D’Àgua o show de Nando Borges, na 2ª Edição do projeto “Que Bloco é Esse?”. Ambos os shows são gratuitos.

Programação

“Sexta do 5” – Samba Trator e Convidados

Largo Pedro Arcanjo

Quando: 23 de novembro (sexta) às 20h.

Ingressos: R$ 5

Afrosambah

Largo Tereza Batista

Quando: 23 de novembro (sexta) às 20h

Ingressos: R$ 3

Samba Virada Azeviche – Fuzukda e Terra Samba

Largo Quincas Berro D´Água

Quando: 23 de novembro (sexta) às 20h

Ingressos: R$ 20 e R$ 10

‘O Pelô Que Toca e Dança’

Ensaio da Banda Tambores do Pelô

Largo Tereza Batista

Quando: 24 de novembro (sábado) às 9h

Gratuito

Mostra dos Núcleos de Extensão do CFA

Escola de Dança da Funceb

‘Viva o baiano’

Largo Pedro Arcanjo

Quando: 24 de novembro (sábado) às 8h30

Gratuito

“Xarás” Márcia Castro e Márcia Short

Largo Pedro Arcanjo

Quando: 24 de novembro (sábado) às 21h

R$ 20 e R$ 10

Primeiro Encontro Nacional de Mulheres na Roda de Samba

Largo Tereza Batista

Quando: 24 de novembro (sábado) às 16h

Gratuito

Consciência Negra é preciso

Celebrando Zumbi – Dandara

Largo Quincas Berro D’Água

Quando: 24 de novembro (sábado) às 20h

Ingresso: R$ 10,00

Grupo de Capoeira São Bento

‘Batizado e Troca de Graduações’

Largo Pedro Archanjo

Quando: 25 de novembro (domingo) 9h às 13h

Gratuito

Ensaio do Olodum

Largo Tereza Batista

Quando: 25 de novembro (domingo) às 13h

Ingresso: R$ 50,00

Forró Passa Pé

Largo Quincas Berro D’Água

Quando: 25 de novembro (domingo) às 18h

Gratuito

Aila Menezes

Largo Quincas Berro D`Água

Quando: 25 de novembro (domingo) às 17h

Ingressos: R$ 10

Oficina de Capoeira Angola

Mestre Raimundo Noronha

Largo Tereza Batista

Quando: 26 de novembro (segunda) das 16h às 17h30

Gratuito

Ensaio do Cortejo Afro

Largo Quincas Berro D’ Água

Quando: 26 de novembro (segunda) às 21h

Ingressos: 40 (inteira) e 20 (meia)

Gerônimo Santana

Largo Pedro Archanjo

Quando: 27 de novembro (terça) às 20h

Ingresso: R$ 10 e R$ 20

Os Negões no Pelô E convidados

Largo Tereza Batista

Quando: 27 de novembro (terça) às 20h

Ingresso: R$ 10

Cultura Conectada

Ensaio do Conexão Negra

Largo Quincas Berro D’Água

Quando: 27 de novembro (terça) às 20h

Ingresso: R$ 5,00 + 1kg de alimento

Feira de Artesanato SESC – CFA

Mostra de Resultados

‘Exposição dos trabalhos dos alunos do Curso de Valorização Social’

Largo Tereza Batista

Quando: 28 de novembro (quarta) das 08h30 às 16h

Gratuito

Trem de Pouso de Verão no Pelô

Ninha | Patrícia |Xexéu

Largo Tereza Batista

Quando: 28 de novembro (quarta) às 20h

Ingressos: R$ 40 (pista), R$ 60 (área vip)

Oficina de Capoeira Angola

Mestre Raimundo Noronha

Largo Tereza Batista

Quando: 29 de novembro (quinta) das 16h às 17h30

Gratuito

Expo Afro 2018

Largo Tereza Batista

Quando: 29 de novembro (quinta) das 7h30 às 17h30

Gratuito

‘Samba e Chulas do Recôncavo Baiano’

Banda M. do Samba convida Roberto Mendes

Largo Pedro Arcanjo

Quando: 29 de novembro (quinta) às 20h

Gratuito

Projeto Que Bloco é Esse? 2ª Edição – Nando Borges

Largo Tereza Batista

Quando: 29 de novembro (quinta) às 20h

Gratuito

 


Virada Sustentável Salvador 2018 acontece no final deste mês


Projeto Axé durante o lançamento do festival em foto de Bruno Concha (Secom/PMS)

O maior festival de desenvolvimento sustentável da América Latina – Virada Sustentável – terá projetos em diferentes locais da cidade, como Subúrbio Ferroviário, Itapuã e Parque da Cidade.

A Virada Sustentável Salvador 2018 será entre 29 de novembro e 02 de dezembro. O lançamento aconteceu nesta semana e contou a presença de Alice Barreto, condutora do Movimento Salvador Meu Amor, co-realizador do festival; Vivian Schaeffer coordenadora nacional da Virada Sustentável; André Fraga, secretário municipal de Cidade Sustentável e Inovação, representando o apoio da Prefeitura, e Laís Campos, responsável pelo Marketing Institucional da Braskem, patrocinadora do evento.

Alice Barreto, Vivian Schaeffer, Laís Campos e André Fraga lançam a programação da Virada Sustentável Salvador 2018. Foto: Genilson Coutinho

Representantes de parte dos projetos que estarão no festival também se apresentaram. Entre eles, Bernardo Mussi falou ao público sobre o Fundo da Folia; Flávia Veiga contou sobre o projeto CTE Capoeiragem; Edson Souto representou o Balé da Comunidade e o Laboratório Vivente de Abelhas foi apresentado por George Almeida. Ao final do lançamento, o público contemplou o samba de roda e capoeira o Projeto Axé.

 

Alguns dos projetos da Virada Sustentável

Belezas do Subúrbio

O Belezas do Subúrbio propõe um novo olhar sobre a periferia de Salvador com o registro de fotos do Subúrbio Ferroviário de Salvador, dos cenários, paisagens e das pessoas. Criado em 2015, como um hobby, tornou-se uma mídia de referência para quem deseja conhecer mais a região. Hoje, a página no Facebook tem 179 mil seguidores, incluindo Portugal, Itália, Alemanha, França, Espanha, Suiça, Estados Unidos, Argentina e Angola.

No Instagram, são 48 mil. Na Virada Sustentável, o projeto realizará dois passeios abertos ao público: o passeio de trem pelo Subúrbio, passando pela Calçada, Plataforma, Itacaranha até Paripe/Tubarão e uma visita ao Parque São Bartolmeu, conhecendo a sua história, com direito à trilha e banho de Cachoeira.

3º Round – Circuito de Rima Improvisada

O 3º Round, projeto independente, sociopolítico e racial, tem como objetivo fomentar o Hip Hop na Bahia e promover a inclusão de artistas da periferia nos grandes centros de artes e cultura do Estado. Incluindo atividades de dança e artes plásticas, o projeto tem cinco anos de atuação e é considerada a maior atividade fomentadora do HipHop no Norte/Nordeste.

Inclusive serve de palco para novos talentos, a exemplo de Baco Exú do Blues e Larício Gonzaga (campeão do Duelo de MCS Nacional em Belo Horizonte, em 2014). Para a Virada Sustentável, o 3º Round traz um duelo de MCs com artistas da Bahia, Alagoas e Sergipe, envolvendo jovens da periferia numa disputa criativa de versos improvisados.

Tour Gastronômico na Feira de São Joaquim

Criada há dois anos, a aula-tour na Feira de São Joaquim tem o intuito de levar pessoas à busca histórica, econômica, social e cultural do espaço, com conteúdo educacional, visando também recolocar a Feira de São Joaquim no roteiro turístico oficial da cidade enquanto um “museu” a céu aberto, que resguarda as nossas raízes afrodescendentes.

O roteiro, que estará na Virada Sustentável, inclui paradas em seis pontos da Feira, incluindo espaços da feira antiga, da área reformada, assim como o Mercado do Peixe, que funciona na feira. Durante a atividade, haverá ainda demonstração do processo de preparação de acarajé.

Remo Sem Fronteiras

O Projeto Remo Sem Fronteiras promove aulas gratuitas de remo para crianças e jovens de comunidades periféricas, e também pessoas com limitações físicas, atuando desde 2000. O projeto engloba aulas de Remo Olímpico Adaptado para jovens e adultos com deficiência física na lagoa do Parque de Pituaçu, e aulas de Stand UpPadle e Canoa Havaiana para crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social na Gamboa de Baixo.

O Remo Sem Fronteiras também realiza oficinas de reciclagem, conserto e criação de novos materiais e equipamentos, oficinas de poesia, música, teatro e grafite, ações educativas e ambientais. Para a Virada Sustentável, além das atividades na lagoa do Parque de Pituaçu, o projeto levará a “Remada” na praia do MAM, com roda de capoeira, percussão, recital de poesia, meditação e palestras de conscientização ambiental, com a participação de projetos parceiros.

 


Semana da Consciência Negra nos Largos do Pelô


Malê Debalê em foto divulgação de Lucas Rosário

A programação de shows e eventos os tradicionais Largos do Pelourinho garante a cada semana diversão para o público. Entre as atrações se destacam o show do Malê Debalê, a Feira Colaborativa de Empreendimentos Negros do Bloco Alvorada e os tambores do Bloco A Mulherada, além de outros shows gratuitos e a preços populares. A programação é apoiada pelo Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI) da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA).

A semana começa nesta sexta (16) com a 1ª edição da Feira de Afroempreendedores do Bloco Alvorada em parceria com a Associação Protetora dos Desvalidos. A Feiracontará com a exposição com vinte empreendedores afros, apresentação musical, desfile entre outras linguagens artísticas. O evento é gratuito das 12h às 22h no Largo Quincas Berro D’Água.

Já a noite da sexta-feira chega com o rufar dos tambores do Bloco Afro Malê Debalê que se prepara para comemorar os 40 anos de existência no carnaval 2019. O Malê convida para dividir o palco o mais belo dos belos Ilê Aiyê, o reggae afro do Muzenza e a batida percussiva do bloco Olodum. A festa começa às 20h, no Largo Tereza Batista. Ingressos R$ 20,00 (inteira) e 10,00 (meia).

Também às 20h acontece a primeira edição do show do M do Samba que faz um retrô de alguns sucessos. O show de abertura é do Grupo Sambaê. A festa é no Largo Pedro Archanjo e o samba é aberto ao público.

O sábado (17) segue com o evento “O Pelô que toca e dança” que traz o ensaio da Banda Tambores do Pelô. O encontro é das 9h às 12h, no Largo Pedro Archanjo, aberto ao público.

A Mulherada em foto divulgação de Rosilda Cruz

Também neste sábado acontece o segundo dia da Feira de Afroempreendedores do Bloco Alvorada, reunindo vinte empreendimentos, além de apresentações, música, dança, desfiles de moda, entre outras atrações durante o evento. A feira é aberta ao públicodas 12h às 22h no Largo Quincas Berro D’Água.

A 11ª edição do FACOMSOM, festival de bandas universitárias de Salvador, acontece também no sábado a partir das 17h, no Largo Tereza Batista, a Banda Afrocidade é uma das atrações do evento, além de Os Jonsóns, WWL RAP e Sara Mandaiaque também integram a grade do evento.O festival é aberto ao público.

Às 20h tem a ‘’Batucada Brasilady’’com show de Amanda Santiago, no repertório a artista passeia pelos sons percussivos, mesclando arranjos, melodias, poesias brasileiras, mixados as batidas eletrônicas. O show é no Largo Pedro Archanjo, aberto ao público.

Neste domingo (18) acontece o terceiro e último dia da Feira de Afroempreendedores do Bloco Alvorada, reunindo vinte empreendimentos e uma programação variada durante todo o evento. A feira é aberta ao públicodas 12h às 22h no Largo Quincas Berro D’Água.

Já às 16h o Largo Pedro Archanjo recebe o “Projeto Toca Raul” com repertório fazendo uma homenagem a Raul Seixas. No evento o cantor Rafa Luz traz como convidado Dejanilson Marinho da Banda Aluga-Se. O show é aberto ao público.

O Mestre Raimundo Noronha apresenta nesta segunda-feira (19) a Oficina de Capoeira Angola, com atividades abertas ao público, a partir das 16h, no Largo Tereza Batista.

Na terça-feira (20) Dia Nacional da Consciência Negra tem programação especial nos três Largos do Pelourinho, realizados pela Sepromi e SecultBA. No Largo Pedro Archanjo acontece o Projeto Zumbi, com o show “Narcizinho e Pelourinho’’, aberto ao público. Já no Largo Tereza Batista o Coletivo de Entidades Negras – CEN realiza diversas atividades pelo Novembro Negro, com programação aberta ao público. Outra atração no Largo Quincas Berro D’Água é o evento “Cultura Conectada” apresentandoo ensaio do grupo Conexão Negra, com ingressos a R$ + 1kg de alimento. Todos os eventos começam às 20h.

Celebrando a Consciência Negra a Banda A Mulherada realiza na quarta-feira (21) o show “Tambores pelo fim da violência – tocar pode, bater não” uma manifestação através das batidas de percussão para combater a violência contra mulher. O evento é às 19h no Largo Quincas Berro D’Água, aberto ao público.

Na quinta-feira (22) o Mestre Raimundo Noronha apresenta mais uma edição da Oficina de Capoeira Angola, com atividades abertas ao público, a partir das 16h, no Largo Tereza Batista.

O cantor Edd Bala apresenta o show “Vem verão – O Cangaceiro do futuro”. O artista reúne música, humor e diversas performances. Será às 20h, no Largo Pedro Archanjo, aberto ao público. Também às 20h no Largo Tereza Batista a cantora Márcia Freire faz o lançamento do seu novo EP intitulado: “Malembá Pra Vocês”, a artista pede que o público vá de branco, por um pedido de paz a Oxalá. Ingressos R$ 20,00.

Programação

Feira Colaborativa de Empreendimentos Negros

Bloco Alvorada

Largo Quincas Berro D’Água

Quando: 16 de novembro (sexta) das 12 às 22h

Aberto ao público

Malê + 40

Ensaio do Malê Debalê

Largo Tereza Batista

Quando: 16 de novembro (sexta) às20h

Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)

M do Samba

Largo Pedro Archanjo

Quando: 16 de novembro (sexta) às 20h

Aberto ao público

O Pelô Que Toca e Dança

Ensaio da Banda Tambores do Pelô

Largo Tereza Batista

Quando: 17 de novembro (sábado) 09 às 12h

Aberto ao público

Projeto Feira Colaborativa de Empreendimentos Negros

Bloco Alvorada

Largo Quincas Berro D’Água

Quando: 17 de novembro (sábado) das 12 às 22h

Aberto ao público

FACOMSOM

Largo Tereza Batista

Quando: 17 de novembro (sábado) às 17h às 23h

Aberto ao público

Amanda Santiago – Batucada Brasilady

Largo Quincas Berro D’Água

Quando: 17 de novembro (sábado) às 20h

Aberto ao público

Projeto Feira Colaborativa de Empreendimentos Negros

Bloco Alvorada

Largo Quincas Berro D’Água

Quando: 18 de novembro (domingo) das 12 às 22h

Aberto ao público

Projeto Toca Raul – Rafa Luz e convidados

Largo Pedro Archanjo

Quando: 18 de novembro (domingo) às 16h

Aberto ao público

Oficina de Capoeira Angola

Largo Tereza Batista

Quando: 19 de novembro (segunda) às 16h

Aberto ao público

DIA NACIONAL DA CONSCIÊNCIA NEGRA VIVA!

Projeto Zumbi – Narcizinho e Pelourinho

Largo Pedro Archanjo

Quando: 20 de novembro (terça) às 20h

Aberto ao público

DIA NACIONAL DA CONSCIÊNCIA NEGRA VIVA!

CEN – Coletivo de Entidades Negras

Largo Tereza Batista

Quando: 20 de novembro (terça) às 20h

Aberto ao público

DIA NACIONAL DA CONSCIÊNCIA NEGRA VIVA!

Cultura Conectada – Ensaio do Conexão Negra

Largo Quincas Berro D’Água

Quando: 20 de novembro (terça) às 20h

Ingressos R$ 5,00 + 1kg de alimento

Tambores pelo fim da violência

A Mulherada

Largo Quincas Berro D’Água

Quando: 21 de novembro (quarta) às 19h

Aberto ao público

Oficina de Capoeira Angola

Largo Tereza Batista

Quando: 22 de novembro (quinta) às 16h

Aberto ao público

Venha Verão!

EddBalla – O Cangaceiro do Futuro

Largo Pedro Archanjo

Quando: 22 de novembro (quinta) às 20h

Aberto ao público

Márcia Freire – EP Malembá, pra vocês!

Largo Tereza Batista

Quando: 22 de novembro (quinta) às 20h

Ingressos R$ 20,00


Maestro suíço Rainer Held na série Neojiba no TCA


Maestro suíço Rainer Held. Foto Lenon Reis / IASPM

A série Neojiba no TCA retorna à Sala Principal dia 15 de novembro após as comemorações pelos 11 anos dos Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia. No palco do Teatro Castro Alves, estarão duas das principais formações do Programa: a Orquestra Juvenil da Bahia e o Coro Juvenil do Neojiba.

Neste concerto, o maestro convidado será o suíço Rainer Held, que participa do evento graças ao apoio da Pro Helvetia, agência de fomento às artes e cultura suíças. Esta não é a primeira parceria entre o programa  Neojiba e Held. O regente, que se dedica especialmente às obras orquestrais e corais compostas por seus compatriotas, conduziu também o concerto que celebrava a relação musical entre a Bahia e a Suíça, em agosto de 2017.

O concerto marca a primeira apresentação do Coro Juvenil depois da conquista do primeiro lugar no Festival Internacional de Corais de Curitiba, o Cantoritiba. Na abertura do concerto, os jovens coralistas unem-se à Orquestra Juvenil para apresentar Nänie, canto elegíaco de Schiller musicado por Johannes Brahms, e as Danças Polovetsianas, suíte da ópera Príncipe Igor, de Aleksandr Borodin.

Depois de passar pela Alemanha de Brahms e a Rússia de Borodin, o repertório retorna à Suíça – mas também ficando na Bahia – com o Concerto para piano, percussão e orquestra, do “suíço- baiano” Ernst Widmer. “Widmer foi um grande compositor, professor e multiplicador. Nesse sentido, existe, sim, uma ligação entre o que ele fazia e o que o  Neojiba busca fazer”, comenta o maestro e diretor musical do Programa  Neojiba, Eduardo Torres, sobre o compositor que lecionou nos Seminários Livres de Música da Bahia e, além de professor de inúmeros compositores, maestros e instrumentistas, foi diretor da Escola de Música da UFBA e membro da Academia Brasileira de Música. Torres, ao piano, e Fábio Santos, Aquim Sacramento, Celso Teixeira e João Victor Melo – todos do naipe de Percussão da Orquestra Juvenil da Bahia – serão solistas nesta peça.

Programa Neojiba
Os Núcleos Estaduais de Orquestras Juvenis e Infantis da Bahia (NEOJIBA) têm como objetivo promover o desenvolvimento e a integração social, prioritariamente de crianças, adolescentes e jovens em situações de vulnerabilidade, por meio do ensino e da prática musical coletiva. Criado em 2007 a partir da iniciativa de seu diretor fundador, o maestro e pianista Ricardo Castro, o Programa Neojiba tornou-se uma das ações prioritárias do Governo do Estado da Bahia. Vinculado à Secretaria de Justiça Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (Justiça Social), beneficia cerca de 6,5 mil crianças, adolescentes e jovens, direta e indiretamente, em todo o estado.

Neojiba no TCA
Orquestra Juvenil da Bahia
Coro Juvenil do NEOJIBA
Solistas: Eduardo Torres, Fábio Santos, Aquim Sacramento, Celso Teixeira e João Victor
Melo
Regência: Rainer Held
Teatro Castro Alves
15 de novembro (quinta), às 19h
R$ 4 (inteira) e R$ 2 (meia)

Programa
Carl Rütti – Segantini-Passacaglia
Johannes Brahms – Nänie, Op.82
Aleksandr Borodin – Danças Polovtsianas
Ernst Widmer – Concerto para piano, percussão e orquestra op. 160
Eduardo Torres (piano), Fábio Santos, Aquim Sacramento, Celso Teixeira, João Victor
Melo (percussão)


Abertura do “EPA! Encontro Periférico de Artes” com Jau e Dão


Jau em foto divulgação de 1 Natalia Arjones

O “EPA! Encontro Periférico de Artes” será aberto na próxima segunda-feira (12), às 19h, no Teatro Gregório de Mattos, com a participação dos cantores Jau e Dão e a apresentação do espetáculo Buque da Áttomos Cia de Dança- BA. Em sua segunda edição o Epa!, idealizado pela ExperimentandoNus Cia de Dança, reafirma o compromisso de valorizar e propagar a arte negra e periférica.

O encontro acontece entre os dias 12 e 18 deste mês. Toda programação é gratuita, são mais de 20 atividades, que vão desde oficinas, shows, espetáculos, residências e bate papo. Ainda no dia 12, antes da abertura oficial, a programação já inicia a todo vapor com a realização da oficina de Contos, Corporalidade e Performances Negras, ministrada pela doutoranda, mestre em educação e contemporaneidade, Hildália Fernandes, das 09 às 12h, na Escola de Dança da Funceb – no Pelourinho.

O EPA! contará com ações em diversos espaços como Estação da Lapa, Escola Nelson Mandela, em Periperi, Espaço Xisto, Escolas de Dança da Funceb e da UFBa, Teatro Gregório de Mattos. Neste ano, o EPA vai promover o intercâmbio entre artistas de várias origens e trajetórias, trazendo convidados do Ceará, São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Paraguai. As atividades evidenciam a pluralidade artística do evento, com diversas ações e atrações, sempre buscando fomentar a produção das artes negras.

Dão em foto divulgação

No dia seguinte 13, a programação continua com apresentação, às 17h, da The Fabolous, na Estação da Lapa. E às 20h, o espetáculo Borda Infinita, da ExperimentandoNUS Cia. de Dança, invade o palco do Espaço Xisto Bahia.

Na quarta-feira, dia 14, o EPA! ocupa quatro espaços, das 9 às 12h, ocorre a Oficina de Literatura Negra com escritor e produtor cultural Jairo Pinto, no Colégio Nelson Mandela, em Periperi, no mesmo horário, na Escola de Dança da UFBa- Ondina estará acontecendo a oficina danças afro-indígenas com o diretor e coreógrafo da Cia Balé Baião-CE, e mestre em Educação Gerson Moreno.

Na parte da tarde, às 14h, na Escola de Dança da Funceb tem Oficina de Ateliê de Contos com escritora e mestra em critica cultural, Ana Fátima e o poeta, produtor, Evanilson Alves. As 20h, será apresentado o espetáculo Prelúdio para Danças Caboclas da Cia Balé Baião do Ceará , no Espaço Xisto.

No dia 15, as atividades do EPA! serão realizadas no Espaço Xisto, 15h terá oficina de dança-pagode baiano com Cupim da Bahia. À noite, às 19h, apresentação do espetáculo “V de Viado”. Fechando a programação o EPA! vai receber uma atração internacional, quando a Cia Território Teatro-Danza de Assunção – Paraguai estará apresentando o espetáculo Humano Innombrable.

Residência

Além das atrações que incluem artes cênicas, oficinas e outros, o EPA! também vai oferecer uma mini residência, que será realizada de 13 a 16 de novembro no Espaço Xisto, das 9h ás 12 e 14h às 18h com objetivo de promover intercâmbio e troca de experiências de artistas da dança que atuam de forma independente no Brasil e no Paraguai.

No dia 16, a programação também vai contar com a presença do dramaturgo mineiro, Anderson Feliciano. O artista vai apresentar duas performances “Dentro”, às 11h30, na Estação da Lapa, e ás 19h30, “Apologia a 3” no Espaço Xisto Bahia. Logo em seguida a Cia Território Teatro-Danza de Assunção do Paraguai se apresenta pela segunda vez no EPA!

Cinema no EPA!

Ás 15, no Teatro Gregório de Mattos, a programação vai contar com a exibição do documentário a Batalha do Passinho, do diretor e cientista social, Emílio Domingos. Posteriormente acontece uma conversa com o diretor que tem no seu currículo três longas e 15 curtas-metragens. O documentário, a Batalha do Passinho, foi vencedor da Mostra Novos Rumos no Festival do Rio de Janeiro.

Quebradeira

E no dia 18, a partir das 14h acontece um dos momentos mais esperado do encontro a Batalha do Pagode, no Teatro Gregório de Mattos. Os vencedores da Batalha serão premiados.Os primeiros colocados das categorias feminina e masculina receberão R$ 700. Quem ficar em segundo o prêmio será de R$ 400,00. A batalha vai contar com a participação especial do rapper Mr Armeng e do DJ Mauro Telefunksoul.

O EPA!

O EPA! é mais uma realização da ExperimentandoNus Cia de Dança. O encontro visa a disseminação da arte negra e periférica, através de varias linguagens artísticas. O projeto conta com a direção de Bruno de Jesus e Inah Irenam.

O projeto foi contemplado pelo Edital de Apoio a Grupos e Coletivos – 2016. Tem apoio financeiro do Estado da Bahia, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda, Fundação Cultural do Estado da Bahia e Secretaria de Cultura da Bahia.