Viaje pela Baía de Todos-os-Santos ao som de bossa-nova


Já está tudo pronto. O repertório da bossa-nova na ponta da língua e nas cordas do violão. Dia 24.11, sexta-feira, volta ao mar o Barco da Bossa, com Ana Mota cantando as mais belas bossas acompanhada do violão virtuose de Roberto Sousa.

O Barco da Bossa, um projeto da ONG Anjos do Mar, sai às 20h30 do Terminal Marítimo de Salvador (Comércio). O trajeto é : Forte São Marcelo, Museu de Arte Moderna da Bahia, na Gamboa de Baixo, Iate Clube e Porto da Barra, onde o barco para e depois retorna ao Terminal Marítimo.

A viagem dura cerca de três horas. Os ingressos custam R$ 120,00 por pessoa, com comida e bebida incluídos – refrigerante, cerveja, água, salgados, doces e caldos. Para reservar basta ligar para 99170-4041 / 99994-6956 (whatsApp) ou entrar em contato pelo e-mail [email protected]

Barco da Bossa
Quando : 24.11, às 20h30
Onde : Saída do Terminal Marítimo de Salvador (Comércio)


Cantora cubana Omara Portuondo participa do PercPan no Rio Vermelho


SONY DSC

O Panorama Percussivo Mundial (PercPan) em sua 22ª edição acontece neste ano no tradicional Largo da Mariquita, no bairro do Rio Vermelho. E entre as atrações estará uma das vozes mais representativas da música cubana, conhecida pela participação no grupo Buena Vista Social Club: a cantora Omara Portuondo, no sábado (4), às 22 horas.

Primeira noite – A Banda de Gaitas Brazilian Piper abre a primeira noite de música do festival, no dia 3 (sexta-feira), às 19h30. É mais uma oportunidade de conhecer o talento dos gaiteiros, que se uniram como resultado de um projeto social sem fins lucrativos, fundado pelo Maestro Piper Major Fuzileiro Naval José Paulo, em 1999.

Com 30 integrantes ativos, a Brazilian Piper é uma das maiores bandas de gaitas de fole do Brasil. Através da música, seu objetivo é educar jovens carentes da periferia, utilizando a cultura escocesa e as gaitas de fole como instrumento não apenas musical, mas de inclusão social.

Em seguida, sobe ao palco o rapper soteropolitano Baco Exu do Blues, nome artístico de Diogo Moncorvo, 21 anos, que acaba de lançar Esú, álbum de estreia muito esperado desde que o artista teve o nome projetado na cena do rap nacional. Dono de uma escrita contundente, com letras que falam das próprias vivências, Baco traz os batuques do maracatu, solos de guitarra baiana, cânticos em iorubá e os atabaques do candomblé.

Orkestra Rumpilezz em foto divulgação

O encerramento do dia ocorrerá ao som de uma parceria musical das mais aplaudidas nos últimos anos: Letieres Leitte & Orkestra Rumpilezz e Lenine. O concerto apresentará um repertório misto de composições de Lenine, arranjadas pelo maestro e executadas pela Orkestra Rumpilezz, a exemplos de “Leão do Norte”, “Relampeando”, “Do It” e “Paciência”, e repertório autoral da Orkestra, incluindo composições do disco recém-lançado e premiado, “A Saga da Travessia”.

Segunda Noite – O som forte dos tambores afrobaianos do respeitado bloco Ilê Aiyê abre a segunda noite do 22º PercPan, dia 4 (sábado), às 19h. Com músicas que se tornaram hinos da Bahia e do Brasil, a apresentação promete deixar a marca emblemática da percussão desta entidade cultural que representa a afirmação da cultura negra na Bahia e no mundo há 44 anos.

Já a atração seguinte, Dão e a Caravana Black, mostrará o resultado de um irresistível e dançante garimpo da black music contemporânea. Com uma mistura de ritmos brasileiros e africanos que contagia a todos, Dão revela porque vem despertando o interesse de amantes da música no mundo todo. Hoje considerado um pesquisador do balanço, Dão é um artista literalmente comprometido com ritmos pulsantes, que se apropria de diversas referências para compor um universo musical próprio.

A terceira atração vai ser um presente de Pernambuco para o público baiano. O grupo Bongar apresenta cantos tradicionais do cancioneiro através de seis percussionistas e cantores que fazem parte da Nação Xambá, localizada em Olinda (PE). Ao revezar instrumentos como a alfaia, ganzá, agbê, caixa, congas, ilus e tabicas, os músicos realizam um trabalho de resgate e divulgação da cultura e religião locais. Na apresentação do PercPan 2017, o grupo recebe no palco os músicos da Santería, uma religião afrocubana, cuja música é tocada com os tambores batas, que têm muitas semelhanças estéticas com as cerimônias religiosas da Nação Xambá.

Às 22h, todas as atenções voltam-se para este que promete ser o mais esperado show. Aos 87 anos, Omara Portuondo fará apresentação de encerramento do festival. Vozes das mais representativas da música cubana e comparada inclusive com nomes mundiais como Billie Holliday e Edith Piaf, Portuondo foi a única mulher a integrar o grupo original do projeto Buena Vista Social Club (1997), dando voz à canção “Veinte Aos”, do álbum que vendeu mais de 1,5 milhão de cópias. A cantora, no entanto, já tinha nesse momento uma carreira próspera com o grupo Cuarteto Las d’Aida.

Sobre o PercPan

Criado pela socióloga baiana Elisabeth Cayres – com edições já realizadas também no Rio de Janeiro, São Paulo, Recife e Paris – o 22º PercPan acontece no dias 1º, 3 e 4 de novembro, convidando o público a reverenciar,

O evento tem curadoria e direção musical do produtor paulista Alê Siqueira, que atua como colaborador de influentes nomes da MPB, e consultor artístico do jornalista e crítico musical baiano Hagamenon Brito. Já o cantor, compositor, arranjador e produtor musical pernambucano Lenine participa como mestre de cerimônia e faz um dos shows mais esperados do festival, ao lado de Letieres Leitte & Orkestra Rumpilezz.

Com patrocínio da Petrobras e Prefeitura de Salvador, através da Empresa Turismo (Saltur), o 22º PercPan realiza programação socioeducativa no dia 1º de novembro (quarta-feira). Nesse dia, acontecem a mesa redonda “Ética e Integração Cultural na Música”, às 11h, no auditório da Faculdade de Comunicação da UFBa, em Ondina; e o workshop de Produção Musical com as crianças da Rumpilezzinho, com Alê Siqueira, a partir das 16h, na sede da Orkestra Rumpilezz, no Pelourinho.

 


Chega a Salvador uma das experiências gastronômicas mais esperadas


Em sua forma mais simples e primitiva, o “Fogo” ganhará o centro das atenções de uma das experiências gastronômicas mais esperadas de Salvador. O “Fogo BBQ Premium”, acontece no sábado, dia 11 de novembro, a partir das 13h, no Trapiche Barnabé.

“Fogo” é uma realização do empresário e agitador cultural Bruno Boscolo, produtor e idealizador do Biergarten Salvador e Flow Festival, e do chef Caco Marinho, do Restaurante DOC – Casual Dinning.

A inspiração vem do assador argentino Francis Mallmann, autor do livro ‘Siete fuegos’, um dos protagonistas da série ‘Chef’s Table’, da Netflix. Natural da Patagônia, onde vive, Francis Mallmann defende o conceito de cozinha rudimentar, à base de alimentos assados diretamente no carvão, ou fogo produzido em lenha.

“A relação com o fogo, que leva o nome do evento, é bem mais do que a essência do preparo do alimento, é uma relação de integração com a natureza”, explica Caco Marinho, um dos idealizadores de “Fogo”. “O evento mescla rusticidade, com elegância, dentro do conceito de comfort food, que desperta emoções através do paladar. Um retorno para uma comida mais simples, de verdade, mais afetiva”, completa.

Bruno Boscolo aposta no sucesso que esse tipo de evento alcançou em outras cidades do país e do mundo. “Diferente do que vem acontecendo em outros eventos, Fogo é muito mais do que um simples “churrasco”, será uma experiência singular, única. Transportará o público a uma outra atmosfera e utilizará produtos premium que vão além da carne, com identidade da Bahia”, destaca Boscolo.

O fogo – o quarto elemento da natureza, vai unir 15 chefs no preparo dos alimentos. Entre os confirmados estão: Fabricio Lemos (Origem), Eduardo Prado (Lafayette), Ricardo Brito (Al Mare), Caco Marinho (DOC), José Morchon (La Tapearia), Ricardo Silva (Carvão), Bruna Moreira (Assador), Sandro Borges (Varanda), Jorge Mendes (The Beef) e Edd Campos – BBQ Club (Espírito Santo), entre outros.

Fogo BBQ Premium

Quando: 11 de novembro, das 13h às 21h
Onde: Trapiche Barnabé (Comércio)

 


Bloco carnavalesco novo da San Sebastian terá Alinne Rosa no comando


Alinne Rosa vai comandar bloco novo O Vale que promete ser um dos destaques do Carnaval 2018. É isto mesmo, a San Sebastian preparou mais uma surpresa, lançando o seu segundo bloco na festa momesca.

Os empresários André Gagliano e José Augusto Vasconcelos, sócios do bloco Blow Out, que teve abadás esgotados esse ano, puxado por Claudia Leitte, na sexta, apresentam, ao lado da Rosa Produções, O Vale. O novo bloco, que sairá às 17h do sábado.

“Estamos bem animados com mais uma novidade pro Carnaval e confiantes no sucesso de mais um produto com assinatura San Sebastian. A relação com Alinne Rosa, dentro e fora de Salvador, tem sido muito especial e, sem dúvida, será de muito sucesso em 2018”, adianta André Gagliano.

O bloco será lançado às 12h desta quarta-feira (27) e será vendido no San Folia, plataforma de vendas do Grupo San Sebastian, para todo o Brasil: www.sanfolia.com.


Crianças: embora no parque ver a natureza e brincar?


Foto de Antonio Saturnino

Na semana e no Dia da Criança, 12 de outubro (quinta-feira), dá muito bem para se programar passeios maravilhosos nesta cidade de Salvador que possui uma imensa área verde de parques, jardins, lagoas e um zoobotânico, em que se pode apreciar, participar e aprender muita coisa sobre a natureza! (Noemi Flores)

E o melhor de tudo, gratuitamente (o que é bom para o bolso dos papais e vovôs). Nestes espaços citados, há lugares para piqueniques, ou seja ocasião ótima para levar o lanche preferido de casa, lembrando sempre que há lixeiras apropriadas para se colocar o que não se quer mais consumir.

É um passeio agradável para toda a família e para as crianças, melhor ainda! Por exemplo, a ida no Dique do Tororó, localizado no Centro, próximo à Estação da Lapa e Arena Fonte Nova. Lá, além do contato com a natureza, passeio de pedalinhos  e pequenos barcos,  também se aproveita para a pescaria, inclusive tem quem alugue baratinho os equipamentos para os marinheiros de primeira viagem. Este parque não fecha, mas é aconselhável a visita diurna.

Outro local propício para todo o tipo de brincadeira é o Parque da Cidade, localizado no Itaigara, onde crianças e adolescentes podem se extravasar em jogos, brincadeiras, capoeira, skate, ciclismo e leitura. É isto mesmo, tem livros de graça no Cantinho da Leitura, do Projeto Livre Livros, onde dá para pegar emprestado um livro nas casinhas existentes e sentar embaixo de uma árvore para se deliciar na leitura (existe coisa melhor?). Parque da Cidade Joventino Silva funciona de segunda a domingo das 8h às 19h30.

O contato com a fauna existente e a flora diversificada no Parque de Pituaçu, localizado no bairro de Pituaçu,  é inesquecível. Neste parque, todos poderão aproveitar das quadras poliesportivas, da ciclovia, da pista de patinação e de skate, além de um parquinho infantil e um píer para pedalinhos.

Ver, aprender e respeitar

As crianças devem ter este contato com a natureza e aprender tudo sobre as plantas e os animais, uma forma de compreender a existência deles no universo e a função deles para o meio ambiente. É só desta forma que começam a respeitar as plantas e os animais. Enfim a natureza!

E não há um programa melhor do que a visita ao Zoobotânico, localizado em Ondina. Não serão só os animais que a criançada vai ver, mas plantas da Mata Atlântica e até mesmo pequena mostra do solo existente na nossa região: a caatinga.

Esta visita nenhum pai ou mãe deve deixar de realizar com seu(s) filho(s) porque é importante tanto para adultos como crianças verificar que devemos cada vez mais preservar a nossa fauna e flora.  Inclusive há  um programa de atividade chamado “Zoo em Família” que pode ser agendado pelo endereço: http://www.zoo.ba.gov.br/atividades/zoo-em-familia/

De acordo com os organizadores: O objetivo desta atividade é atingir o público dos finais de semana, assim, sensibilizando as famílias para as questões ambientais. Dinâmicas voltadas ao público infantil, com atividades lúdicas que envolvem artes, brincadeiras e historinhas e mini palestras para o público adulto são disponibilizadas para o melhor conhecimento sustentável.

Nessas atividades são abordados temas como: tráficos de animais, maus-tratos, animais em extinção e condutas no Zoo e demais temas voltados à educação ambiental. O Zoobotânico funciona de terça a domingo e feriados, das 8h30 às 17h