Carnaval em Salvador terá atração também no mar


Muitas novidades para quem vai curtir a folia na capital baiana em 2018, que tem como tema “Salvador Meu Carnaval”. As principais novidades são o palco flutuante no mar tendo como atração o cantor Denny Denan (ex-Timbalada); dois dias de pré-carnaval na Barra, nos dias 3 e 4 de fevereiro e também a abertura oficial da folia, que neste ano acontecerá no Circuito Dodô (Barra/Ondina), na quinta-feira (8). O período oficial do Carnaval será de 8 a 14 de fevereiro.

A entrega das chaves ao Rei Momo contará com show da cantora Cláudia Leitte, acompanhada pelo DJ internacional PitBull e participação do grupo Fitness Zumba. Nesse mesmo dia acontece o Furdunço: com 25 atrações, deixa a tradição do Circuito Osmar (Campo Grande/Castro Alves) e será realizado no Circuito Dodô, fortalecendo o início oficial da folia.

No Campo Grande, a Vila Infantil foi transformada em Baile Infantil e contará com shows para a criançada de sábado a terça-feira, das 10h às 12h. A dançarina Lorena Improta e as bandas As Unicornias, Canela Fina e Cadeira de Brin são as atrações confirmadas até o momento.

A abertura do Carnaval no Circuito Batatinha (Centro Histórico), na sexta-feira (9), vai ganhar um palco inteiro onde orquestras de cinco maestros – Zeca Freitas, Fred Dantas, Paulo Primo, Sérgio Benutti e Hugo Sambone – vão agitar os foliões com um grande baile, com direito a máscaras, fantasias, confetes, serpentinas e muita alegria.

A iniciativa é criar um ambiente que incentive as pessoas a se reunirem em família, juntarem os amigos e caírem na folia embalada pelos grandes sucessos dos carnavais de todos os tempos: marchinhas, frevos, galopes, axé, pagode e muito mais. As apresentações acontecem a partir das 16h.

Como parte integrante de uma série de ações promovidas pela Prefeitura para impulsionar o turismo náutico na Baía de Todos-os-Santos, será realizado este ano, como projeto-piloto, o Carnaval Náutico. Um palco flutuante será montado nas proximidades do Solar do Unhão, na Avenida Contorno, tendo como atração principal o cantor Denny Denan (ex-Timbalada) no domingo (11), das 12h às 18h. A depender do resultado, a iniciativa poderá ser adotada para os próximos anos.

Pré-Carnaval nos dias 3 e 4 de fevereiro

Armandinho, Dodô e Osmar no Furdunço

Mais de um milhão de pessoas devem participar do pré-Carnaval de Salvador, entre baianos e turistas, nos dias 3 e 4 de fevereiro, na orla entre Ondina e Barra, no circuito chamado de Orlando Tapajós. No dia 3, um sábado, acontece o Fuzuê, com 30 atrações percussivas e de sopro. E no dia 4, um domingo, é a vez do Furdunço, com 41 atrações , já com microtrios e os chamados “pranchões”.

Fuzuê – Participam do Fuzuê os grupos culturais: Mamulengo da Bahia, Oficina de Frevos e Dobrados, Grupo Cultural Mandu, Tio Paulinho, Grupo Folclórico Zambiapunga, Burrinhas de Taperoá, Careta Tradicional de Acupe, Caretas de Cairú, Grupo Folclórico Gongos Congos de Cairú, Ed Bala & Fanfarra Mágica, Commanche do Pelô, Pierrot Tradição de Plataforma, Mascarados de Maragogipe, Malê Debalê, Terno Rosa Menina, Samba de Nicinha Raízes de Santo Amaro, Maracatu Santo Antônio, Afoxé Korin Nagô, Aldeia Coletivo Cênico “Gudiar”, Arraiá das Marias, Escola de Samba Unidos de Itapuã, Chegança dos Marujos Fragata Brasileira, Barquinha de Bom Jesus dos Pobres, Amigos de Babá, Ókánbí, Lidroamor Axé, Mundo Negro, Coral [email protected] Performático e Percussivo do BBG, Vamos Nessa e As Kuviteiras.

Furdunço – O Furdunço, que desde 2014 vem com a proposta de valorizar as apresentações e manifestações culturais, orquestras, grupos percussivos, minitrios e pranchões, acontece no dia 4 no pré-Carnaval. As atrações são: Canela Fina, US π, Mamah Soares e Coletivo de Tambor, Rixô Elétrico, Peu Meurray, Maira Lins, Garampiola, Marana, Flor Serena – Rural Elétrica, Micro Trio Ivan Huol, Faustão e Os Mongas, Wilson Café, Alex da Costa e Coreto Elétrico, Dan Miranda Jonathan Raphae, Banda Release, Orquestra de Pandeiros de Lauro de Freitas, Grupo Confusão, Júnior Figueredo, Luciano Calazans, Armandinho, Dodô & Osmar, Bailinho de Quinta, Alavontê, Viola de Doze, Os Informais, Quabales, Paulo Raio, Os MyFriends, Samba de Farofa, Banda Tallowah, Vitrola Baiana, CDR Style, Duas Medidas, Márcia Castro, Banda Cativeiro, Furdence Coletivo DJs da Bahia, Batifun, Lucas Di Fiori, Dan Hius, Àttooxxá e BaianaSystem.

Novidade – O circuito Dodô, já durante o Carnaval, recebe este ano mais uma novidade, o Furdunço, que sairá na quinta, 8 de fevereiro. A magia da festa de rua contará com a brisa do mar e a grande participação popular. O cortejo seguirá até Ondina. As atrações do Furdunço no dia 8 são: Santo 7, Jau, Afoxé Kambalagwanze, Duas Medidas, KuqueMalino, Banda Milsinho Veloso, Baianafolia, Peu Baiano e Banda, Pimenta Elétrica, Os Marchistas, Armandinho, Dodô & Osmar, Thomé Viana & Banda Ragga, Ara Ketu, Juan e Ravena, Virgílio, Banda Nave Louca, Alavontê, Mulheres no Poder, Banda AiyéBaiyé, Welington Pacheco, Julio Caldas, Maglore, Bonneco, Banda Outros Baianos e Marquinhos Café.

Confira toda a programação oficial do Carnaval de Salvador: http://www.salvadormeucarnaval.com.br/programacao-interna/.

 


A tradicional Segunda-feira Gorda da Ribeira


Segunda-feira Gorda da Ribeira agora é mais um dos eventos que integram o calendário de verão de Salvador até a quarta-feira de cinzas, que atrai gente de todo lugar em busca de diversão, praia e, claro, do saboroso cozido, vendido a preços populares nas barracas situadas na Avenida Beira Mar. Este evento tradicional é uma extensão da Festa do Bonfim, que só acaba no domingo porque na quinta aconteceu a tradicional Lavagem (profana) e no domingo tem a festa religiosa na igreja com procissão saindo da Igreja dos Mares (bairro do Uruguai) às 16 até a Colina Sagrada.

Segundo historiadores, a festa começou para dar continuidade à Lavagem do Bonfim. Romeiros que participavam da festa religiosa perambulavam pelos bairros vizinhos, no final dos festejos, estendendo a festa profana para a segunda-feira, por esse motivo, era chamada de Segunda do Bonfim.

Posteriormente, a festa também foi chamada de segunda da mudança, pois os moradores sentavam-se nas portas de suas casas para esperar a mudança dos barraqueiros, que desciam em clima de festa do Bonfim para a Ribeira.


Carnaval em Itacaré será na praia


Itacaré, localizada no sul da Bahia, na Costa do Cacau, é uma das cidades baianas que possuem praias mais belas, cachoeiras, corredeiras e belezas naturais para serem exploradas pelos visitantes. Lá vai acontecer uma festa momesca muito animada, intitulada  “Carnaval 2018 – Na Praia é Diferente”, promovido pela Prefeitura  Municipal da localidade que divulgou oficialmente a programação do evento entre os dias 10 e 13 de fevereiro na Praia da Coroinha, orla da cidade.

A festa terá como principais atrações as bandas Revelação, do Rio de Janeiro, Edson Gomes, Guig Ghetto, Thaine e Tainá, Lordão, Banda Bandana, Rosy Banda e vários outros grupos que ainda serão confirmados. Além disso, o carnaval de Itacaré será marcado pelos tradicionais blocos com trios, grupos de mascarados, bailes infantis e da melhor idade, grupos e manifestações folclóricas e os blocos irreverentes e criativos que vão comandar a alegria dos itacareenses e turistas.

O objetivo, segundo informou o prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, é promover uma grande festa, com muitas atrações, valorizando a cultura local e também num clima de paz e segurança, onde todos possam curtir a cidade, aproveitar bem o carnaval e usufruir das belezas naturais do município.

Considerada como o paraíso baiano e um dos destinos mais completos do Brasil, Itacaré já é uma das cidades mais procuradas para o Carnaval 2018. Além das atrações que vão garantir a animação nos quatro dias de muita festa, o município ainda oferece belas praias, cachoeiras, corredeiras e várias belezas naturais que encantam os moradores e turistas. Tudo isso sem contar com a cultura e o folclore da cidade e a rica gastronomia, que atrai todos os anos turistas de diversos países.


Festa de Reis da Lapinha tem desfile hoje e amanhã


Festa de  Reis, a lembrança da chegada dos três reis magos que foram os primeiros a comprovar o nascimento de Jesus ocorre tradicionalmente no bairro da Lapinha, com desfile de Ternos de Reis no dia 5 e 6 de janeiro. Trazida ao Brasil pelos colonizadores portugueses, a tradição dos festejos foi mantida ao longo dos séculos, e ainda guarda algumas de suas características iniciais.

Desde dia 2 de janeiro que fiéis da Paróquia Nossa Senhora da Conceição (Lapinha) estão se preparando para a Festa de Reis, o tema escolhido para este ano é “Na plenitude dos tempos, Jesus se revela a todos”. Hoje, dia 5, será celebrada missa às 18h, seguida pelo desfile dos Ternos de Reis, saindo da matriz até a Soledade. Depois, o desfile retorna para a matriz, onde aguardará outros Ternos de Reis das paróquias da Arquidiocese de Salvador.

No sábado, dia 6 de janeiro, tem missa solene com início às 19h e, logo após a Celebração Eucarística, haverá o desfile do Terno Anunciação e a queima das palhas do presépio.


Tradicional Reisado de São Benedito em Cairu


Congo e Chegança

Com mais de quatrocentos anos a Festa de Reis no município de Cairu, Baixo Sul da Bahia, mantém os rituais e apresenta no domingo (7/1) e segunda (8/1), o Reisado de São Benedito, uma festa em louvor a um dos padroeiros da cidade.

Durante a festa, em que o sagrado e profano interagem em harmonia, há espaço para o som, as cores, o sincretismo, a cultura e a fé. A celebração tem origem no Brasil Império, quando os escravos da região se vestiam como reis, para celebrar o patrono negro. A tradição se repete até hoje, quando a família real, se coloca em local de destaque no altar da igreja.

Mantendo a memória centenária, a cidade prepara uma programação especial que começa na madrugada, a população amanhece em festa, com a alvorada festiva e queima de fogos, que anunciam a chegada das embarcações.

Pontualmente às 10h, os grupos se reúnem no cruzeiro do Convento de Santo Antônio. Em seguida, embalados pelos sons das manifestações culturais o cortejo segue pelas ruas da cidade.

Conguinhos e Chegancinhas (Divulgação)

A programação segue após a missa, com o desfile de grupos culturais como o Congos e Chegança, a Fanfarra Municipal de Cairu (Famuca), Filarmônica Centenária Cairuense, Congos Mirins de Cairu, a Dondoca e a Barquinha pelas ruas históricas da cidade.

O ponto alto, no entanto, acontece à tarde, quando as famílias voltam a se reunir no adro do convento para o anúncio do novo reinado. Neste momento acontece a descida da bandeira de São Benedito. No mastro estão presos pedaços de cana que, segundo a tradição religiosa, serve para curar diversas enfermidades. Por isso, é dividido entre os presentes. A programação festa se estende até segunda-feira com a apresentação da Barquinha.

Confira a programação:

07/01 – Festa de Reis com entrega do Reinado
10h – Missa ( Solene em homenagem a São Benedito)
12h – Cortejo da Comunidade e de toda a cultura Cairuense
14h – Troca de Coroas – Reinado 2018/2019 ( Frente ao Convento)
15h – Bandeira – procissão
08/01 – Segundo Dia Festa de Reis com entrega do Reinado
15h – Apresentação da Barquinha com saída do Convento

São Benedito – O santo protetor dos negros e escravos, conhecido mundialmente, tem uma história de vida repleta de valores humanos admirados por devotos e adoradores. A simplicidade, humildade, amor a Deus e ao próximo são algumas das características que tornaram São Benedito uma referência religiosa, inicialmente em Portugal pelos negros.

O dia 26 de Dezembro foi escolhido para celebrar o culto a São Benedito, tornando-se uma tradição que vem do Brasil Império até hoje, rica em sincretismo religioso e muitas manifestações folclóricas repletas de história e cores adornadas com miçangas e lantejoulas. Em Cairu a celebração acontece sempre no primeiro domingo de janeiro, em virtude das celebrações da Festa dos Santos Reis.