Mulheres negras baianas brilham no Cruzeiro do São Francisco


Cantora Sátyra Carvalho/Divulgação

Três talentosas cantoras e compositoras negras baianas brilham no Largo do Cruzeiro do São Francisco esta semana. Aline Souza chega na quinta-feira, dia 5 de maio, com seu samba de raiz e canções autorais; na sexta, dia 6 de maio é a vez de Claudya Costta que também mostra seu trabalho autoral e grandes sucessos da música negra brasileira; e no sábado quem sobe ao palco é a cantora e instrumentista Sátyra Carvalho, interpretando hits do Afro-pop e da MPB.

O Largo do Cruzeiro do São Francisco é palco, de segunda a sábado, das 18h às 21h, de shows com talentosos grupos e artistas que atuam na Bahia e que fazem a vida cultural do Centro Histórico mais movimentada. Os shows são patrocinados pelos restaurantes Boteco do Pelô, Cuco Bistrô, Maná Grill e Odoyá, todos localizados no Largo do Cruzeiro do São Francisco. Confira a programação dia a dia :

Terça-feira, dia 03 de maio –  SAMBA, AXÉ, POP E ROCK – Dinho Reis é cantor, compositor e multi-instrumentista e apresenta em seu show um repertório variado com clássicos da música baiana, brasileira e internacional. Canta, por exemplo,  sucessos de Gilberto Gil, Jorge Benjor, Olodum, Ivete Sangalo, Bob Marley, Lionel Richie e, Freddy Mercury. Sua apresentação é caracterizada pela alegria, descontração e a interação com o público.

Seu repertório eclético passeia por grandes clássicos da música baiana como  Faraó, Protesto Olodum, Baianidade Nagô, É d’ Oxum, sem deixar de apresentar releituras do pop rock nacional do  Legião Urbana, Capital Inicial, Roupa Nova, Lulu Santos e pelo samba de Zeca Pagodinho, Alcione, Fundo de Quintal e Exaltasamba.

Quarta-feira, dia 04 de maio – CHORINHO – O Gente do Choro é o grupo mais tradicional do choro da Bahia, formado por Carlinhos do Bandolim, Dudu Reis (cavaquinhos), Natan Drubi (violão sete cordas) e Pedro Calil (pandeiro). No repertório, choros tradicionais brasileiros, bem como composições autorais inspiradas neste gênero totalmente nacional. O grupo Gente do Choro tem mais de 20 anos de trabalho musical. É, certamente, o grupo atuante mais antigo de Salvador, talvez até da Bahia.

À frente do grupo, Carlinhos do Bandolim que, ao lado do saudoso Pedrinho do Pandeiro, formou o Gente do Choro. A princípio, era apenas uma “brincadeira musical”. Vários músicos se reuniam num ponto do bairro da Liberdade e tocavam, deixando a animação e o prazer tomar conta dos presentes, na tradicional roda de choro. Hoje, o Gente do Choro possui CD gravado e está fortemente inserido no cenário musical baiano, por elevar astral e contagiar a todos com o seu ‘tempero musical’ único.

Quinta-feira, dia 05 de maio – SAMBA DE RAIZ – Aline Souza é cantora e compositora nascida em Salvador. Começou a cantar na sua igreja aos três anos de idade. Dos sete aos 14 anos participou de festivais de música como os realizados pelo SESI e pelos Correios, sempre ganhando competições. Em 2016,  participou do Iluminados, quadro do Domingão do Faustão, onde foi a primeira finalista. Gravou um EP “Meu Samba” com cinco músicas autorais.

Viajou para o Qatar- Doha onde cantou por um ano no restaurante brasileiro “Ipanema”. Voltando de lá em 2018, continuou cantando em bares, restaurantes e eventos em Salvador. Em 2020  participou do  “The Voice Brasil”, da Rede Globo, onde cantou “A Loba” e fez Iza, Lulu e Brown virarem pra ela. Aline saiu na quarta fase do programa, próximo das finais. Aline Souza tem um trabalho autoral que está disponível em todas as plataformas digitais, e também  tem clipes no seu canal do YouTube alinesouzacantora.

Sexta-feira, dia 06 de maio – SAMBA, AXÉ E SERTANEJO – Claudya Costta encanta por onde passa, interpretando canções autorais e grandes sucessos da música negra brasileira.  Ela é a voz feminina do Cortejo Afro, já recebeu prêmio de melhor intérprete no Festival de música Negra  no Ilê Aye, fez participação no Olodum, Muzenza, além de puxar o trio principal da Mudança do Garcia, nas segundas de carnaval.

No carnaval 2020, fez homenagem, em vida, ao grande  mestre do Samba, Riachão, onde cantaram juntos a canção, Cada Macaco no seu Galho. Já dividiu palco com grandes nomes da MPB como  Margareth Menezes, Daniela Mercury, Mariene  de Castro, Martinália, Preta Gil, Luiza Possi e abriu Show para Carlinhos Brown e Sandra de Sá, no Ilê Ayê.

Sábado, dia 07 de maio – AFRO-POP e MPB – Sátyra Carvalho, cantora e instrumentista, fez parte da Banda Vixe Mainha, um projeto de som percussivo e do Afro-Pop / MPB, na qual fez shows por diversos estados brasileiros. Como integrante desse grupo, participou do Festival Nacional de Música na cidade de Canela(RS), apresentou-se em programa nacional de TV na Rede Globo e no carnaval de Salvador.

Em 2011, foi convidada para fazer parte da Ala de canto do Bloco Afro Olodum, onde permaneceu por 5 anos fazendo shows pelo Brasil, programas nacionais de TV, carnaval de Salvador e turnês internacionais. Após sua saída do Olodum, deu início a carreira solo, cantando e tocando em Estados brasileiros e em outros países, como carnaval de Estocolmo (Suécia) e turnê pela Argentina durante três meses.

E na próxima segunda-feira…

Segunda-feira, 09 de maio – FORRÓ – Gel Barbosa, um dos melhores sanfoneiros da atualidade, faz temporada de shows no Largo do Cruzeiro do São Francisco, às segundas-feiras, a partir das 18h. Gel Barbosa, que é produtor musical, compositor, cantor, arranjador e sanfoneiro, já acompanhou e gravou com artistas como Zé Calixto, Pinto do Acordeon, Antônio Barros, Cecéu, Elba Ramalho, Xangai, Targino Gondim, Carlos Pitta, Elba Ramalho, Almério, Mariana Aydar e Renato Borghetti.

Natural de Serra da Raiz, na Paraíba, Gel Barbosa nasceu numa família de músicos e teve como maior influenciador seu pai Geraldinho, tocador de oito baixos. Em 2013 se mudou definitivamente para Salvador e desde então trilha sua carreira atuando em diversos espaços culturais e também em cidades do interior da Bahia. Considerado um dos melhores sanfoneiros nordestinos da atualidade, fez participação no primeiro CD solo do cantor sueco Thomas Eby, participou do CD Obatalá, onde participaram artistas como Gilberto Gil, Zeca Pagodinho, Alcione, Marisa Monte e Jorge Ben. Hoje Gel Barbosa divide seu tempo também entre gravações e produção musical de diversos gêneros musicais como forró, choro e frevo.

 

Serviço:

Terça-feira – dia 03.05, a partir das 18h – Dinho Reis  

Quarta-feira –  dia 04.05, a partir das 18h – Gente do Choro

Quinta-feira-feira – dia 05.05, a partir das 18h – Aline Souza

Sexta-feira – dia 06.05, a partir das 18h – Sátyra Carvalho

Sábado – dia 07.05, a partir das 18h – Dinho Reis

Segunda-feira – dia 09.05, a partir das 18h – Gel Barbosa


I Feira de Artesanato de Utinga ressalta pluralidade artística e agricultura familiar


Fotos/ Divulgação

No dia 7 de maio acontece a primeira edição da Feira de Artesanato de Utinga, cidade localizada na região da Chapada Diamantina, rica por sua diversidade cultural e produção artesanal. Das 7h às 23h, o público poderá conferir na Praça Antônio Muniz uma diversidade de obras que vão desde cestarias, trançados, esculturas, pinturas, objetos em cerâmica, madeira, crochê e fuxico, até comidas e bebidas produzidas artesanalmente, como doces, sequilhos e a famosa cachaça Cabeceira do Rio.

A feira é idealizada e coordenada pela artesã e agitadora cultural, Urânia Viana, e organizada em conjunto com a comunidade de artesãos locais, com apoio de associações, sindicatos, poderes públicos e privados. As obras que serão apresentadas nas feiras e a programação podem ser acompanhadas através do instagram @arteemtracos.

Reunindo obras de mais de 50 artistas da cidade, a feira vem destacar a produção artesanal feita com matérias-primas vindas da agricultura familiar local, como a fibra da bananeira – que tem produção expressiva em Utinga e da qual também dá origem aos doces de banana -, a palha do licuri, o cipó e sementes diversas, além de ressaltar a pluralidade cultural e artística proveniente dos povos originários que compõem a cidade, entre eles os indígenas Payayás, que expressam suas tradições ancestrais através do artesanato e da produção artesanal de bebidas como a cachaça,  as cervejas de jambu, licuri e cambuí.

A cidade, que por 25 anos contou com a Semana de Arte e Cultura em sua programação de eventos anuais, já esteve em evidência como espaço de efervescência cultural na região da Chapada. De acordo com Urânia Viana, a feira surge como um movimento de resgate e estímulo aos artistas da terra, assim como uma iniciativa que visa fomentar o mercado cultural e turístico do município.

“Além das exposições, teremos apresentações de música e dança com artistas utinguenses. Queremos mostrar a grandeza e riqueza cultural que existe dentro de uma cidade de 19 mil habitantes, além de incentivar a geração de renda para os artesãos locais”, afirma a coordenadora da feira.

Urânia também ressalta o valor histórico da cidade no evento. “A praça será ornamentada com uma casinha, venda e igreja, feitos de taipa e palha, em referência às primeiras casas que povoaram a cidade de Utinga, que recebeu o primeiro nome de Palha. A região era pouso dos tropeiros que viajavam pela rota da estrada real, que passa pelo Riachão de Utinga.”
I Feira de Artesanato de Utinga

7 de maio, das 7h às 23h

Praça Antônio Muniz

Mais informações: (75) 98808-7807

Acompanhe em: @arteemtracos


Mirante Farol da Barra: espaço para eventos corporativos e sociais


Fotos: Estudio 071 /Divulgação

No alto do Forte Santo Antônio da Barra, o Mirante Farol da Barra, a mais nova atração da cidade, já conquista o público à primeira vista. Com toda beleza natural e efervescência cultural que o rodeia, o gastrôbar, localizado em um dos mais belos patrimônios arquitetônicos de Salvador, passa a oferecer um espaço ideal para realização de eventos corporativos, privados, sociais e celebrações.Tudo isso com o aval do Abrigo do Marinheiro, que juntamente com a gestão do Mirante Farol da Barra, criou novos protocolos, normas e regras em que é possível realizar eventos, nesse, que é o segundo local mais visitado do país, cercado pelas águas da Baía de Todos os Santos. Sem dúvidas, uma experiência única, inédita e inesquecível, com direito a todo serviço renomado que o espaço oferece. O Mirante do Farol conta com uma equipe qualificada e treinada para atender as necessidades do dia a dia e dos eventos realizados. Fechar eventos através do contato (71) 98553.0000

Com capacidade para atender até 200 pessoas, o ambiente proporciona uma experiência gastronômica e cultural arrebatadora. Em busca de novos sentidos sabores e experiências, o Chef Léo Grimaldi montou um cardápio autoral para o Mirante Farol da Barra, no qual predomina a culinária criativa e contemporânea. “O menu foi feito sob medida, servidos como tapas, para que os clientes possam experimentar o máximo de pratos possíveis durante a visita ao local”, explica o chef. As mais variadas opções de drinks autorais assinados pelo mixologista Júnior Queiroz, além dos clássicos também irão, certamente, encantar a todos.

ENCERRAMENTO DO NORDESTE EXPORT 2022

O Fórum Nacional de Logística e Infraestrutura Portuária (Brasil Export) promoveu, no Mirante Farol da Barra, a noite de encerramento do Nordeste Export 2022 – realizado entre os dias 25 e 26 de abril, em Salvador. O sucesso do evento, que reuniu as principais lideranças e especialistas do setor de logística e infraestrutura portuária, abriu espaço para a realização de eventos corporativos e sociais no local.

MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O MIRANTE FAROL DA BARRA

O empreendimento, comandado pelos empresários Alfredo Farani, Eduardo Castro, Nenel Rebouças e Wal Oliveira, é um ponto de encontro para baianos e turistas, num ambiente descontraído de café e bar bistrô com experiência gastronômica – que apresenta pratos autorais da culinária contemporânea e criativa, assinados pelo Chef Léo Grimaldi, e carta de drinks assinada pelo mixologista Júnior Queiroz. E, para ficar ainda melhor, aos sábados e domingos serão realizados os Momentos Acústicos, onde o público pode curtir apresentações musicais com conforto e segurança.

Além de ser um local clássico para assistir ao pôr do sol em Salvador, o Farol da Barra é um dos principais pontos turísticos da cidade e possui uma área extensa e uma localização estratégica com vista privilegiada para a Baía de Todos os Santos. Vale também visitar o Museu Náutico da Bahia, que conta com um acervo histórico formado por objetos de diversas épocas. De lá de cima, é possível ver toda a extensão da praia da Barra. Do Cristo ao Porto. É um passeio imperdível!

Mirante Farol da Barra

Local: Forte Santo Antônio da Barra

Endereço: Largo do Farol da Barra, S/N

Funcionamento:

Café: de Segunda à segunda, das 9 às 17h30

GastroBar: de quinta a domingo, das 16 às 21h

Momentos Acústicos: Sábados e domingos

INSTAGRAM: @mirantefaroldabarra

Fechar eventos através do contato (71) 98553.0000


Veja programação musical do Cruzeiro do São Francisco


Gente do Choro/ Divulgação

O Largo do Cruzeiro do São Francisco é palco de shows com talentosos grupos e artistas que atuam na Bahia e que, de segunda a sábado, das 18h às 21h, fazem a vida cultural do Centro Histórico mais movimentada. Esta semana tem shows de forró, axé, samba-reggae, MPB, chorinho, samba e sertanejo. Se apresentam Gel Barbosa, Diggo de Deus, grupo Gente do Choro, Aline Souza, Satyra Carvalho e Dinho Reis. Os shows são patrocinados pelos restaurantes Boteco do Pelô, Cuco Bistrô, Maná Grill e Odoyá, todos localizados no Largo do Cruzeiro do São Francisco. Confira a programação dia a dia :

Segunda-feira, dia 25 de abril – FORRÓ – Gel Barbosa, um dos melhores sanfoneiros da atualidade, faz temporada de shows no Largo do Cruzeiro do São Francisco, às segundas-feiras, a partir das 18h. Gel Barbosa, que é produtor musical, compositor, cantor, arranjador e sanfoneiro, já acompanhou e gravou com artistas como Zé Calixto, Pinto do Acordeon, Antônio Barros, Cecéu, Elba Ramalho, Xangai, Targino Gondim, Carlos Pitta, Elba Ramalho, Almério, Mariana Aydar e Renato Borghetti.

Natural de Serra da Raiz, na Paraíba, Gel Barbosa nasceu numa família de músicos e teve como maior influenciador seu pai Geraldinho, tocador de oito baixos. Em 2013 se mudou definitivamente para Salvador e desde então trilha sua carreira atuando em diversos espaços culturais e também em cidades do interior da Bahia. Considerado um dos melhores sanfoneiros nordestinos da atualidade, fez participação no primeiro CD solo do cantor sueco Thomas Eby, participou do CD Obatalá, onde participaram artistas como Gilberto Gil, Zeca Pagodinho, Alcione, Marisa Monte e Jorge Ben. Hoje Gel Barbosa divide seu tempo também entre gravações e produção musical de diversos gêneros musicais como forró, choro e frevo.

Diggo de Deus/ Divulgação

Terça-feira, dia 26 de abril – AFRO-POP e MPB – Diggo de Deus – Diggo de Deus, ator, cantor e compositor, começou a cantar profissionalmente na banda mirim do Olodum no ano de 2005 e no ano seguinte passou a integrar a ala de canto do Bloco Olodum onde esteve até o ano de 2013. Nesse período fez diversas coisas paralelas, como shows em diversas cidades da Suécia, incluindo o Brazilian Day de Estocolmo, em 2015, e em Copenhagen em 2016.

Chegou à semifinal do programa Ídolos, na TV Record em 2008. Gravou como backing vocal o DVD “Santo de Casa”, da cantora Mariene de Castro e fez parte da banda Vixe Mainha no ano de 2011. Atualmente vem desenvolvendo seu trabalho autoral paralelamente a shows em barzinhos e eventos privados. Hoje no seu show Diggo mostra um pouco de todas essas experiências vividas na sua carreia, tentando ao mesmo tempo mostrar sua história e ser atual.

Quarta-feira, dia 27 de abril – CHORINHO – O Gente do Choro é o grupo mais tradicional do choro da Bahia, formado por Carlinhos do Bandolim, Dudu Reis (cavaquinhos), Natan Drubi (violão sete cordas) e Pedro Calil (pandeiro). No repertório, choros tradicionais brasileiros, bem como composições autorais inspiradas neste gênero totalmente nacional. O grupo Gente do Choro tem mais de 20 anos de trabalho musical.

É, certamente, o grupo atuante mais antigo de Salvador, talvez até da Bahia. À frente do grupo, Carlinhos do Bandolim que, ao lado do saudoso Pedrinho do Pandeiro, formou o Gente do Choro. A princípio, era apenas uma “brincadeira musical”. Vários músicos se reuniam num ponto do bairro da Liberdade e tocavam, deixando a animação e o prazer tomar conta dos presentes, na tradicional roda de choro. Hoje, o Gente do Choro possui CD gravado e está fortemente inserido no cenário musical baiano, por elevar astral e contagiar a todos com o seu ‘tempero musical’ único.

Quinta-feira, dia 28 de abril – SAMBA DE RAIZ – Aline Souza é cantora e compositora nascida em Salvador. Começou a cantar na sua igreja aos três anos de idade. Dos sete aos 14 anos participou de festivais de música como os realizados pelo SESI e pelos Correios, sempre ganhando competições. Em 2016, participou do Iluminados, quadro do Domingão do Faustão, onde foi a primeira finalista. Gravou um EP “Meu Samba” com cinco músicas autorais.

Viajou para o Qatar- Doha onde cantou por um ano no restaurante brasileiro “Ipanema”. Voltando de lá em 2018, continuou cantando em bares, restaurantes e eventos em Salvador. Em 2020 participou do “The Voice Brasil”, da Rede Globo, onde cantou “A Loba” e fez Iza, Lulu e Brown virarem pra ela. Aline saiu na quarta fase do programa, próximo das finais. Aline Souza tem um trabalho autoral que está disponível em todas as plataformas digitais, e também tem clipes no seu canal do YouTube alinesouzacantora.

Sexta-feira, dia 29 de abril – AFRO-POP e MPB – Sátyra Carvalho, cantora e instrumentista, fez parte da Banda Vixe Mainha, um projeto de som percussivo e do Afro-Pop / MPB, na qual fez shows por diversos estados brasileiros. Como integrante desse grupo, participou do Festival Nacional de Música na cidade de Canela(RS), apresentou-se em programa nacional de TV na Rede Globo e no carnaval de Salvador.

Em 2011, foi convidada para fazer parte da Ala de canto do Bloco Afro Olodum, onde permaneceu por 5 anos fazendo shows pelo Brasil, programas nacionais de TV, carnaval de Salvador e turnês internacionais. Após sua saída do Olodum, deu início a carreira solo, cantando e tocando em Estados brasileiros e em outros países, como carnaval de Estocolmo (Suécia) e turnê pela Argentina durante três meses.

Dinho Reis/Divulgação

Sábado, dia 30 de abril – SAMBA, AXÉ, POP E ROCK – Dinho Reis é cantor, compositor e multi-instrumentista e apresenta em seu show um repertório variado com clássicos da música baiana, brasileira e internacional. Canta, por exemplo, sucessos de Gilberto Gil, Jorge Benjor, Olodum, Ivete Sangalo, Bob Marley, Lionel Richie e, Freddy Mercury. Sua apresentação é caracterizada pela alegria, descontração e a interação com o público.

Seu repertório eclético passeia por grandes clássicos da música baiana como Faraó, Protesto Olodum, Baianidade Nagô, É d’ Oxum, sem deixar de apresentar releituras do pop rock nacional do Legião Urbana, Capital Inicial, Roupa Nova, Lulu Santos e pelo samba de Zeca Pagodinho, Alcione, Fundo de Quintal e Exaltasamba.

Serviço

Segunda-feira – dia 25.04, a partir das 18h – Gel Barbosa

Terça-feira – dia 26.04, a partir das 18h – Diggo de Deus

Quarta-feira – dia 27.04, a partir das 18h – Gente do Choro

Quinta-feira-feira – dia 28.04, a partir das 18h – Aline Souza

Sexta-feira – dia 29.04, a partir das 18h – Sátyra Carvalho

Sábado – dia 30.04, a partir das 18h – Dinho Reis


Oriente Fast, no Rio Vermelho, retoma Happy Hour


Foto;Divulgação

Oriente Fast, em sua unidade à la carte, no Rio Vermelho, retomou sua programação de Happy Hour neste mês de abril. O restaurante oriental, que completa 10 anos em 2022, oferece drinks e chopp com 50% de desconto e o cardápio completo com 20%, de segunda a sexta, das 17h às 19h, com exceção dos feriados.

Neste mês de abril, o espaço também retomou a programação musical variada, sempre aos fins de semana, a partir das 19h. Acompanhe a programação no @orientefast.