Voos da Air Europa voltam à Bahia

A empresa Air Europa volta a voar na Bahia no dia 3 de novembro. A informação foi passada pelo executivo da empresa, Gonzalo Romero, durante …




Romaria Virtual: Festa de Bom Jesus da Lapa


Foto Mateus Pereira/Setur

A grande Festa do Bom Jesus da Lapa, a principal da região, que reúne milhares de romeiros todos os anos, este ano por conta da pandemia, será virtual e acontece de 28 de julho a 6 de agosto. O Santuário de Bom Jesus da Lapa, em parceria com a Prefeitura Municipal, elaborou o projeto Romaria Virtual, que já teve edições desde maio como a VI Romaria do Terço dos Homens.

A proposta foi elaborada para possibilitar os turistas de acompanhar as principais celebrações religiosas da cidade, que atraem visitantes de todo o Brasil, sejam transmitidas nos canais do Santuário nas redes sociais – YouTube (www.youtube.com/user/santuariolapa), Facebook (facebook.com/santuariolapa) e Instagram (@santuariolapa).

De acordo com o padre William Betonio, diretor da Web TV Bom Jesus “quando percebemos que a pandemia iria prejudicar principalmente a mobilidade, sentimos a necessidade de preparar um projeto para atender os romeiros que não podem vir aqui”, . Segundo ele, a ideia é mostrar que, mesmo com a ausência física, é possível participar virtualmente, se adaptando à atual realidade.

Divulgação

Romeiros poderão também interagir por meio de vídeos e nas redes sociais, estabelecendo um contato mais direto. A instituição conta com quase 500 mil pessoas seguindo os conteúdos produzidos. A Romaria Virtual transmitirá toda a programação de cada romaria da cidade – missas, procissões, carreatas, etc -, porém, sem a participação do grande público, em virtude dos cuidados com a pandemia, segundo informações da Secretaria Municipal de Cultura, Turismo e Empreendedorismo.

O projeto Romaria Virtual deverá fazer a transmissão de todas as romarias, independente do fim da pandemia. “Será um suporte da romaria presencial, já que temos uma Web TV para conectar o Santuário com os romeiros”, disse o padre Betonio. Para o secretário do Turismo da Bahia, Fausto Franco, o projeto é uma forma de manter viva a tradição das romarias de Bom Jesus da Lapa, ainda que sem as grandes aglomerações que elas atraem.

“Os romeiros poderão ver dentro de suas casas toda a movimentação e principais celebrações de cada festa, até que a pandemia passe e eles possam realizar de novo suas viagens para esta cidade de forte tradição no turismo religioso”, afirmou. Entre os principais pontos turísticos da região estão o Santuário do Bom Jesus com suas grutas e o morro onde está o Cruzeiro do Bom Jesus. O Rio São Francisco, que margeia o município, é um atrativo à parte.

FESTA DO BOM JESUS DA LAPA 2020

Confira a programação da Romaria Virtual do Senhor Bom Jesus da Lapa (28/07 a 06/08). Para ser um romeiro virtual você pode acompanhar o nosso canal de comunicação, a Web TV Bom Jesus que está nas seguintes plataformas: youtube.com/santuariolapa, facebook.com/santuariolapa e acompanhe os melhores momementos no Instagram Oficial do Santuário, @santuariolapa. É possível acompanhar também pela TV Aparecida e TV Pai Eterno.

PROGRAMAÇÃO VIRTUAL DO NOVENÁRIO E FESTA 

28 DE JULHO A 05 DE AGOSTO – NOVENÁRIO
15h – TERÇO DA MISERICÓRDIA E BÊNÇÃOS
17h – SANTA MISSA
19h – NOVENA SOLENE (03, 04 E 05/08) – TV APARECIDA
20h30 – BOA NOITE BOM JESUS
06 DE AGOSTO – DIA FESTIVO
07h – SANTA MISSA SOLENE – TV PAI ETERNO
15h – TERÇO DA MISERICÓRDIA E BÊNÇÃOS
18h – ENCERRAMENTO – TV APARECIDA
19h30 – LIVE COM PE. ALESSANDRO CAMPOS

 

Obs: A bênção do Bom Jesus pela cidade no dia 06/08, às 16h, não será transmitida.


Carnaval poderá ser adiado


Divulgação

O Carnaval poderá ser adiado em Salvador para o final do mês de maio ou começo do mês de junho, caso não tenha uma vacina até novembro deste ano, de acordo com o prefeito da cidade, ACM Neto. Ele também adiantou que não haverá Festival da Primavera, em setembro, e nem o Festival Virada, no final de ano que acontece em cinco dias com várias atrações.

Para o prefeito sem uma vacina e uma clareza em relação à imunidade coletiva até o mês de novembro, a prefeitura não terá elementos de segurança para manter o carnaval. Segundo ele, sem um plano de imunização coletiva contra a Covid-19, até o mês de novembro, o carnaval poderá ser adiado na capital baiana.

Ele explicou que “caso cheguemos ao mês de novembro sem segurança plena para realizar o carnaval em fevereiro, eu acredito que ninguém vai autorizar que a festa aconteça, eu não autorizaria”. Como o Carnaval é uma grande festa nacional, o prefeito de Salvador também pensou na possibilidade de adiamento dos festejos, em um novo calendário único em todas as capitais onde a festa é uma tradição.

Diante disto, ACM Neto entende que para a realização da festa momesca é necessário que os governos consigam promover a festa estabelecendo a segurança da população. Sobre isto, ele falou na possibilidade de dialogar com prefeitos de outras capitais, para que se estabeleça um calendário comum para a realização do carnaval. “Eu vou defender que os prefeitos possam organizar um calendário comum. Procurarei o prefeito do Rio de Janeiro, de São Paulo e de outras cidades também, para ver se é possível a gente construir um agendamento do carnaval”, explicou.

Prefeito ACM Neto. Divulgação

O prefeito enfatizou que “carnaval só deverá ocorrer se puder acontecer em ambiente de total e completa segurança. Repito que, caso cheguemos em novembro, sem uma definição de segurança coletiva com relação ao coronavírus, penso eu, que seria uma boa alternativa nós discutirmos o adiamento do carnaval para o final do mês de maio ou começo do mês de junho, sem que ele conflite com o calendário junino”.

Como os festejos juninos do Nordeste são fortes, ACM Neto não acha justo planejar o carnaval de forma a prejudicar o São João, que já não ocorreu neste ano por conta da pandemia do coronavírus. Para ele não se trata de defender o adiamento do carnaval, mas sim que a festa seja realizada com segurança à saúde das pessoas, para evitar ondas de contágio do coronavírus.

“Que fique claro, hora nenhuma eu disse que defendo o adiamento do carnaval, o que eu disse e repito é que não podemos realizar sem ter segurança pela saúde das pessoas. Não adianta alimentarmos especulação agora, porque essa decisão será tomada em novembro. Agora temos que ser objetivos: se não chegar um plano de imunização coletiva até lá, que é o mais provável que aconteça, não poderemos realizar carnaval. Quem sabe aconteça alguma coisa que surpreenda esse cenário? Vamos avaliar, com responsabilidade, já que o carnaval é um feriado importantíssimo para a Bahia, sobretudo do ponto de vista econômico”, finalizou o prefeito de Salvador.

 


Campanha turística “Uma saudade chamada Salvador”


Fotos divulgação

Lançada a campanha “Uma saudade chamada Salvador”, pela Prefeitura de Salvador, através da Secretaria de Cultura e Turismo (Secult). Trata-se de uma reunião de boas lembranças da capital baiana, promovendo uma mensagem de esperança de um encontro em breve.

A proposta da Secult é manter a capital baiana no imaginário dos soteropolitanos e turistas, através de conteúdos publicados nas redes sociais da @ secultsalvador e nos canais de promoção turística da cidade, @ visitsalvadordabahia e salvadordabahia. com.

A ação integram o planejamento estratégico elaborado pela Secult com campanhas para curto, médio e longo prazos para retomada do turismo para soteropolitanos e visitantes.

“A campanha pretende transmitir a esperança de que poderemos visitar nossos parentes e amigos em breve, além de desfrutar das belezas naturais e atividades culturais que só Salvador apresenta. É manter a saudade por Salvador”, ressaltou o titular da Secult, Pablo Barrozo. Ele acrescentou ainda que a pasta já vem planejando campanhas de promoção do destino Salvador para quando as atividades forem retomadas.

Essa campanha conta com um filme protagonizado pela cantora baiana Larissa Luz e conteúdos digitais. Playlists no Spotify, peças para WhatsApp, um filtro exclusivo no Instagram e matérias especiais no site salvadordabahia. com fazem conexão com a campanha e dão dicas das experiências que as pessoas podem planejar para viver na cidade em breve.


Exposição virtual sobre as igrejas de Salvador


Sacristia da Catedral Basílica

“Olhares sobre as Igrejas” é tema de exposição virtual promovida pelo Instituto Geográfico e Histórico da Bahia, que acontece de 18 a 28 de junho nas redes sociais da entidade cultural. As fotos são de autoria do Engenheiro e Fotógrafo José Spínola e vem acompanhadas de textos descritivos da professora e historiadora Maria Helena Flexor, que detalham origem, características e curiosidades dos templos religiosos.

O fotógrafo explica que as cerca de 30 fotos das igrejas foram capturadas no estilo panorâmico, vertical, com o objetivo de mostrar toda a igreja como se o espectador estivesse no seu interior. “As igrejas de Salvador representam o esplendor do estilo barroco no Brasil. O barroco se caracteriza pela amplificação das dimensões e o excesso de ornamentação. Nasceu para enaltecer Deus e emocionar as pessoas pela forma grandiosa. Alguém já disse: “quanto mais belo, mais se conquista pela fé””, destaca.

Igreja e Convento de Nossa Senhora do Monte Serrat

As fotografias integram o livro “Te vejo em todos os olhares, te encontro em todos os lugares”, à disposição para venda na Amazon. Foram capturadas entre 2008 e 2010, começando com a Catedral Basílica e finalizando com São Pedro dos Clérigos e São Domingos.

“A demora para fotografar as igrejas, com mais de 400 anos de Salvador, deveu-se ao fato de que muitas delas são cuidadas por famílias e só abrem aos domingos para a missa. Essa característica promove que a população, inclusive religiosos, desconheçam as suas igrejas”, esclarece Spínola.

Igreja do Desterro

O público visitante terá a oportunidade de conhecer detalhes de igrejas como a do Mosteiro da Graça, Basílica de Nossa Senhora da Conceição da Praia, Igreja de Nossa Senhora da Ajuda, Igreja da Santa Casa de Misericórdia, Mosteiro de São Bento, Igreja de Nossa Senhora de Escada, Igreja e Convento de Nossa Senhora do Monte Serrat, Igreja do Convento de Nossa Senhora do Carmo, Igreja do Convento de São Francisco, além de conhecer a história de cada uma delas, a exemplo da sacristia da Catedral Basílica Primaz de Salvador.

“Embora se date a sacristia dos finais do século XVII, na realidade, como aconteceu com todas as demais igrejas, essa dependência foi imposta pelo Concílio de Trento e só foi aplicada na Bahia a partir da vinda do 5º Arcebispo, D. Sebastião Monteiro da Vide, que promoveu, depois de visitar todas as igrejas construídas na Bahia, a publicação e o sínodo de aprovação das Constituições Primeiras do Arcebispado da Bahia. Foi a partir daí que a sacristia da atual Catedral Basílica a recebeu, nos fundos do edifício da Igreja”, conforme descreve a historiadora Maria Helena Flexor.

 


Pousadas ganham assessoria comercial gratuita da ABIH-BA


Morro de São Paulo

A comissão da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis da Bahia – ABIH-BA selecionou os dois empreendimentos hoteleiros que serão contemplados com a assessoria comercial gratuita. Foram escolhidas as Pousadas Lar Doce Vita, de Ilhéus, e a Pousada Michele, de Morro de São Paulo. Esta é mais uma ação da entidade em benefício do setor, que teve início no dia 22 de maio, com o foco de ajudar estabelecimentos de pequeno porte, principalmente no atual momento de crise.

“A ABIH-BA tem trabalhado o turismo nas diversas Costas turísticas da Bahia, por isso optamos, dentro dos critérios, pela Pousada Lar Doce Vita, que fica na Costa do Cacau, e pela Pousada Michele, da Costa do Dendê. O objetivo é ajudá-las a entender melhor os desafios e oportunidades na área comercial e de distribuição. Pretendemos fazê-las crescer e, com isso, fortalecer os destinos como um todo”, explica o presidente da entidade, Luciano Lopes.

De acordo com a especialista em Gestão de Negócios, Daniela Agres, responsável em realizar a assessoria comercial, durante a seleção foram identificadas falhas básicas, a exemplo de dificuldade de comunicação por telefone, fator primordial que leva o cliente a procurar a concorrência, dentre outras práticas que precisam ser melhoradas. “Temos uma riqueza de coisas para se trabalhar. Os empreendimentos da Bahia são minas de ouro que podem se transformar em verdadeiras jóias”, afirma.

As pessoas buscam experiências e emoções, fatores que devem estar aliados com a apresentação dos destinos. Nesse sentido, a ABIH-BA tem o papel fundamental, pois é o principal órgão consultivo e também simbólico diante do poder público, para justamente defender os interesses do destino Brasil, mas mais particularmente da Bahia.

“Esse trabalho é uma semente de tantas outras ações que estamos desenvolvendo e que daremos seguimento com o intuito que os empreendimentos cresçam e apareçam. E que o destino Bahia que é tão desejado pelas pessoas se fortaleça cada vez mais”, conclui o presidente da associação, Luciano Lopes.

Ilhéus

Outras ações – Banco de Currículos

Com as demissões de profissionais do setor hoteleiro, a ABIH-BA tomou a iniciativa de criar um banco de currículos no portal da entidade. O objetivo é que essas pessoas se cadastrem e, em breve, os hotéis possam consultar quando precisarem fazer novas contratações.

Para realizar o cadastro é só acessar o link https://abihbahia.org.br/beneficios/banco-de-curriculos e preencher o formulário.

Segundo o presidente da associação, a hotelaria na Bahia interrompeu praticamente todas as atividades e está vivendo um verdadeiro colapso. “Infelizmente essa realidade está impactando milhares de famílias. Preocupada com essa situação, a ABIH-BA resolveu catalogar esses funcionários que estão sendo desligados, como forma de priorizá-los quando tudo começar a voltar ao normal”.

Crise na hotelaria

A ABIH-BA reforça que tem buscado intensamente o apoio dos Governos Federal, Estadual e Municipais, de bancos de desenvolvimento e privados, e de apoio institucional das mais diversas esferas para garantir a sobrevivência econômica do segmento. Uma das conquistas foi o convênio com o Banco do Nordeste com objetivo de ampliar as oportunidades de obtenção de crédito para os associados.

“Precisamos evitar uma degradação ainda maior do setor. Nossa entidade lutará constantemente para a manutenção dos empregos e sustentabilidade dos negócios, e continuará atuando no constante suporte às empresas associadas e a união da classe hoteleira”.