5 pontos turísticos para se aproveitar em um dia em Salvador


Chegou em Salvador para uma visita rápida na cidade? Pensa em tantos lugares para ir, mas por conta de compromisso com o congresso, seminário, negócios ou resoluções de pendências particulares que devem ser cumpridas talvez não dê tempo suficiente para curtir muita coisa boa desta cidade abençoada por todos os santos e orixás! Mas tire um dia, apenas um dia e sinta a energia desta cidade! (Noemi Flores)

Neste dia escolhido, é possível se fazer um pouquinho de tudo que se tem direito, ao visitar uma cidade, em apenas cinco lugares que podem ser fundamentais para viver momentos inesquecíveis nesta terra tropical e acolhedora. Basta  seguir um roteiro especial preparado pelo OqueFazernaBahia e se sentir à vontade na sua estada.

1- Em primeiro lugar vá a praia logo cedinho, para o dia render mais. O Porto da Barra é o lugar ideal por ser uma praia mais central que auxiliará no roteiro traçado a ser seguido. Lá o mar é quase uma piscina, não tem ondas muito altas e dá para começar o dia com um banho de sol e mar regados a um coco bem gelado. De lanche pode ser um acarajé, abará ou peixe frito; queijo assado na brasa e há sempre alguém vendendo sanduiche natural!

Mercado Modelo e Elevador Lacerda em foto de Jota Freitas Bahiatursa

2- A manhã já avançou, então chegou o momento de pensar em onde almoçar. O segundo lugar será o Mercado Modelo que fica localizado no bairro do Comércio, Cidade Baixa, a 5,2 km de distância, desta praia. Aí se dirija até um ponto de ônibus, onde passam os executivos (frescão) e pegue um que vai para Comércio, ou se preferir um táxi ou uber. Lá vai encontrar restaurantes típicos com bela vista para a Baía de Todos-os-Santos, além de várias lojas com souvenires para levar de lembrança.

3- Saindo do mercado, a sua locomoção vai mudar radicalmente: atravesse a rua e em terceiro lugar se dirija a um dos cartões postais mais importantes da cidade, o primeiro elevador urbano do mundo, fundado em 8 de dezembro de 1873, o Elevador Lacerda, e em 30 segundos estará na parte alta da cidade!

4- Agora chegou no Centro Histórico de Salvador, onde poderá fazer um passeio agradável no Pelourinho ou Pelô (como os baianos carinhosamente chamam), sempre há grupos de capoeira na Praça do Terreiro e alguns restaurante e barzinhos com música ao vivo, além de lojas de souvenires espalhadas no local.

No Pelô, ainda dá tempo de passar no Restaurante e Espaço Cultural Cantina da Lua, contando com a simpatia do dono Clarindo Silva e música ao vivo; se  tiver sorte pode ouvir o som do batuque de blocos que ensaiam lá como o Olodum e a Banda Didá (só de mulheres). E visitar o Museu da Cidade, ao lado a Fundação Casa de Jorge Amado e tomar um cafezinho no Café Zélia Gattai, todos localizados no Largo do Pelourinho.

 

5- Mais tarde, no quinto lugar a ser explorado pode ser um bairro localizado na orla de Salvador, o Rio Vermelho, a uma distância de 6,7 do Pelourinho. Para esta locomoção também a opção pode ser um ônibus frescão, na Praça da Sé, ponto próximo do Elevador Lacerda. Quando chegar neste bairro, considerado o mais boêmio da cidade, há ótimos restaurantes para jantar e baianas tradicionais vendendo acarajés e abarás em todos os largos do bairro também com vista para o mar. Se quiser espichar a noite tem um leque de estabelecimentos com músicas ao vivo para todos os gostos!

 


Chega a Salvador uma das experiências gastronômicas mais esperadas


Em sua forma mais simples e primitiva, o “Fogo” ganhará o centro das atenções de uma das experiências gastronômicas mais esperadas de Salvador. O “Fogo BBQ Premium”, acontece no sábado, dia 11 de novembro, a partir das 13h, no Trapiche Barnabé.

“Fogo” é uma realização do empresário e agitador cultural Bruno Boscolo, produtor e idealizador do Biergarten Salvador e Flow Festival, e do chef Caco Marinho, do Restaurante DOC – Casual Dinning.

A inspiração vem do assador argentino Francis Mallmann, autor do livro ‘Siete fuegos’, um dos protagonistas da série ‘Chef’s Table’, da Netflix. Natural da Patagônia, onde vive, Francis Mallmann defende o conceito de cozinha rudimentar, à base de alimentos assados diretamente no carvão, ou fogo produzido em lenha.

“A relação com o fogo, que leva o nome do evento, é bem mais do que a essência do preparo do alimento, é uma relação de integração com a natureza”, explica Caco Marinho, um dos idealizadores de “Fogo”. “O evento mescla rusticidade, com elegância, dentro do conceito de comfort food, que desperta emoções através do paladar. Um retorno para uma comida mais simples, de verdade, mais afetiva”, completa.

Bruno Boscolo aposta no sucesso que esse tipo de evento alcançou em outras cidades do país e do mundo. “Diferente do que vem acontecendo em outros eventos, Fogo é muito mais do que um simples “churrasco”, será uma experiência singular, única. Transportará o público a uma outra atmosfera e utilizará produtos premium que vão além da carne, com identidade da Bahia”, destaca Boscolo.

O fogo – o quarto elemento da natureza, vai unir 15 chefs no preparo dos alimentos. Entre os confirmados estão: Fabricio Lemos (Origem), Eduardo Prado (Lafayette), Ricardo Brito (Al Mare), Caco Marinho (DOC), José Morchon (La Tapearia), Ricardo Silva (Carvão), Bruna Moreira (Assador), Sandro Borges (Varanda), Jorge Mendes (The Beef) e Edd Campos – BBQ Club (Espírito Santo), entre outros.

Fogo BBQ Premium

Quando: 11 de novembro, das 13h às 21h
Onde: Trapiche Barnabé (Comércio)

 


Festival do Caranguejo vai movimentar a orla e o centro histórico de Canavieiras


O Festival do Caranguejo vai agitar a Costa do Cacau, pois acontece na orla e no centro histórico de Canavieiras (sul da Bahia), distante 425,6 km de Salvador, entre os dias 11 e 15 de outubro. Neste festival gastronomia e muita muita atração musical não vão faltar. A Banda Patchanka, liderada pelo cantor KHILL, é mais uma tração confirmada que se apresentará na orla da cidade ao lado de nomes como Pablo, Jau, Filomena e Kiko Salli.

O evento reunirá gastronomia e música. Na área do centro histórico de Canavieiras acontecerão os concursos de Miss Caranguejo e Masters Chefs. Nessa área, além de toldos e barracas, ainda estarão funcionando os bares e restaurantes credenciados pela comissão responsável pela execução e procedimentos do Festival.

Haverá sorteios de pratos típicos e premiações entre as barracas. Serão ofertadas algumas premiações para as catadeiras mais antigas. Para o pescador de caranguejo com a melhor estória de pescador. O festival atenderá a todas as idades de públicos e todos os nichos de mercados, com participação de todo o trade local, barracas de praias, baianas de acarajés e de abarás. Com decoração totalmente voltada para a proposta ambiental e os devidos respeito ao propósito de sustentabilidade e conservacionismo.

Canavieiras tem um dos maiores habitat do caranguejo-uçá (Ucides cordatus) que vivem exclusivamente áreas de manguezal, sendo esse um ecossistema costeiro, de transição entre os ambientes terrestre e marinho, provendo uma farta oferta de alimento e retém detritos, com sumária importância para a vida de várias espécies marinha e também para as que habitam a área de transição.

Festival do Caranguejo
​​Dias: 11 e 15 de outubro
​Onde: ​Canavieiras​/sul da Bahia​
​Aberto ao Público ​


Workshop de Culinária Galega no campus da Unijorge


Para quem apenas aprecia ou realmente deseja se aperfeiçoar nas áreas de Nutrição e Gastronomia, não pode e nem deve perder a oportunidade de participar da próxima edição do Workshop de Culinária Galega, no campus da Unijorge (Prédio II), na Avenida Paralela. Ao longo do curso, serão revelados segredos e sabores de diversos peixes, mariscos e massas, bem característicos da gastronomia da Galícia, região da Espanha.

Ao todo, serão abertas 30 vagas destinadas a alunos e ao público externo. O renomado chef Marcos Somoza, conhecido por ser o difusor da culinária e cultura galegas pelo mundo, irá disponibilizar ainda cinco vagas para estudantes do curso Nutrição da Unijorge que tiverem interesse em auxiliá-lo e, ao mesmo tempo, terem acesso às especiarias de uma autêntica cozinha internacional.

Promovido pela Associação Cultural Hispano-Galega Caballeros de Santiago, em parceria com a Xunta de Galícia (Espanha) e com apoio do Escritório Internacional da Unijorge, o curso acontece de 02 a 06 de outubro, das 14h às 18h, com carga horária de 20h. Todos os participantes receberão certificados.

As inscrições poderão ser efetuadas na sede da Caballeros da Santiago, localizada na R. da Paciência, nº 441, Rio Vermelho, ou através do link: https://goo.gl/6f2FC. Mais informações podem ser obtidas através dos números: 3334-4342 / 99975-0599 (WhatsApp) ou do e-mail: [email protected]ros.com.br

Workshop de Culinária Galega
Quando: 2 a 6 de outubro de 2017.
Onde: Campus da Unijorge (Prédio II), Avenida Paralela.
Horários: 14h às 18h.
Valor: R$ 80,00.
Inscrições: Sede da Caballeros de Santiago, R. da Paciência, nº 441, Rio Vermelho, ou através do link: https://goo.gl/6f2FCB
Mais informações: Através dos números: 3334-4342 / 99975-0599 (WhatsApp) ou do e-mail: [email protected]


Canavieiras: Festival de Caranguejo com muito show e gastronomia


O Festival de Caranguejo de Canavieiras acontece entre os dias 11 e 15 de outubro já tem a confirmação da primeira atração da festa:Kiko Salli , o cantor alagoano que passou por bandas como Mastruz com Leite, Colher de Pau e Pimenta Nativa, além de ter estado ao lado da sua irmã Jeanne Lima no ”The Voice Brasil”, da Rede Globo, em 2014, apresenta repertorio que mistura forró e sertanejo. Eleito cantor revelação em 2004 pelo troféu Dodô e Osmar, Kiko participa ativamente de todas as etapas da produção dos shows, clipes e CDs de sua carreira. Atualmente o cantor segue em carreira solo.

O festival: Uma festa dedicada ao crustáceo mais popular da orla baiana. O evento reunirá gastronomia e música, passando por tópicos como degustação de pratos típicos, feira gastronômica e de artesanato, aulas shows com chefs, workshops, palestras e concursos temáticos. Nestes dias, além das festividades com barracas e ofertas de pratos como bolinho de poã, poã a milanesa, poã recheada, casquinha de caranguejo, moqueca e caranguejo ao molho, ainda haverá espaço para debate cientifico e capacitação para a comunidade envolvida no pescado, manuseio e comercialização do produto, além da conscientização para a preservação da espécie. Uma programação musical com artistas de renome nacional também acontecerá nestes dias.

Festival do Caranguejo
​Dias: 11 e 15 de outubro
​Onde: ​​​​Canavieiras​/sul da Bahia​
​Aberto ao Público ​