Festival Internacional de Dança reúne artistas do Brasil e do mundo


Batalha de Break, em foto divulgação de Dudu Assunção

O VivaDança Festival Internacional começa nesta quinta-feira (27),  às 20h, no Teatro Vila Velha, e vai até o dia 7 de maio com uma série de espetáculos, mostras, oficinas, residência artística, além de rodada de Negócios, exposição e Batalha de Break com b.boys e b.girls de todo o Brasil. Em média, são mais de 500 artistas, 5.000 espectadores e cerca de 50 atividades por edição. Idealizado pela coreógrafa e diretora Cristina Castro, o evento celebra 11 anos. Maior do gênero no Norte-Nordeste e considerado um dos mais importantes do país, o projeto reúne um conjunto de ações que estimula e fortalece a cadeia produtiva e criativa da arte do movimento, promovendo um espaço de fruição, formação, diversidade, mercado, intercâmbio, diálogo e produção artística.,

PRÉ-ESTREIA – Uma das novidades é o lançamento do filme “Gaga, O Amor Pela Dança”, uma parceria do VivaDança com o Circuito Sala de Arte e a Vitrine Filmes. Vencedora do prêmio de Melhor Documentário na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo (2016), a obra, do diretor israelense Tomer Heymann, é sobre Ohad Naharin, um dos mais importantes, inovadores e produtivos coreógrafos do mundo, que redefiniu a linguagem da dança contemporânea.

A exibição marca a pré-estreia do VivaDança nesta quarta-feira (26), às 19h30, na sala de arte Cinema do Museu (Corredor da Vitória). O documentário entra em cartaz a partir do dia 27 de abril, nos cinemas do Circuito Sala de Arte, integrando a programação do festival.

ESTREIA – A montagem brasiliense “De Carne e Concreto – Uma Instalação Coreográfica”, da Anti Status Quo Companhia de Dança (DF), traz uma reflexão muito pertinente sobre a condição urbana humana atual, sob a perspectiva do corpo e da lógica do sistema econômico, na fronteira entre a dança contemporânea, a performance art, a intervenção urbana, as artes visuais e experimentos sociais . Esse espetáculo abre o  VivaDança nesta quinta-feira (27), às 20h, no Teatro Vila Velha.

Programação Internacional

O dançarino e coreógrafo mexicano Francisco Córdova, da companhia Physical Momentum Project, apresenta o espetáculo solo “Ohtli”, onde faz uma relação entre a virtude, horizonte e o sentido dos passos, do ser em busca do eterno horizonte. Dia 29/04, 19h, no Teatro do ICBA. Córdova também orienta uma residência artística no festival, na qual os participantes vivenciam a criação de estados físicos, mentais e emocionais de fisicalidade, com a proposta de encontrar a verdade em seu próprio corpo. 10 vagas são abertas ao público. De 1º a 05/05, 9h às 12h, no Teatro Castro Alves.

Sediado na Alemanha, o Internationales Solo Tanz-Theater Festival – ou apenas Solos Stuttgart – é presença marcante no evento há sete anos. Coordenado pelo diretor artístico fluminense Marcelo Santos, o projeto premia anualmente bailarinos e coreógrafos contemporâneos de todos os continentes.

Na programação 2017, “(E)utopia: a journey between Martin, Thomas and John” – Maxine Van Lishout (Belgica); “TZID” – Beatrice Panero e Pasquale Lombardi (Italia); “Entrelacs” – Veronika Akopova (França/Russsia); “Balance” – Louis Thoriot (Bélgica); “Underneath” – Ravid Abrabanel (Israel). Dia 30/04, 19h, no Teatro Vila Velha.

Programação nacional

A Mostra Casa Aberta, que celebra a diversidade da dança na Bahia, em diferentes formatos – solos, duos, grupos – com o objetivo de promover uma grande confraternização dos diversos estilos de dança, despertar o sentimento de classe, a consciência de mercado e estabelecer um espaço democrático, agregando grupos, academias, companhias, coletivos artísticos e artistas independentes da dança. Dias 4 e 5 de maio, às 20h, no Teatro Vila Velha.

Este ano, a Mostra Casa Aberta e o festival trazem à tona a importância do ensino, da qualificação e do aprimoramento profissional do dançarino, promovendo dois dias inteiros de oficinas variadas, no Teatro Castro Alves. Dias 6 e 7 de maio, das 9h às 17h30.

Também completando uma década de história, a Batalha de Break VivaDança reúne em sua comissão de jurados a B. Girl Nitro (SP), Lalá Dance (PE) e B. Boy Perna Work (DF), além de DJs de responsa no cenário nacional, como DJ Mamed (MG) e DJ Jarrão (BA). No total, 32 duplas de b.boys e b.girls de diversas regiões do Brasil disputam na competição, promovendo também um grande encontro entre a Periferia e o Centro.

Há ainda um intercâmbio com o festival MOVA-SE (AM), no qual os campeões da Bahia e da Amazônia integram a programação da Batalha de ambos, pelo segundo ano. Dia 07 de maio, às 14h, no Teatro Vila Velha.

Mostra Baiana de Dança Contemporânea – O  VivaDança realiza ainda a 4ª Mostra Baiana de Dança Contemporânea e contempla em 2017 seis criações de artistas baianos: “Em breve espaço curto de tempo” (Jorge Silva Cia de Dança), “Casa Azul” (Confraria 27), “Ondinar” (Dejalmir Melo), “Demolições – La Petite Mort” (Thiago Cohen), “Da própria pele, não há quem fuja” (ExperimentandoNUS Cia. de Dança) e “Há Violência no Silêncio?” (Nirlyn Seijas). A mostra fica em cartaz de 27 de abril a 1º de maio, no Teatro do ICBA, Teatro Vila Velha e no casarão Espaço Charriot.

BTCA – Integrando a programação, o Balé Teatro Castro Alves estreia o espetáculo “Lub Dub”, dirigido pelo coreógrafo sul-coreano Jae Duk Kim. A montagem, formada por um elenco de dez dançarinos utiliza em sua criação a percussão como tema e motivação sonora.

De Goiânia vem o espetáculo O Crivo, do dançarino e coreógrafo mineiro João Paulo Gross – inspirado no conto “Primeiras Estórias”, do escritor Guimarães Rosa. Dia 03/05, às 15h e às 20h, no Teatro ICBA.

EXPOSIÇÃO – A Exposição VivaDança, realizada em parceria com o Shopping da Bahia, atrai milhares espectadores, todo ano. As fotos são de João Milet Meirelles com intervenção de Pedro Gaudenz, artista visual baiano radicado em Barcelona. O centro comercial recebe ainda no Dia Internacional da Dança, 29/04, a apresentação do grupo Insight e intervenções em diferentes espaços do Shopping. Praça Mãe Menininha do Gantois – Shopping da Bahia – de 27/04 a 07/05.


Terceira edição do Baile Surrealista em Feira de Santana


Foto divulgação de Ana Reis

A terceira edição do Baile Surrealista é uma pré-micareta gótica suave no Teatro do CUCA em tributo a uma das bruxas mais influentes do século XX, a psicóloga e ocultista britânica Violet Mary, mais conhecida como Dion Fortune.
O baile é a releitura de uma festa homônima que aconteceu na França na década de 1970, envolvendo artistas e membros de sociedades secretas, e traz a discussão sobre Arte e Esoterismo através da Música, Artes Plásticas, Dança Tribal, roda de conversa sobre Xamanismo, Live Tattoo e Poesia. Nessa edição vai rolar o lançamento da antologia poética SOB O VÉU DE SÍRIUS, reunindo autores de várias cidades baianas numa série de poemas inspirados na Heptarquia e no simbolismo mágico do número 7.
A ideia é reunir numa única noite diversas linguagens artísticas em obras que dialogam com disciplinas esotéricas, oferecendo ao público a oportunidade de conhecer segredos dos bastidores da existência nunca antes revelados em nossa cidade.
O evento acontecerá no dia 6 de Maio no CUCA a partir das 17 h!
INGRESSOS R$ 10
podem ser comprados antecipadamente através do link: goo.gl/V6V8l1
(NÃO NECESSITA FANTASIA)

Quando:Sábado, 6 de maio

Horário: das 17h às 23h

Onde: Centro Universitário de Cultura e Arte – Cuca

Endereço: Rua Conselheiro Franco, 44002-128

Cidade: Feira de Santana,  Bahia

 

 


Mês da Dança com eventos em Salvador, Lauro de Freitas e Itabuna


InRitmo com Thiago Diamante, Creu SD, LilBrown e Kalip

Em celebração ao Dia Internacional da Dança, 29 de abril, durante todo o mês os espaços culturais da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) apresentam uma programação variada dedicada à linguagem e aberta a públicos de todas idades, com classificação livre.

O Espaço Xisto Bahia recebe a 3ª edição do Movimento Xisto Bahia de Danças Urbanas. A mostra tem como objetivo a interação e a troca de conhecimento entre os grupos participantes. InRitmo, Insight, The Fabulous, Contagios e convidados se encontram no evento no dia 28 de abril, às 20h, com ingressos a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). No dia seguinte, 29, é a vez do ritmo espanhol ocupar o palco do Xisto. A Companhia de Danza Española apresenta o Encuentro Flamenco, cuja proposta é contar a história do flamenco através da própria dança. Os alunos se apresentam às 20h, com entrada de R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia) ou promocional única de R$ 25. Já no dia 30, 19h, shows e workshops fazem parte da programação do II Red Moon Dance, uma iniciativa que traz para a cidade artistas de expressão local, nacional e internacional, viabilizando o intercâmbio cultural. Ingressos a R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia).

No Espaço Cultural Alagados acontece a Oficina de Dança Afro. O projeto é uma ferramenta estratégica para fornecer noções sobre cultura, cidadania, autoestima e defesa de direitos humanos. Sua realização é fruto de uma ação conjunta do Programa Pacto pela Vida, da campanha Paz Absoluto, do Olodum, e do Plano Juventude Vida. As aulas serão ministradas entre os dias 17 e 19 de abril, às 14h, gratuitamente, com foco específico para jovens entre 15 e 21 anos.

No Cine Teatro Solar Boa Vista, o hip hop é o movimento que toma o espaço para fortalecer a cena local, onde artistas independentes têm a oportunidade de apresentar suas performances que focam o âmbito social, educacional, político, econômico, além do cultural. O Hip Hop do Solar acontece no dia 16, às 14h, com entrada de R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). Depois, no dia 22, às 14h, o Festival K-Pop BA A-Team une a dança e música pop asiática em formato de concurso, workshops e apresentações. Esse é o único evento que trabalha com o tema na Bahia. Ingressos por R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia) e 1kg de alimento não perecível.

Já em Itabuna, o projeto Abril com Dança convida o público a ver as cortinas do Centro de Cultura Adonias Filho se abrirem para uma noite de mostras coreográficas. As inscrições estão abertas no local até o dia 14 de abril, com 17 vagas a serem preenchidas por ordem. As apresentações, divididas em categorias de acordo com o estilo de dança, acontecem no dia 27 de abril, às 19h, com 10 minutos por participante. A entrada custa 1kg de alimento não-perecível.

O Cine Teatro Lauro de Freitas também participa do mês da dança, mesclando a capoeira e o samba. O Festival de Capoeira e Samba acontece no dia 29 de abril, às 18h, com entrada de R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).

29 de abril: Dia Internacional da Dança – Esta data foi instituída em 1982 pelo Conselho Internacional de Dança (CID), uma organização não-governamental fundada em 1973 e vinculada à UNE


Mês de abril celebra o Corpo no Teatro Gamboa Nova com uma série de eventos


Exposição Meu corpo minhas cores com Nayara Homem e foto de Paulo Guedes

O mês de abril celebra o corpo no Teatro Gamboa Nova. Cênico, musical, imagético, seja qual for sua manifestação, o público poderá acompanhá-lo através de diversas linguagens artísticas. A exposição Meu Corpo, Minhas Cores, da maquiadora e atriz Nayara Homem e do fotógrafo Paulo Guedes, continua no foyer do Teatro, Galeria Jayme Fygura.

O clipe Um Corpo no Mundo, da cantora baiana radicada em São Paulo, Luedji Luna, também segue em cartaz. De quarta a domingo, antes das apresentações, gratuitos.

ABRIL O CORPO 2017 – R$20,00 e R$10,00 (meia)

Cri – O Homem e o Tempo
dias 01, 08, 15, 22 e 29 (sábados)
17h e às 20h
O espetáculo faz parte do repertório do Grupo Estado Dramático. Direção de Maurício Assunção, com Ricardo Fagundes e Benin Ortiz. Entre seres reais e fantásticos questiona os conceitos de paixão, liberdade, beleza, morte e tempo.
CLASSIFICAÇÃO LIVRE

MÚSICA – R$20,00 e R$10,00 (meia)

Ronei Jorge
dias 09,16,23 e 30 (domingos)
17h
Em seu novo projeto solo, as canções vêm emolduradas de frevos, sambas, xotes, rocks, mas não se parecem de cara com nenhum desses gêneros.Canções para cantar junto, assoviar, se emocionar e causar estranhamento.
CLASSIFICAÇÃO LIVRE

Giro MPB
dias 05,12 e 19 (quartas)
20h
O duo Tons de Primavera -Julie Caroll e SusiKoncei – apresenta um show acústico,mesclado por intervenções poéticas e um repertório composto por músicas de grandes artistas da MPB, além de canções autorais.
CLASSIFICAÇÃO LIVRE

PRÊMIO CAYMMI – R$20,00 e R$10,00 (meia)
Samba da Silva Brasileiro
06 e 07 (quinta e sexta)
20h
Miguel Maya empresta sua voz marcante, interpretando canções que delineiam a trajetória do Samba. Com direção musical de Mauricio Lourenço, traz clássicos e contemporâneos, lágrimas e alegrias.
CLASSIFICAÇÃO LIVRE

Mano
dia 13 e 14 (quinta e sexta)
20h
A Banda Tabuleiro Musiquim apresenta seu novo trabalho com duas edições do show Mano.

B.A.V.I
dias 20 e 21 (quinta e sexta)
20h
Anderson Petti e João Almy são formados em música pela Universidade Federal da Bahia e se encontram para formar o duo, onde o berimbau e o violão se unem na construção de texturas, ambiências e melodias.
CLASSIFICAÇÃO LIVRE

Lançamento Virtual do CD Doçura
dias 02 (domingo) 26 (quarta)
17h (dom    )20h (qua) 
Compositora, bandolinista e cantora, Ana Luisa Barral lança seu primeiro CD no show que mescla canções e poemas, o amor romântico e os impulsos de paixões arrebatadoras.
CLASSIFICAÇÃO LIVRE
Igor Gnomo Group
dia 27 e 28 (quinta e sexta)
20h
O instrumentista Igor Gnomo, natural da cidade de Paulo Afonso, apresenta uma sonoridade instrumental com base no jazz/rock e fortes influências dos elementos típicos da música nordestina.
CLASSIFICAÇÃO LIVRECINE GAMBOA (gratuito):
Um corpo no Mundo
A exibição de filmes curtas deste mês vem com o clipe da cantora Luedji Luna, no início dos outros espetáculos.EXPOSIÇÃO (gratuito):
Meu Corpo, minhas cores
Nayara Homem e Paulo Guedes assinam a exposição interativa que brinca com os limites de um corpo expandido entre a matéria e o vazio, ao fazer intervenções como recortes e colagens, experimentando cores e impressões sobre variados suportes de fotografia.


Espetáculo Superamigos da Leitura estreia em abril no Espaço Xisto, nos Barris


A Avatar Cia de Teatro Infantil e a Musical Produções apresentam em abril – mês do Livro Infantil – o espetáculo “Superamigos da Leitura”, no teatro do Espaço Xisto, nos Barris, todas as terças-feiras às 15h e, nos dias 8, 22 e 29 (sábados) às 16h.
Nesta incrível aventura, o Super-Super e a Princesa Alfa-Beta tentam descobrir qual o motivo da saída repentina do Príncipe Avatar da Liga da Leitura e descobrem que o Terrível Destrói Letras e a Super Destrambelhada estão arquitetando mais um plano para acabar com todos os livros do planeta. Entremeado por músicas originais, referências literárias, poéticas e das histórias em quadrinhos, a história utiliza o embate entre o bem e o mal para fortalecer valores como lealdade, amizade, generosidade, companheirismo e, ressaltando sempre, a importância da leitura e dos livros para o desenvolvimento das crianças. Venha participar desta celebração ao mundo da leitura!

Onde: Espaço Xisto

Quando: 4, 11, 18 e 25 de abril (terças) às 15h

8, 22 e 29 de abril (sábados) às 16h

Quanto: R$30,00 (inteira) e R$15,00 (meia)

Ficha técnica:

Texto: Criação coletiva

Direção: Sérgio Mício

Produção: Ive Farias – Musical Produções

Elenco: Aíla Nascimento, Marco Ariel Lopo, Matheus Cruz, Natália Góis, Viviane Carvalho e Wadson Lones.

Músicos: Djavan Santos (violão) e Gabriel Garcia Lorenzo (teclado)

Duração: 40 minutos

Classificação indicativa: livre